Respostas interessantes marcadas com a tag

10

Você tem certeza que quer fazer isto? Geralmente não é adequando a não ser que projetos muito grande que precisam várias pessoas administrando (colaborando com) ele. Nos pequenos não deve ter vários administradores de repositório, caso contrário vira zona. De qualquer forma só uma conta pode ser a dona do repositório. Se precisa várias pessoas mexendo ...


8

Parece ser por causa do umask. Segue tradução da resposta https://stackoverflow.com/questions/6229353/permissions-with-mkdir-wont-work Você pode notar que, quando você cria um novo diretório usando este código: mkdir($dir, 0777); A pasta criada realmente possui permissões de 0755, em vez do especificado em 0777. Por que isso? Por causa de umask(): http://...


6

Na verdade não é helpers que está utilizando é o facade da classe Autenticação. Bom o cenário é resumido, eu faria para melhorar uma View que contem esse código e chamaria com @include na View que vai utilizar esse trecho de código. botao.blade.php @if(Auth::user()->administrator) <a title="Excluir" href="/users/delete/{{$user->id}}"> ...


6

Antes de entender o umask, você deve entender as permissões do filesystem dos sistemas *nix, algumas respostas nos posts aqui podem ajudar: Quais são os riscos de usar permissão 777? Permissão negada ao mover arquivo com move_upload_file em servidor Linux Da mesma forma, o umask é um conceito que faz sentido em sistemas *nix, é uma ...


5

Basicamente não dá. Qualquer tentativa falhará. Você não deu contexto ao que deseja fazer então pode ser que seu problema seja outro. Impedir o acesso ao arquivo Se você quer impedir um usuário de causar problemas com os dados. Esquece. Ele poderá fazer o que quer de uma forma ou outra. A única forma de não permitir que ele faça estrago é não deixar ele ...


5

Vai ao repositório, clica em Setting > Collaborator> digita username do usuário, clica Add Collaborator


4

O modo é modificado pela sua máscara de usuário atual (umask), que é 022 neste caso Você informa a permissão inicial em mkdir porém é subtraída a informação de umask para obter a permissão real : 0777 - 0022 ====== 0755 = rwxr-xr-x. Se você não quiser que isso aconteça, você precisa configurar seu umask temporariamente para zero, portanto não tem ...


3

Não entendi muito bem onde entra a referência do código na página de validação. Acredito que esteja dentro de conexão. Se for, você não precisa usar a validação nessa página, apenas a conexão. Tente o seguinte: <?php session_start(); //Login de Usários if($_POST){ include('class/conexao.php'); $erro = array(); // Captação de dados ...


3

Você deve adicionar um manifest em sua aplicação. Menu Project > Add New Item... e depois escolha o tipo Application Manifest File: Após isto, você deverá determinar o nível de permissão de "asInvoker" para "requireAdministrator". Ao criar o arquivo, ele vem com a linha assim: <requestedExecutionLevel level="asInvoker" uiAccess="false" /> Troque ...


3

login.php <?php session_start(); ?> <!DOCTYPE html> <html lang="pt-br"> <head> <meta charset="utf-8"> <meta http-equiv="X-UA-Compatible" content="IE=edge"> <meta name="viewport" content="width=device-width, initial-scale=1"&...


3

Quando voce cria, lá em setting tem uma opção que voce só permite os colaboradores que adicionou.Então em collaborators tu adiciona quem pode realizar os commits e push. Deixei a imagem para melhor visualizar.


2

Estou supondo que você irá usar C# na solução. Modifique o seguinte no arquivo Global.asax.cs: public class MvcApplication : System.Web.HttpApplication { protected void Application_Start() { AreaRegistration.RegisterAllAreas(); GlobalFilters.Filters.Add(new MeuAuthorizeAttribute()); // Aqui FilterConfig.RegisterGlobalFilters(...


2

Assim, na View: @if (User.IsInRole("Role1")) { @* Escreva o form aqui *@ } else if (User.IsInRole("Role2")) { @* Escreva outro form aqui *@ } EDIT Esqueci de um detalhe importante: É preciso customizar também o UserManager para buscar a Role de uma maneira customizada: App_Start/IdentityConfig.cs public class ApplicationUserManager : ...


2

Basicamente, escrevendo seu próprio atributo de autorização. Por exemplo: [AttributeUsage(AttributeTargets.Method | AttributeTargets.Class, Inherited = true, AllowMultiple = true)] public class MeuAuthorize : AuthorizeAttribute { private String[] _permissoes; private MeuProjetoContext contexto = new MeuProjetoContext(); public ...


2

Monitore a fila de notificações pelo evento $locationChangeStart, e se necessário cancele o evento: $scope.$on('$locationChangeStart', function(event) { if (!validaPermissoesUsuario()) { event.preventDefault(); } }); Ou, alternativamente, redirecione o usuário: $scope.$on('$locationChangeStart', function(event) { if (!...


2

Salvar arquivos no servidor é seguro desde que seja configurado corretamente. Utilizar a permissão 777 é uma péssima prática, mas algumas vezes é a única alternativa quando não há permissão de acesso root. O ideal é atribuir permissões de escrita apenas para o servidor (geralmente usuário www-data) com chown e chmod. Na prática, como é necessário manipular ...


2

TL;DR Logue com o mesmo usuário com o qual você fez todas as ações descritas. Execute o comando umask para descobrir as permissões padrão do seu usuário. O comando vai lhe retornar um número em base octal, tipo 0002 (ignore o primeiro 0, porque, à exemplo do 0x que precede todo número em base hexadecimal, o primeiro 0 é irrelevante). Se os arquivos que ...


2

O nome do arquivo está incorreto. Você está tentando incluir: gerenciar-premios-imprensa.phtml ... mas o nome com o qual você salvou o arquivo é: gerenciar-premios-impresa.phtml Está faltando um n no meio.


2

Você pode entrar como super usuário com o comando su, ao contrario do sudo, o su efetua a autenticação como super usuário (Necessário a senha de super usuário e não a de usuário). Ou efetue o login direto como super usuário. "Inicie o modo terminal e logue como root". Apos um desses passos, rode o comando: $ chown -Rf root:root /bin/ /usr/ /dev /boot /etc ...


2

Quem tiver rodando alguma distro GNU/Linux já pode experimentar, ou para aqueles que não a tem, use algum sistema plataforma linux LiveCD ou USB. Código #!/bin/sh # # Por - Diego Henrique "<netcenter@globomail.com>" # # (c) 2016 Programa - Adicionar novos usuários na base do sistema GNU/Linux # ADD_UID=0; ADD_GID=0 for X in `cat /etc/passwd | cut -...


2

Para referências, o código em questão foi desenvolvido nesta pergunta. O que acontece é que no código, mais precisamente na linha !chmod($pasta, 0755), você está tentando alterar as permissões do diretório definido $pasta, de forma a garantir que o mesmo possa ser gravado. O erro é gerado porque o PHP não possui permissões necessárias para fazer esta ...


2

Podes usar mesmo a classe File depois de gerado o arquivo String caminho = "caminho/do/meu/arquivo"; final File file = new File(caminho); file.setReadable(true, false); file.setExecutable(true, false); file.setWritable(true, false);


2

Segunda essa resposta no SO: if (!IsAdministrator()) { // Restart program and run as admin var exeName = System.Diagnostics.Process.GetCurrentProcess().MainModule.FileName; ProcessStartInfo startInfo = new ProcessStartInfo(exeName); startInfo.Verb = "runas"; System.Diagnostics.Process.Start(startInfo); Application.Current.Shutdown(); ...


1

Eu sugiro trocar os operadores AND e OR por && e ||, respectivamente. O motivo é a prioridade na execução de operadores. Isso pode ser confuso em algumas linguagens, mas em PHP esse assunto é especialmente traiçoeiro. Veja por conta própria executando os seguintes trechos: <?php $foo = true && false; var_dump($foo); $bar = true AND false;...


1

Você pode chamar o comando do unix, se estiver utilizando um O.S baseado nele, através do Runtime.exec, observe: Runtime.getRuntime().exec("chmod 666 caminho_arquivo"); Tenha cuidado ao concatenar uma string, tem que ter um espaço entre o 666 e o caminho do arquivo.


1

Hoje passei pelo mesmo problema. Em localhost o método criava o diretório e realizava a função sem problemas, porém no cliente não funcionava, dando um erro de path. Resolvi setando o método com true o parâmetro recursive. Para o seu problema: Tente mkdir($diretorio, 0777, true);


1

Com um servidor FTP, pode ser o (Filezilla) você vai até essa pasta wp-content e clica com o botão direito sobre a pasta Gallery e vá alterar permissões, lá você seleciona os campos de gravar, editar, ler até que fique com permissão 777, que é total. Assim você permite acesso a está pasta.


1

Você deve construir sua aplicação no formato "Baseada em Regras" (role-based em inglês). Para isso, você pode fazer com que seus forms herdem alguns comportamentos específicos de controle acesso. Aqui você encontra um tutorial detalhado de como fazer isso (em inglês). Com tudo, esse tutorial não chega ao nível de campo (somente de formulários). Essa parte ...


1

1 - Uma tabela no banco com campos bool para guardar a permissão (um campo para cada item que você deseja alterar a permissão) 2 - Um objeto no seu sistema para receber os dados de permissão do banco; 3- Na inicialização do sistema ao logar você deve varrer os componentes setando o no componente.enable ou comente.visible o valor da permissão correspondente.


1

Olá... Eu utilizo a classe abaixo para verificar se o usuário possui acesso a pastas ou arquivos... Na implementação fica assim: if (!CurrentUserSecurity.HasAccess(new DirectoryInfo(temp), System.Security.AccessControl.FileSystemRights.CreateDirectories)) { MessageBox.Show("Sem permissão ao caminho " + temp, "Atenção", ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam