Respostas interessantes marcadas com a tag

29

Introdução: TIPOS por valor/referência versus PASSAGEM por valor/referência Muito da resistência dos programadores em aceitar uma explicação sobre passagem por valor/referência vem da confusão que fazem com tipos por valor/referência, mas são coisas completamente distintas. Então segue uma breve introdução sobre tipos por valor/referência: Tipos por valor ...


18

Na verdade o que é passado por referência é objeto, não a própria referência. A referência é passada por valor, portanto por cópia, então se mudar a referência não vai refletir no argumento passado. Se mudasse o objeto aí sim refletiria no argumento passado, mas como string é imutável isto não é possível, só pode mudar o objeto todo, mas se fosse outro ...


9

No C# para passar uma variável por referência, utilize a keyword ref. Basta alterar seu método para: static void ChangeText(ref string text) { text = "new text"; } e sua chamada para: ChangeText(ref text); Fiz essas alterações no mesmo Fiddle, caso queira ver: https://dotnetfiddle.net/FvijX6


8

"Na passagem por valor o argumento é copiado." OK, mas o que exatamente é copiado? O objeto inteiro, inclusive todas as suas referências? O que é copiado é exatamente o valor que foi passado como argumento. Esse valor pode ser um primitivo, pode ser um objeto, pode ser um ponteiro (um endereço de memória) ou pode ser uma referência a um objeto (como o valor ...


7

Simplificando Neste primeiro caso, acontece o seguinte: function bar($var) { $var++; return $var; } $b = 5; echo bar( $b ); // Mostra 6 - valor do return echo $b; // Mostra 5 - valor do $b é atríbuido 5 a $b. você chama a função bar, passando o valor 5 a ela. o valor 5 é guardado em $var, que é incrementada. você dá echo em $b, que nunca ...


5

Você não pode passar valores ou retornos de fuções/métodos para bindParam() pois ele espera referências(variáveis) nesse caso basta trocar por bindValue(). Vejo que está montando um lib, bindParam() só vai fazer diferença no uso de stored procedures que retornam valor, nesse o retorno dela, vai para a variável especificada Pode montar um bind dinâmico com ...


5

Em C#, string é, sim, um tipo por referência. Strings no C# são imutáveis, ou seja, você nunca realmente altera ao valor de uma string e sim obtém uma cópia alterada que então é atribuída à uma variável. Exemplo: string s = "foo"; s = "bar"; O que o código acima faz é criar uma cópia da string "foo", atribuir para ela o valor "bar" e passar essa nova ...


4

void aumentar(int *vetor, int tam) Nesta função, int *vetor é um ponteiro passado por cópia, e não por referência. Ele somente recebe o valor da memória alocada anteriormente. Isso significa que vetor na função main e vetor na função aumentar estão apontando para o mesmo endereço de memória mas eles não são o mesmo ponteiro. Quando você modifica vetor ...


3

A passagem por referencia creio ser uma das coisas mais legais que se tem na programação. Creio que uma das perguntas que se deve fazer quando se estuda isso seja : Referencia para que? Memoria Imagine que quando você esta programando e faz uma atribuição a variavel : $var = 5;, você não esta simplesmente atribuindo 5 a uma variavel $var, você esta ...


3

O operador &, assim como vários outros em C++, tem mais de uma utilidade, dependendo do contexto onde é aplicado: Ele pode ser utilizado para se obter o endereço de uma variável, o caso que você já conhecia. Ele faz a operação "e" bit a bit entre dois operandos Ele também pode ser utilizado para se declarar parâmetros e variáveis do tipo referência. ...


3

Funções onde os parâmetros tem um & significa que você deve passar uma variável com um valor simples não funciona. Passagem por referência significa que a variável passada terá seu valor alterado pela função, se ela for destruida dentro da função e você fizer algumação ação nela após a execução, um erro será gerado. function foo(&$var) { $var++; ...


3

O que aconteceu O que acontece logicamente após a primeira atribuição é isso: Não importa que você usou new Integer(1) ou simplesmente 1, o resultado é o mesmo. Quando você chamou o método muda, o que ocorre é isso: E, finalmente, quando ocorre a segunda atribuição, temos um novo valor para n: Quando o método muda acaba, a variável n e o valor 3 são ...


3

Explicando detalhadamente seu problema: 1 - Quando você cria o objeto k, você aloca na memória um objeto que referencia este Integer. 2 - Quando você chama o método muda(Integer n), você está declarando um Integer no método muda. O que isto quer dizer? Quer dizer que, ao passar a variável k como parâmetro deste método, os dois (k e n) estarão referenciando ...


2

Passar por referência (tipo&) é mais "seguro" que por ponteiro (tipo*), pois garante que o objeto nunca será nulo (*). Por outro lado, se você deseja ter a opção do parâmetro ser nulo, então é obrigado a usar ponteiro. Passar um objeto como "const tipo&" é mais rápido que passar pelo valor, pois o objeto não precisa ser copiado. (Embora eu acredite ...


2

Não vou olhar para todo seu código para ver se tem mais erros. Se deu para entender o que você quer fazer é passar por referência. Então basta declarar o tipo do parâmetro como uma referência. O resto funciona de forma natural. Não precisa usar ponteiros. #include <iostream> #include <cstdlib> #include <fstream> #include <string> ...


2

O problema é só que o compilador chega na chamada a função "troca" em sua função "main" antes de "ver" a declaração de "troca" - então assume que é uma função que retorna um int (o padrão em C), e simplesmente põe os parâmetros na chamada, sem ter a menor idéia se estão corretos ou não. A forma de resolver isso é declarar a função "troca" no início do ...


2

Tem vários erros no seu código, especialmente de declaração de variáveis e funções quando na verdade só vai usá-las, mas nenhum que está na pergunta. Você só define o tipo da variável ou função quando está declarando, quando vai acessar a variável ou chamar a função, não pode colocar o tipo, então nem está chamando nada. Um array já é passado por referência ...


2

Resolvi ajudar porque tem uma quantidade extraordinária de erros no código. O ideal é aprender uma coisa de cada vez, assim comete só um erro, aprende com ele, segue para o próximo e aí vai evoluindo o conhecimento. Quando tenta fazer o que ainda não está preparado comete muitos erros e não aprende com eles. Um dos erros e não ter colocado o código de forma ...


2

Assim? #include <stdio.h> #include <stdlib.h> struct Complexo { int real; int imaginario; }; struct Complexo insereComplexo(int r, int i){ struct Complexo novo; novo.real = r; novo.imaginario = i; return novo; } void somaComplexo(struct Complexo *a, struct Complexo b){ a->real += b.real; a->imaginario += b.imaginario; } ...


1

Você precisa lembrar que o array linha é local e que a função strtok retorna um ponteiro para alguma posição desse array, sendo assim, você não pode simplesmente copiar esse endereço para a sua estrutura, pois os dados nesse array serão sobreescritos na próxima iteração (invalidando os dados anteriores) e o espaço de memória onde linha está alocado será ...


1

A pilha original não está sendo alterada porque você está colocando as alterações em "pilha2". Aparentemente você está tentando copiar "pilha2" para "P" no final da função. Isso não está funcionando, primeiro porque "P" é um parâmetro, portanto é uma variável local à função, segundo porque isso só faria sentido se as pilhas tivessem sido alocadas no heap, ...


1

Levei anos para entender porque sempre evitei usar e também por não entender o uso prático em situações reais. E também por não ter tido interesse. Eu sempre via exemplos com parâmetros em funções function foo(&$var) { mas eu não compreendia o motivo de usar isso pois posso fazer usando global ou propriedade estática de uma classe. Há alguns anos ...


1

A maioria das pessoas que programam em c++ passaram antes por C, porém c++ tem algumas particularidades, e uma delas é a passagem por referencia. no codigo em C para podermos alterar o valor da variável original nos temos que passar o ponteiro como parâmetro na função, porém em C++ basta que a gente passe o endereço dessa variável que ela será alterada, e ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam