Respostas interessantes marcadas com a tag

6

Complementando a resposta do @Ricardo, uma das maneiras de se fazer é usar EXTRACT. Como você quer "consultar aniversariante do dia e do mês", deve extrair estes campos (dia e mês) da data de nascimento e compará-los com a data atual (sysdate): SELECT nome FROM aluno WHERE extract(month from datanascimento) = extract(month from sysdate) AND extract(...


5

No Oracle você pode usar o EXTRACT: SELECT nome FROM aluno WHERE extract(month from datanascimento) = extract(month from sysdate) Aqui um exemplo funcionando: sqlfiddle.com


4

Não é possível realizar operações ddl diretamente em um bloco plsql. A unica maneira de executar este tipo de operação seria utilizando o recurso execute immediate . Ex: begin Execute Immediate 'create or replace trigger PROD_INSERT' ... end;


4

Poderia tentar dar uma resposta que apenas resolve seu problema, mas já fizeram isso na outra resposta. Ao invés disso vou te passar como você deveria estar fazendo. Seu código é inseguro, não faça seus comandos de banco de dados dessa forma em hipótese alguma. Eles serão extremamente vulneráveis. Você não informou qual o adaptador está usando para ...


3

Faltou umas aspas nos parâmetros do replace, ele esta interpretando como tivesse 4 parâmetros, os dois últimos sendo '', a sintaxe correta seria: SELECT REPLACE('80,82,45,80,82,79,88,73,77,79,32,65,32',',',''',''') FROM dual


3

Numa condição "into" você precisa obrigatoriamente retornar apenas um registro. Se retornar vários vai dar a exceção ORA-01422, e se retornar nenhum vai dar a exceção que você citou. Se você possuir um valor padrão, para sua variável quando não existir o registro você pode utilizar um bloco de exception tratando a exceção NO_DATA_FOUND. Ex: Declare ...


3

Ele vai trazer o MAX dentro do seu agrupamento, está correto.Caso você queira olhar o MAX de toda a tabela, deixe somente o MAX no select. Novamente, caso você deixe o agrupamento ele sempre vai mostrar o resultado máximo dentro de cada agrupamento. Não sei se consegui ser claro.


3

O conteúdo entre aspas simples identifica que aquele dado é texto (para os bancos de dados), sendo assim, quando você tem algum texto que possua aspas simples, precisa adicionar o escape que é uma aspa simples a mais. Exemplo: --Nesse caso irá ocorrer o erro INSERT INTO TABELA (ID, NOME) VALUES (1, 'Caixa d'água'); --Nesse caso irá funcionar INSERT INTO ...


3

Uma solução para o seu problema, é fazer uma coluna com o sub-select, com o where e os dados que você precisa. O SQL completo está em http://sqlfiddle.com/#!4/610c68/13 Criação da tabela CREATE TABLE UBER ( ID NUMBER, DATA DATE, QTDUSUARIOS NUMBER(6), MUNICIPIO VARCHAR2(50), ...


3

select REGEXP_REPLACE(lpad(to_char(ENTRADA),4,'0'), '([0-9]{2})([0-9]{2})', '\1:\2') from TFPPON; to_char - converte o numero para texto lpad - acrescenta o 0 até completar 4 numeros para os casos como 07:00 que estaria salvo como 700 REGEXP_REPLACE - formata o código utilizando regex Veja exemplo: http://sqlfiddle.com/#!4/7feccd/8


3

Utilizando o IQueryable, é possível obter o SQL gerado. IQueryable<SuaClasse> query = _repository.First(a => a.iid == id && a.locIid == _usuario.LocalidadeContextoId && a.activeVersion == 0, "", true); var querySql = query.ToString();


3

SELECT a.ds_endereco, '"' || TO_CHAR(a.nr_endereco) || '"', a.nm_bairro, c.nm_cidade, c.cd_uf, a.nr_cep, A.nr_fone, a.nr_celular FROM paciente A, cidade c WHERE a.cd_cidade = c.cd_cidade AND a.tp_situacao = 'N' AND a.cd_paciente <> 1 ORDER BY 1 || Operator The Oracle/...


3

Você pode utilizar o CASE para conseguir isso no seu select. Exemplo nesse link. SELECT a.cd_usuario, ... a.cd_nivel, CASE WHEN a.cd_nivel = 5 THEN 'Exclui' END AS DescNivel FROM ... Lembrando que os outros valores terão valor null nessa coluna.


2

No return da declaração da função vc tem que colocar o tipo, não a variável. No teu caso, seria: CREATE OR REPLACE FUNCTION BuscaNome RETURN VARCHAR IS Isso porque o tipo da variável que vai retornar é VARCHAR.


2

Conforme a documentação do oracle os parâmetros out se comportam como uma variável não inicializada, logo independente do valor que passar no parâmetro, o método receberá um valor null como padrão, permitindo altera-lo, retornado o valor na variável utilizada. Os parâmetros In Out se comportam como uma variável inicializada, o método receberá o valor no ...


2

bom depois de pesquisar bastante, eu conseguir resolver esse erro, vou deixa a resposta para alguém que possa ter o mesmo problema, lembrando que para tem diversos passos para serem feitos mas vou deixar só a solução da persistência do erro após ter configurado todos os arquivos... resolvi esse problema copiando uma dll "oci.dll" que se encontra dentro da ...


2

Você pode usar interval para fazer isso, seja assim: select R.RUNSTARTTIMESTAMP - numtodsinterval(3,'hour') from DSODB.JobRun R ou assim: select R.RUNSTARTTIMESTAMP - interval '3' hour from DSODB.JobRun R Veja aqui um exemplo funcionando: http://sqlfiddle.com/#!4/5e0e9/8


2

Sim, é possível! É necessário conceder(GRANT) as devidas permissões para o USER/ROLE. Para criar a permissão específica para tabela seria utilizando o seguinte comando: GRANT SELECT, INSERT, DELETE, UPDATE ON Y.TABELA to X


2

Pode usar o ALTER SEQUENCE: ALTER SEQUENCE S_SEG_EXE INCREMENT BY 100; No exemplo acima, aumentou em 100 o valor atual da sequence. O valor pode ser negativo também caso queira reduzir o valor.


2

Faça uma pequena alteração nesse trecho Fornecedor foreign key Fornecedor REFERENCES (codfornecedor)Fornecedor Altere para isso FornecedorID int FOREIGN KEY REFERENCES Fornecedor(codfornecedor) Fornecedor vai ser uma coluna na tabela Compra, por isso mude o nome para FornecedorID, é um padrão de banco de dados. Outra coisa que faltou foi dizer o tipo do ...


2

Pode usar o WHERE assim: WHERE trunc( DAT_REFERENCIA, 'MM' ) = trunc( sysdate, 'MM' ) Vai pegar a data atual do sysdate (como getdate() no sql-server) EDIT: para pegar o mês atual e o anterior, pode usar o between: WHERE DAT_REFERENCIA BETWEEN add_months(trunc(sysdate,'MM'),-1) AND SYSDATE


2

Acredito que a resposta está em seu comentário. Se o erro é relacionado a privilégios insuficientes, seu usuário não possui autorização para alterar os parâmetros. Independente do método utilizado, o servidor do Banco de Dados irá barrar a alteração.


2

Tem, conhecendo bem como funciona cada banco :) Essa sem dúvida é a melhor forma, ter um ou dois profissionais que entendam bem, principalmente se a procedure usar recursos bem específicos, como hints. Mas, pra ajudar, tem esse site que converte online a maioria da sintaxe básica de vários bancos de dados, não só oracle e sql-server: http://www.sqlines....


2

Bom dia amigo, para tal demanda, é necessário usar o FETCH passando como parâmetro a quantidade de linhas que você quer no intervalo. Exemplo: Offset -> Quantidade de linhas Fetch -> Offset + Intervalo de linhas DECLARE @Off AS INT SET @Off = @OFFSET SELECT Coluna1, Coluna2 FROM Tabela OFFSET (@Off) ROWS FETCH NEXT 5 ROWS ONLY;


2

Como o pacote utl_http é usado para acessar dados através da Internet, se você estiver acessando a Internet através de um proxy, numa empresa por exemplo onde isso é bem comum, os comandos do utl_http vão falhar, porque eles tentam acessar a rede diretamente. Então o set_proxy serve para informar ao pacote utl_http as configurações de proxy para que ele ...


2

PHP não faz nada porque é uma linguagem de programação, a questão é se a biblioteca faz, mas qual está usando? A padrão, na configuração padrão do DB? Não faz automático. Tem que chamar o oci_commit(). Usando OCI_COMMIT_ON_SUCCESS ele será executado no fim da execução da query se estiver tudo ok.


2

Para imprimir no console é só usar o DBMS_OUTPUT.put_line: begin DBMS_OUTPUT.put_line('Minha mensagem'); end; No seu código ficaria assim: declare cont integer; tabela varchar2(100) := 'PESSOA'; coluna varchar2(100) := 'NOME'; begin SELECT COUNT(NOME) into cont FROM PESSOA; if cont = 0 then execute immediate 'ALTER TABLE '||tabela||...


2

Olá, No script constam dois erros: 1 - Está faltando uma vírgula entre cada declaração de constraint, na criação da tabela matrícula. 2 - Na tabela matrícula, na constraint fk_Classe, ele está referenciando a tabela Aluno, mas na verdade quem possui essa coluna é a tabela Classe O script correto ficaria assim: Create Table Aluno( Nr_Rgm number(8), ...


2

Sem conhecer toda a estrutura da tabela diria que será algo deste género: SELECT TO_CHAR(DATA, 'YYYY-MM') AS MES , SUM(QTDUSUARIOS) AS QTDUSUARIOS , MUNICIPIO , SUM(VALORFATURADO) AS VALORFATURADO FROM UBER GROUP BY TO_CHAR(DATA, 'YYYY-MM') , MUNICIPIO ORDER BY 1


2

Você realmente quer usar oracle? Claramente você está cometendo um engano, por que você está usando comandos MySQL, mas o erro apresentado é do oracle (ORA-00933). Se você apenas remover o mydb. do script e executar no MySQL 5.6 do fiddle, tudo funcionará perfeitamente. Veja como ficou no SQLfiddle.


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam