Respostas interessantes marcadas com a tag

18

Finalmente encontrei o tempo pra dar a minha resposta. :) O colega @AndersonBS já te deu o caminho das pedras na resposta dele: uma vez tendo a região (um objeto cv::Rect com o retângulo definido pelas coordenadas x e y, largura width e altura height) onde está a face humana, copiar algo em cima é relativamente trivial pois basta utilizar essa região de ...


16

Classificadores Um classificador é um sistema computacional que, tendo alguns dados de entrada que caracterizam um exemplo de algo, classifica esse algo dentre algumas opções. O uso de classificadores na Visão Computacional é o mais diverso. Exemplos ilustrativos famosos são aquelas máquinas que separam tomates maduros de verdes ou grãos de café maduros de ...


10

Nota: Este é apenas um pequeno "puxão de orelha" que você merece, antes da resposta efetivamente. Esta já não é a sua primeira pergunta por aqui, e eu já te disse algumas vezes que este site não é um fórum. Não é todo membro da comunidade que tem paciência e mesmo disponibilidade pra ficar perguntando e descobrindo as informações relevantes aos ...


8

O que você está procurando pode ser alcançado através da definição de uma ROI (Region of Interest - Região de Interesse) na imagem original. Uma ROI especifica uma área de interesse dentro de uma imagem e possibilita extrair esta subregião para um novo cv::Mat, ou inserir uma outra imagem dentro desta. São exatamente estes procedimentos que o código a ...


7

A documentação não mistura os nomes "negative" e "background". Creio que você entendeu errado mesmo. Uma "imagem negativa", no contexto de treinamento de um reconhecedor do OpenCV, significa uma imagem que não contenha o objeto de interesse (o que vai ser reconhecido). De forma similar, uma imagem "positiva" nesse mesmo contexto significa uma imagem que ...


7

O problema é que a função waitKey do OpenCV depende da existência de uma janela para capturar uma tecla pressionada (isto é, a tecla é de fato pressionada no contexto da janela que, portanto, precisa não apenas existir como também estar com o foco). Se você não cria uma janela e usa essa função com um timeout (você usou 1 milissegundo), a função apenas ...


7

Para fazer o que você precisa, basta percorrer os pixels da imagem usando a função Mat::at. Essa função permite acessar o valor de um pixel em uma dada coordenada x e y. Conversão para Cinza A conversão para tons de cinza pode ser realizada de algumas formas diferentes. O jeito mais simples é com o método da média: você basicamente tira a média dos valores ...


5

Conforme os comentários na pergunta, eu estava passando muitas imagens relativamente grandes (-w 86 -h 150) como parâmetro. Como a engine do OpenCV aloca as imagens e os exemplos em memória antes de gravar no disco, ocorria o estouro devido ao tamanho e quantidade. Para solucionar o problema, reduzi o tamanho das imagens de exemplo não estourou mais a ...


5

Os algoritmos de detecção facial funcionam a partir features (características) faciais. Assim, determinadas features devem estar presentes na foto para que o algoritmo consiga extrair os dados necessários e determinar se o objeto sendo avaliado é uma face ou não. É completamente possível ter uma porcentagem alta de exposição de uma face na foto e ainda ...


5

Para extrair você pode utilizar o Grab Cut do OpenCV Um exemplo pode ser visto no tutorial "Interactive Foreground Extraction using GrabCut Algorithm" Código Utilizando o código do exemplo: import numpy as np import cv2 from matplotlib import pyplot as plt img = cv2.imread('C:\\Users\\Desktop\\teste\\FHB9o.jpg') mask = np.zeros(img.shape[:2],np.uint8) ...


5

O erro é bem descritivo, você está pegando uma tupla e tentando dividir por 2. Você só pode dividir um número, não um conjunto de dados. A documentação é bem falha, mas no fim consegui achar que a variável img.shape está recebendo mesmo uma tupla com alguns dados da imagem. Você não pode pegar essa tupla, mas pode desconstruí-la em variáveis e aí pegar uma ...


4

A iteração sobre os pixels de uma imagem com Mat é feita da forma que você já utiliza mesmo. Eis um programa de exemplo: #include "opencv2/core.hpp" #include "opencv2/opencv.hpp" using namespace cv; int main(int argc, char**argv) { Mat m; m = imread("C:/temp/teste.bmp", 0); for(int x = m.rows-1; x < (m.rows); x++) { for(int y = ...


4

Depois de muito discutir eu finalmente entendi que o que você queria fazer (e não foi por mérito seu, diga-se de passagem; por isso, fica a dica: no futuro, procure focar no problema ao invés de focar numa solução que você acha que funciona). O que você quer não é executar o Cascade dentro de uma área limitada (até porque isso não faz sentido algum!). ...


4

Busquei no SO em inglês e vi que meu slice no array estava errado, eu faço o seguinte: array[inicio:fim][incio:fim] Porem o correto serio assim: array[inicio:fim, inicio:fim] A ideia do crop na imagem está correta mas a minha aplicação foi falha.


4

Com ret, corners = cv2.findChessboardCorners(img, (5, 4),cv2.CALIB_CB_ASYMMETRIC_GRID), você está utilizando a matriz de padrão (5, 4). Mas se observar no tabuleiro de xadrez impresso, a folha de padrão é (7, 9) e 20 mm x 20 mm. Então utilizando o tutorial oficial de Calibração, o seguinte código é criado: Código import numpy as np import cv2 as cv ...


4

Pelo que entendi suas "matrizes" são matrizes comuns de imagens que tem o formato (n, n, 3) correto? e voce quer comparar as ocorrencias dos canais RGB dentro das mesmas, certo? Como vc não criou um exemplo completo e verificável, para entender o contexto, criei um, veja se é o que vc quer: TL;DR import numpy as np # Criação das imagens: img_terra = np....


4

Fazer em C++ não vai deixar isso muito mais rápido. Isso por que apesar de Python ser sim uma linguagem lenta, todas as chamadas que realmente consomem recursos nesse algoritmo (e em outros similares), são executadas em código nativo. Isso é: quando você chama algo como matches = bf.knnMatch(des1,des2, k=2) (que possivelmente é uma das chamadas que consome ...


3

De todas as pesquisas que eu fiz a respeito desse assunto não foram satisfatórias, mas segundo respostas no site da Open CV chegamos a uma conclusão de que devemos treinar os dois tipos de placa separado, ou seja treinamos os vetores para busca de placa em um cascade para placas de veículos e outro cascade para busca de placas de notos. Dentro do software é ...


3

Não conheço nenhuma solução client-side (JS) que possa realizar, com um grau decente de precisão, este tipo de funcionalidade. Você pode, entretanto, utilizar uma solução server-side. Uma das possibilidades é OpenCV, uma biblioteca opensource (BSD) multiplataforma desenvolvida pela Intel que possui vários módulos interessantes para processamento de imagens....


3

Sim, tem como. Crie a janela antes de usar, definindo o seu tamanho como normal. Então use a função setWindowProperty para definir a janela como tela cheia. Exemplo de código comentado: import cv2 # Define a janela de exibição das imagens, com tamanho manual e em tela cheia winName = 'Janela de Teste para o SOPT' cv2.namedWindow(winName, cv2.WINDOW_NORMAL)...


3

Procure pelo pacote opencv em python com o pip, no exemplo abaixo estou em um ubuntu 16, em uma env python3: ~$ pip search opencv | grep "^opencv" opencv-python-armv7l (3.2.0) - opencv-python on armv7l. opencv-contrib-python (3.2.0.7) - Wrapper package for OpenCV python bindings. opencv-cython (0.4) - An alternative OpenCV wrapper opencv-...


3

Uma forma de você resolver esse seu problema é procurando uma abordagem relacionada a facial landmarks. Você precisa acompanhar as marcações referentes aos olhos e calcular o fechamento dos olhos com base na distância das marcações. Abaixo está uma representação 2D de marcações faciais (facial landmarks). Considerando elas em um plano cartesiano, podemos ...


3

O erro estava nessa linha: classificador = cv2.CascadeClassifier('\home\linux\Documentos\deteccao\haarcascade_frontalface_default.xml') A barra correta a ser utilizada: classificador = cv2.CascadeClassifier('/home/linux/Documentos/deteccao/haarcascade_frontalface_default.xml')


3

Tenta fazer assim dentro dos dois for: Vec3b pixel = img.at<Vec3b>(i,j); Vec3b result = logPoint(pixel); dest.at<Vec3b>(i,j)[0] = result[0]; dest.at<Vec3b>(i,j)[1] = result[1]; dest.at<Vec3b>(i,j)[2] = result[2];


3

Solução Criação da máscara com: morphologyEx com cv2.MORPH_CLOSE cv2.blur para borrar a imagem Binarização com a flag cv2.THRESH_BINARY_INV+cv2.THRESH_OTSU Floodfill para eliminar os cantos da máscara Recortar da imagem original o encontrado pela máscara, com lógica AND Canny Edges para encontrar os fios cabelo e depois dilatação Retira da imagem ...


3

Imagens em OpenCV sáo arrays, voce está esquecendo de usar os indices do array para pegar a cor #auxCor em B, G, R auxCor = imgThresh[i, j] Nao sei se o seu trabalho é só um exercicio, mas voce pode usar a funcao cv2.inRange do opencv para saber se uma cor esta dentro de determinado intervalo Edit: Atualizando a resposta. O threshold te retorna 2 ...


3

O for em Python é sempre um for each: ou seja, ele sempre vai percorrer os elementos de uma sequência, no caso a sua facesDetectadas, e não, como é necessário na maior parte das outras linguagens, um for que vai fazer uma variável de índice assumir um valor de 0 até o comprimento da sequência, para dentro do for ter-se que obter o elemento da sequência (por ...


2

// Se o usuário pressionar a tecla ESC if cv.WaitKey(10) == 27: // Exibir o relatório Relatorio_Movimentos(Parado, Aj_Sup, Aj_Inf, Dir, Esq, Frt, Trs) // Observe que se a função acima exibir uma janela do OpenCV, você deve invocar: //cv.WaitKey(0) break


2

Com a ajuda do @karlphillip consegui chegar em uma solução: cv::cvtColor(mat_input, mat_rgb, cv::COLOR_BGR2RGB); int sz = mat_rgb.rows * mat_rgb.cols * mat_rgb.channels(); unsigned char* imageBuf = new unsigned char[sz]; memcpy(imageBuf,mat_rgb.data, sz); ipcMatrix<ipcRGB> input = ipcMatrix<ipcRGB>(mat_rgb.cols, mat_rgb.rows, (ipcRGB*)imageBuf)...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam