Respostas interessantes marcadas com a tag

16

Você pode filtrar os valores usando uma expressão no índice: import numpy as np a = np.array ( [1, 2, np.nan, 4] ) # Filtra NaN filtrado = a[~np.isnan(a)] A expressão np.isnan(a) retorna um vetor de booleanos indicando, para cada posição do array a, se ele é ou não NaN. O ~ nega esse vetor. Então você usa o mecanismo de indexação booleana para selecionar ...


6

Tente isto: a = array( [1.1, 2.2, 3.3] ) b = array(a, 'int') File "<stdin>", line 1, in ? TypeError: Array can not be safely cast to required type b = a.astype(Int)


5

Os arrays do tipo numpy.ndarray tem um método para conversão de tipo: import numpy as np a = np.array( [1.1, 2.2, 3.3] ) b = a.astype('int') print b [1, 2, 3] Deve-se tomar cuidado, contudo, ao lidar com arrays muito grandes, já que o astype cria uma cópia do array em memória.


5

A função np.c_ basicamente cria duas colunas com os arrays informados: se você informa: np.c_[np.array([1,2,3]), np.array([4,5,6])] ele cria: array([[1, 4], [2, 5], [3, 6]]) A função np.ones() cria um array de 1's. A função array.shape modifica a forma do array, como o seu está originalmente na horizontal, ele está transformando em array ...


4

Acho que uma iteração por lista já resolve o seu problema sem precisar do astype. Utilizando compressão de lista é possível realizar essa conversão de forma bem mais simples: a = [1.1,2.2,3.3] b = [int(x) for x in a] O resultado de print b será: >>[1, 2, 3] Claro que isso só valerá se forem elementos válidos para se converter, caso existam ...


4

Sugestão de solução (as matrizes de exemplo A e b poderiam ser criadas de forma mais automática, mas assim eu achei que o exemplo ficaria mais didático): import numpy as np A = np.array([ [1, 2, 3, 4], [5, 6, 7, 8], [9, 10, 11, 12], [13, 14, 15, 16] ]) b = np.array([17, 18, 19, 20]) # Cria uma nova matriz com 1 coluna a mais Ab = np.zeros((A.shape[0], A....


4

Você pode calcular a soma das colunas diretamente com a função sum, informando o parâmetro: eixo 0 ('axis=0'): In [20]: mat.sum(axis=0) Out[20]: array([55, 60, 65, 70, 75]) Documentação: sum


4

Usando a função numpy.average você consegue calcular a média dos valores de um array para um determinado eixo. Ex: matriz = np.array([ [5, 5, 5], [5, 5, 5], [10, 10, 10] ]) #media para o eixo Y media = np.average(matriz, axis=0) Saída da variável media: [6.66666667 6.66666667 6.66666667] Na documentação você pode ver melhor sobre os ...


4

As funções argmax e argmin retornam, respectivamente, os índices do maior e do menor valor de um array. Uma ressalva é que, em caso de dois valores iguais serem os maiores (ou menores), elas retornam apenas o índice do primeiro. Dado um array: a = numpy.array([[0, 10, 2], [11, 4, 5]]) Usar numpy.argmax(a) retorna o índice do maior valor do ...


4

Bom dia amigo, Pelo que você está relatando o problema não está no pycharm e sim no interpretador do projeto. Você deve ir em : Arquivo(File) -> Configurações(Settings) -> Projeto(project) -> Interpretador(Interpreter) Na janela que abrir basta clicar na engrenagem e adicionar o interpretador do Python desejado. Caso esteja querendo adicionar algum pacote ...


4

Esse método conta a ocorrência de cada método no array. o número 0 aparece 1 vez O número 1 aparece 3 vezes O número 2 aparece 1 vez o número 3 aparece 1 vez 0 0 0 Esses zeros é até chegar no último elemento uma vez que o vetor de saída, por padrão, é do elemento length max de array + 1. o número 7 (último elemento) aparece 1 vez


4

Para responder esta questão podes utilizar o seguinte código: import numpy as np v = np.random.randint(0, 21, 10) print(v) Observe que o vetor v será montado com 10 valores que pertençam ao intervalo fechado [0, 20]


3

type é um nome embutido da linguagem Python - é uma chamada que ou identifica o tipo de um objeto, ou cria um tipo novo. dtype é o nome de um parâmetro/membro de objetos da biblioteca numérica numpy. Embora o numpy seja muito popular, não se pode confundi-lo com o núcleo da linguagem - nem dtype é universal - mesmo no numpy é um atributo ou parâmetro que ...


3

Uma forma de você resolver esse seu problema é procurando uma abordagem relacionada a facial landmarks. Você precisa acompanhar as marcações referentes aos olhos e calcular o fechamento dos olhos com base na distância das marcações. Abaixo está uma representação 2D de marcações faciais (facial landmarks). Considerando elas em um plano cartesiano, podemos ...


3

O for em Python é sempre um for each: ou seja, ele sempre vai percorrer os elementos de uma sequência, no caso a sua facesDetectadas, e não, como é necessário na maior parte das outras linguagens, um for que vai fazer uma variável de índice assumir um valor de 0 até o comprimento da sequência, para dentro do for ter-se que obter o elemento da sequência (por ...


3

np.random.seed(0) define que a geração randômica de números seguirá um padrão pré definido. Ao fazer np.random.seed(0), a próxima chamada de numpy.random.rand(n), sendo n o tamanho do vetor a ser gerado, seguirá um padrão fixo. Por exemplo, sem definir uma seed, chamadas iguais de numpy.random.rand(n) retornariam resultados diferentes. >>> numpy....


3

Consegui. x['D'] = np.where((x.A > 0) | (x.B > 0), True, False)


3

Tem que lembrar que o numpy.ndarray não é só pra matrizes bidimensionais, como estamos acostumados, mas sim, para "arrays multidimensionais" - então, se você tem uma matriz bidimensional, e não passa nenhum parâmetro, ele faz a transposição como estamos acostumados. Se o parâmetro for passado, ele indica quais eixos serão trocados com quais - isso é, no ...


3

Não sei se é bem isso que vc quer, mas veja se lhe ajuda. Primeiro tem uma função que cria um outro dataframe com os totais def total(tabela): valor = {"Nome": "Total"} for coluna in tabela.columns: if coluna != "Nome": valor[coluna] = tabela[(tabela[coluna] != 'X') & (tabela[coluna] != '-')][...


3

Você pode utilizar o np.random.randint para gerar o número aleatório, neste caso os números podem repetir. Este retorna uma lista: v = [np.random.randint(0, 21) for i in range(10)] type(v) list Este retorna um numpy array: x = np.random.randint(21, size = 10) type(x) numpy.ndarray


2

Acredito que a solução padrão para o seu problema é utilizar a função filter cuja sintaxe é: filter(função_booleana, valor_interavel) Para cada valor em valor_interavel, a função executa função_booleana com o valor, filtrado-o do resultado caso a função_booleana retorne falso. Você pode utilizar em conjunto com isnan assim: filter(np.isnan, seu_array) O ...


2

O que eu acho que está acontecendo é que, do jeito que você escreveu, seus dados estão sendo importados como strings. Você também definiu mensagem e no como bidimensionais, onde cada elemento é um vetor separado. Aí, nessa linha... no[i]=(entrada[x][1]) ...você tenta atribuir uma de suas colunas (um valor string, como "14") a um vetor. Como strings se ...


2

Uma outra alternativa é usar o conda: http://continuum.io/downloads Eles também fornecem pacotes binários para várias plataformas. Nunca testei no Windows, mas deveria funcionar. No Mac foi o jeito mais fácil que encontrei pra instalar toda a suite de ciência sem dores de cabeça.


2

Se por "permuta" você quer dizer transpor linhas x colunas, você faz assim: import numpy as np teste = np.array([i for i in range(1,41)]).reshape((10,4)) print('Normal:') print(teste) print('Transposta:') print(teste.T) Resultado: Normal: [[ 1 2 3 4] [ 5 6 7 8] [ 9 10 11 12] [13 14 15 16] [17 18 19 20] [21 22 23 24] [25 26 27 28] [29 30 31 ...


2

Deve fazer uma cópia para que r2 para que não aponte para o mesmo objecto: import numpy r = numpy.arange(36) r.resize(6,6) r2 = numpy.copy(r[:3,:3]) r2[:] = 0 Fazendo print(r) o output vai ser: [[ 0 1 2 3 4 5] [ 6 7 8 9 10 11] [12 13 14 15 16 17] [18 19 20 21 22 23] [24 25 26 27 28 29] [30 31 32 33 34 35]] E o output de print(r2): [[0 0 0] ...


2

Ficou um pouco vago na parte Mas o programa não quer rodar Rodei aqui o seu programa sem grandes dificuldades, você sabe o que a função interp1d faz? por default ele faz uma interpolação linear com os seus dados de entrada x e y, ele retorna uma função na qual pode ser usado para encontrar qual é o valor interpolado de um dado ponto específico. código: ...


2

Outra maneira é: import numpy as np a = np.array([ [1, 2, 3, 4], [5, 6, 7, 8], [9, 10, 11, 12], [13, 14, 15, 16] ]) b = np.array([[17, 18, 19, 20]]) out = np.concatenate((a,b.T), axis = 1)


2

Então, o que acontece é que, como você viu, existe uma discussão muito grande sobre o que essa função deve retornar, havendo várias opiniões divergentes. Se você acompanhar a issue referente a isso verá que ela foi marcada como tarefa para a versão 1.11. Mas, para esclarecer esse comportamento, basta olhar o código: na versão 1.10.1 ela ainda continua ...


2

Então, a primeira coisa é sobre a criação das dummies. Sempre quando você cria as dummies, você deve dropar uma coluna delas. Se existem n categorias devem existir n-1 colunas de dummies. Isso é o que é chamado de Dummy Variable Trap. O processo do OneHotEncoder deveria, por natureza, sempre criar a coluna com o mesmo número de linhas do dataset todo. Ao ...


2

O problema está no formato do seu valor, como string. Você está utilizando a vírgula como separador decimal, mas o Python utiliza o ponto. Isto é, para converter para float, sua string deveria ser algo como '16.94'. Você pode, antes de converter para float, tentar substituir a vírgula pelo ponto: float('16,94'.replace(',', '.'))


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam