Respostas interessantes marcadas com a tag

3

Isso depende da engine do banco. Semanticamente falando, o JOIN é mais claro, mas do ponto de vista de performance precisa ver o plano de execução da query. Montei essa tabela do seu exemplo e extrai o plano de execução de ambas as queries e o resultado foi o mesmo: Schema (MySQL v5.7) create table Bancos ( Cod int primary key, Nome varchar(50) ); ...


2

Simples, é só fazer o join como no exemplo acima: DELETE Produtos, Fotos FROM Produtos INNER JOIN Fotos on Fotos.id_produto = Produtos.id WHERE Produtos.id = '$id'"


1

Ao declarar a função dessa forma você está dizendo que ela receberá um parâmetro. Declarando a função. function ExibirCarrinho($parametro) { $exibirCarrinho = "SELECT * FROM carrinho"; $exibirCarrinho = $parametro->prepare($exibirCarrinho); $exibirCarrinho->execute(); while ($row = $exibirCarrinho->fetch(PDO::FETCH_ASSOC)) ...


1

Conforme documentação, a assinatura do método é mysqli_result::fetch_object. Ou seja, ele deve ser executado no resultado da query, não na query em si. Por exemplo: if ($result = $mysqli->query($sql)) { $obj = $result->fetch_object(); $result->close(); }


1

Não posso comentar ainda, então vou responder, vejo que: 1 - ID é auto increment, não passe na query, retire o id, e o valor; 2 - Está passando float com virgula, deve ser ponto. Acredito que seja um começo, pra solução


1

Avalie se é isto o que deseja: SELECT id_cliente, SUM(valor) as total FROM cde_venda_detalhe GROUP BY id_cliente ORDER BY total DESC LIMIT 3;


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam