Respostas interessantes marcadas com a tag

13

A coisa mais importante, geralmente, é não configurar posse e permissões desnecessárias para o funcionamento do cron no seu sistema operacional. Use o princípio do privilégio mínimo. Por exemplo, você não precisa rodar esse script como root, em primeiro lugar. Crie um usuário no seu sistema específico para a tarefa (assumindo adduser), se for o caso, ponha-o ...


12

Você precisa especificar o caminho completo da tabela; estando ela em outro servidor, deverá especificar não só o server mas também banco e esquema: [server].[database].[schema].[table] Ficando algo tipo assim: SELECT tabelaServerA.clinte AS CLIENTE, tabelaServerB.enderecoCliente AS ENDERECO FROM [127.0.0.1].dbo.schemaDaTabelaCliente.cliente ...


10

Se você vai digitar manualmente os IDs: delete from paginasimagens where idPaginasImagens in (121, 122, 123) Se os IDs vêm de uma consulta: delete from paginasimagens where idPaginasImagens in (SELECT idPaginasImagens FROM outraTabela) Se você quer deletar uma sequência de IDs: delete from paginasimagens where idPaginasImagens between 1 and 30


8

Cem mil parece uma quantidade quase irrisória e não muda nada no que está fazendo, então não se preocupe com isto. Ter 200 caracteres também é irrisório. Ter menos tabelas sempre torna mais rápido, se souber o que está fazendo. Sem saber qualquer coisa pode dar problema. Toda modelagem de dados deve ser feita baseada em requisitos reais existentes e bem ...


8

Segundo a documentação do MySQL: Uma expressão select pode receber um alias usando AS alias_name. O Alias é usado como o nome da coluna da expressão e pode ser usado em: ORDER BY, GROUP BY ou HAVING. Por exemplo: SELECT CONCAT(last_name,', ',first_name) AS full_name FROM mytable ORDER BY full_name; A palavra-chave AS é opcional quando criando um alias ...


8

Pense da seguinte maneira: Navegação entre as páginas: O total de páginas é o total de registros dividido pela quantidade por página, por exemplo: 1000 registros, 100 registros por página = 10 páginas É necessário uma consulta para pegar o total de registros além da consulta de cada página Relação entre o número da página e o limit Cada página ...


7

Sim, é possível! Basta não informar a cláusula values substituindo-a por uma query select. Veja na prática (sem aplicar a cláusula where): > INSERT INTO `insert_select` VALUES ('12:00:00', 100, 125, -25); > SELECT * FROM `insert_select`; +----------+------+------+-----------+ | t | val | lead | lead_diff | +----------+------+------+-----------...


7

Como o nome diz, FILTER_SANITIZE limpa o dado removendo caracteres indesejados de acordo com o critério daquela sanitização escolhida, mas ele não indica se é válido ou não. Ele mexe no dado. Já FILTER_VALIDATE valida se o dado é válido ou não, de acordo com o critério daquela validação escolhida. Ele responde como está o dado. Em muitos casos ambos devem ...


6

GROUP BY A claúsula GROUP BY aceita dois tipos de informação: texto e inteiros. Quando um valor inteiro é informado, você estará informando — implicitamente — a posição da coluna que será utilizada na cláusula supra. Exemplo: SELECT `id`, `name`, `gender` FROM `users` GROUP BY 3 Equivale ao código: SELECT `id`, `name`, `gender` FROM `users` GROUP BY `...


6

Utilize o operador BETWEEN para obter o resultado desejado, utilizando o primeiro valor (que estará incluído na exclusão) e o último valor (que também será deletado): DELETE FROM paginasimagens WHERE idPaginasImagens BETWEEN 121 AND 123; BETWEEN If expr is greater than or equal to min and expr is less than or equal to max, BETWEEN returns 1, ...


6

A própria documentação cita isso: To determine all possible values for an ENUM column, use SHOW COLUMNS FROM tbl_name LIKE 'enum_col' and parse the ENUM definition in the Type column of the output. Que em tradução livre: para determinar todos os possíveis valores de uma coluna ENUM utilize SHOW COLUMNS FROM tbl_name LIKE 'enum_col' e trate a definição do ...


6

Utilize a cláusula GROUP BY com a função de agregação MAX: SELECT Cliente, MAX(Data_Registro) FROM clientes GROUP BY Cliente ORDER BY Cliente;


6

Você precisa de um update com join. Algo assim (não testado, faça um backup do banco antes de rodar): UPDATE Ordem_servicos os INNER JOIN orcamentos AS o ON o.id = os.orcamento_id SET os.cliente_id = o.cliente_id;


6

O problema é o uso do operador lógico AND indevidamente: ORDER BY `transaction_DATE` AND `transaction_HOUR` DESC LIMIT 8 ^^^ Se quer ordenar por mais de uma coluna, separe por vírgula, começando sempre da rdem com mais prioridade para a menor: ORDER BY expressao1, expressao2, expressao3 Aplicando ao seu caso: SELECT * FROM `...


6

Você pode fazer join usando a mesma tabela com aliases diferentes, segue o exemplo: SELECT t1.PARCEIRO, t1.TELEFONE FROM tabela as t1 JOIN tabela as t2 /* mesmo telefone */ ON t1.TELEFONE = T2.TELEFONE /* parceiro diferente */ and t1.PARCEIRO <> t2.PARCEIRO /* and t1.PARCEIRO != t2.PARCEIRO */ ORDER BY t1.PARCEIRO, t1.TELEFONE


6

Verifique se a diferença entre as datas é um múltiplo de 7: select * from tabela where MOD(DATEDIFF(CURDATE(), data), 7) = 0; Esse select vai trazer inclusive um registro com data = CURDATE(), portanto se não quiser isso acrescente and data != CURDATE(). Ou ainda, se quiser estritamente datas anteriores à atual acrescente and data < CURDATE() e, claro, ...


5

Select simples: select * from Tabela A inner join Tabela B on A.Col1 = B.Col1 inner join Tabela C on A.Col1 = C.Col1 left join Tabela D on B.Col1 = D.Col2+D.Col3 Utilizei aqui o left join para a tabela D por entender que é uma chave composta e pode não trazer resultados necessários para o join. Espero ter ajudado.


5

Se existisse uma regra única já teria tudo pronto e não precisaria ninguém mais pra fazer. As empresas não pagam programadores para fazer o que já está feito. Programadores são pagos para criar a melhor solução para aquele problema específico, o problema dela, que atende todos requisitos, e geralmente o desenvolvedor é que deve achar esses requisitos, ...


5

Eu faria parecido com o que o Arthur fez, só que atribundo a importancia do resultado a um valor. Por exemplo: Se houver resultado no título atribui ao resultado 2 Se houver resultado no conteúdo atribui ao resultado 1 Soma tudo, e coloca em ordem decrescente ( DA MAIOR RELEVÂNCIA PARA A MENOR) O Select ficaria assim: SELECT titulo, id FROM tabela ...


5

"- Só que eu gostaria que cada vez que eu adicionasse dados nesse campo, os itens fossem exibido na página HTML quebrando linha. Ou seja, Cada clube ficasse em uma linha." Uma das várias alternativas e que julguei ser bem simples, é adicionar uma quebra de linha a cada valor adicionado no seu banco de dados. E na hora de mostrar, já no PHP, utilizar a ...


5

Crie um índice para a sua tabela: ALTER TABLE quiz_resolvido ADD INDEX quiz_resolvido_index (id_usuario, id_quiz); Mais informações na resposta da pergunta Índices em consultas no MySQL e Para que serve o índice INDEX no MySQL?. A resposta do Alex com relação ao NOT EXISTS também deve melhorar um pouco a performance, só que, talvez, não seja o suficiente.


5

O resultado da evocação à função mysqli_query não é um valor escalar, mas sim objeto do tipo mysqli_result (PHP: mysqli::query - Manual). O que precisa fazer é obter o valor da data para depois utilizar no DELETE a seguir, desta forma: $select_data = "SELECT DT_VENCIMENTO FROM tbl_atividades WHERE codigo = $codi"; $result_select_stand = mysqli_fetch_assoc(...


5

A razão é que uso de operadores de comparação com NULL não se comporta como seria esperado. Isso pode ser verificado da seguinte forma: WHERE nacionalidade NOT IN ('Americana', 'asdf', 'VENEZUELA', 'VENEZUELANO - BRASILEIRO'); pode ser traduzido para: WHERE NOT ( nacionalidade = 'Americana' OR nacionalidade = 'asdf' OR (...)) que, eliminado o NOT, é ...


5

SELECT CONCAT(u.nome,' ', u.sobrenome) nome_completo FROM usuarios u


5

Da mesma forma que usou um AND, é só usar um OR quando quer um ou outro. Mas mais que aprender como faz isso minha sugestão é estudar lógica relacional. SELECT * FROM `app_product` WHERE app_category = 6 AND (app_sub_category = 181 OR app_sub_category = 182) Coloquei no GitHub para referência futura. Poderia usar o operador de IN como na outra resposta, ...


5

O erro já diz a origem, que é em 'where clause'. O alias, não muda nada nesse caso, já que o WHERE permanece como id = 3. Você fez certo no select e errado no where. A solução, mesmo sem alias, seria usar: select deals.id from funnels inner join deals on deals.funnel_id = funnels.id where deals.id = 3 Claro, como é ambíguo, estou considerando que esteja ...


5

Você não precisa fazer múltiplas seleções para isso, basta fazer a seleção de todos os dados, agrupar por instância e somar os registros por mês: SELECT instancia, SUM(CASE WHEN MONTH(ura_data) = 1 THEN 1 ELSE 0 END) as "Jan", SUM(CASE WHEN MONTH(ura_data) = 2 THEN 1 ELSE 0 END) as "Fev", SUM(CASE WHEN MONTH(ura_data) = 3 THEN 1 ELSE 0 END) ...


5

Como se trata de um sorteio em que não há repetição de valores nas colunas, pode usar o operador IN: SELECT COUNT(*) FROM sorteiosanteriores WHERE 20 IN (bola1,bola2,bola3,bola4,bola5,bola6 ... bola15) Veja funcionando no SQL FIDDLE. Agora, precisa ver se essa modelagem "horizontal" é a melhor solução. Provavelmente uma tabela ...


5

Seu código tem alguns problemas, mesmo que ele funcione, está errado. Não vou falar de todos em detalhes. O uso errado exceções, só aconselho pesquisar o assunto aqui mesmo no site para começar fazer certo, você está piorando as exceções existentes. Também pesquise sobre o uso de int.Parse(txtId.Text), isto junto com exceção errada será um enorme problema, ...


5

Nenhuma. Se você verificar a documentação do MySQL verá que é colocado joined_table: table_reference {[INNER | CROSS] JOIN | STRAIGHT_JOIN} table_factor [join_specification] | table_reference {LEFT|RIGHT} [OUTER] JOIN table_reference join_specification | table_reference NATURAL [INNER | {LEFT|RIGHT} [OUTER]] JOIN table_factor Onde podemos destacar ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam