Respostas interessantes marcadas com a tag

9

A diferença de tracejados tem a haver com o uso de chaves primárias de uma tabela para outra. No caso de usares --- vais buscar a chave primária da tabela com a qual estás a fazer a relação, ficando a mesma como chave secundária. No caso do ___, importas chave primária de uma tabela para a outra, mas agora ficando como chave primária e não como secundária. ...


7

Pelo menu Query -> Execute (All or Selection) Atalho no windows ctrl + shift + enter Atalho no Mac command +shift + enter


7

Olá, tudo bem? Você está definindo a coluna Pessoa_idPessoa da tabela Funcionario, como Primary key, para que o seu problema seja resolvido, basta removê-lo e refazer a relação para solucionar o seu problema.


6

Você pode exportar o seu banco no Workbench em Management-> Data Export. Selecionar a database, escolha o diretório e nome do arquivo e clique em Start Export. Será gerado um arquivo sql. Em outro computador, no Workbench, clique em Management-> Data Import/Restore, procure o arquivo sql gerado anteriormente e clique em Start Import. Este é a versão 6.1 do ...


6

De acordo com membros que passaram pelo mesmo problema no Stack Overflow Inglês, é só reiniciar o Workbench que resolve. https://stackoverflow.com/questions/13890021/mysql-workbench-error-opening-eer


5

Tive um problema muito similar e consegui resolver da seguinte maneira: 1) Abra os serviços do windows: 2) Localize o serviço do Mysql e vá até a aba de Logon 3) Modifique o usuário colocando o usuário que você usa em seu Windows (este usuário deve ter senha e ser administrador). Repare na imagem abaixo que no campo de usuário tive que colocar .\ e então ...


5

Vá no menu Server, Data Export. Em Object Selection, selecione o banco que você deseja fazer o Bkp. Lá embaixo, em Options, selecione a opção que deseja para fazer o salvamento: Export to Dump ou Export to Self-Conteined File. Selecione o caminho desejado e clique em Start Export. Para você fazer a importação, selecione Data Import no menu. Selecione o ...


5

Para listar todos os status do banco, digite: SHOW STATUS; E para pegar eventos de execução, inclusive a própria abaixo: SHOW STATUS where Variable_name='Com_show_status'; Para pegar somente status de conexão: SHOW STATUS where Variable_name like '%connect%';


4

O recurso de Database Migration do Workbench só funciona para importar de outros bancos de dados para o próprio MySQL, não o contrário. Repare que a sessão target só é possível especificar uma conexão ao MySQL, e não com outros sistemas. Você deve então fazer o contrário e utilizar o SQL Server Import and Export Wizard. Essa resposta mostra de forma ...


4

Qual o comando SQL para mostrar o número máximo de conexões ativas(possíveis) no MySql? select @@max_connections; @@max_connections é uma váriável global. Agora se quer saber quantas conexões estão ativas seria assim: SHOW STATUS WHERE `variable_name` = 'Threads_connected'; Vou deixar um bonus na resposta, tem o comando show processlist que é um comando ...


4

Outra opção para exibir as conexões é: SELECT * FROM INFORMATION_SCHEMA.PROCESSLIST


4

Como descobrir e reportar os bugs do MySQL Workbench: # Microsoft Windows shell> cd "C:\Program Files (x86)\MySQL\MySQL Workbench CE 6.3.4\" shell> MySQLWorkbench.exe -log-level=debug3 # OS X shell> cd /Applications shell> MySQLWorkbench --log-level=debug3 # Linux (Ubuntu) shell> cd /usr/bin shell> mysqlworkbench --log-level=debug3 ...


4

A cardinalidade (neste contexto) não é uma informação encontrada dentro do banco de dados. É um conceito que aplicamos na modelagem geral, para entendermos como é o relacionamento entre as tabelas. Geralmente nos referimos nestes diagramas à cardinalidade esperada no relacionamento. Estes diagramas estão em um nível mais abstrato. É até possível impor a ...


4

A minha sugestão, é que você remova a tabela presença por completo. Você já tem uma tabela chamada pessoa_has_curso - eu sugiro que você crie uma tabela chamada pessoa_has_aula, com FOREIGN KEYS de pessoa e de aula. Eu não tenho o MySQL Workbench para demonstrar, mas criei uma versão reduzida do seu DB. Tabela curso: CREATE TABLE curso ( curso_id INT ...


4

O problema pode ser na configuração do MySQL. No arquivo my.cnf no Linux ou my.ini no Windows procure e deixe esta linha assim: [Mysqld] max_allowed_packet = 16 M Aumentando a capacidade de max_allowed_packet no my.cnf (em [mysqld]) para 8 ou 16M corrige isto.


4

Considerando nomes genéricos das tabelas e campos: SELECT es.nome as estado, ci.nome as cidade, COUNT(pe.id) FROM pedidos pe LEFT JOIN cidade ci ON ci.id = pe.cidade LEFT JOIN estado es ON es.id = ci.estado WHERE pe.datapedido BETWEEN '01/01/2018' AND '31/01/2018' GROUP BY es.nome, ci.nome Na sua estrutura: SELECT es.estado, COUNT(pe.id) FROM pedidos pe ...


4

Não, pelo contrário. Só faça relações onde precisa. Qualquer coisa só faça se puder justificar adequadamente. Na verdade a forma mais usada de relações é por JOIN e nada é necessário previamente para ele funcionar. Só certifique que tem todos os índices necessários para obter a melhor performance. Esta seria a boa prática, ainda que o melhor é entender o ...


3

Então depois de muito pesquisar eu consegui fazer o bat, realmente o script para ser usado era em python, tive que aprender um pouco de python. Sei que não posso responder minha própria reposta que está com recompensa, mas como não obtive uma resposta satisfatória vou colocar-la aqui e também para ajudar caso alguém precise. Segue as linhas principais, você ...


3

Vou te dar o caminho das pedras, mas não vou escrever aqui o arquivo .bat inteiro não. o arquivo.mwb é um arquivo compactado, renomeia ele para .zip e descomopacta ele. procure pelo arquivo .xml e abra ele em um editor de texto Dentro desse arquivo tem todas as marcações de Tag's necessárias para construir o seu .sql que na sequência fazer o dump para ...


3

Se você está utilizando a versão gratuita veja essa questão na base de conhecimento deles. Como acessar o MySQL remotamente: Infelizmente, não suportamos conexões de MySQL externas em plano gratuito, por questão de segurança e performance.


3

Acredito que um simples update resolva o problema UPDATE TABELA SET CAMPO = NULL


3

Use o MySQLdump: mysqldump [dbname] -h [host] -u [user] -p > [endereço onde salvar o dump] pressione enter digite a senha e pronto


3

Cara, não sou programador nem nada, só estou respondendo porque tive esse mesmo problema no Win 10 64 bits. Pesquisei em diversos fóruns e não consegui resolver o meu problema. Do nada o programa parou e não iniciava mais, desinstalei e instalei e nada. Resolvi de maneira alternativa, fui no site MySQL e baixei a versão de 32 bits compactada (já instalado -...


3

Sim, é possível. Uma possibilidade é criar um botão para exportar, quando o usuário clicar nesse botão vc irá ter que formar a sua tabela html da mesma forma que esta gerando para a visualização mas tem que configurar o header para fazer o download do excel. Por exemplo: $html = "<table> <tr> <td>Coluna 1</td> ...


3

É essa tela aqui? Vamos lá, uma por uma: DROP Objects Before Each CREATE Object: exclui as tabelas antes de criá-las novamente Generate DROP SCHEMA: exclui o banco de dados/schema antes de criá-lo novamente Skip creation of FOREIGN KEYS: não cria as chaves estrangeiras Skip creation of FK indexes as well: não cria os índices para as chaves estrangeiras (só ...


3

Modo Correto: INSERT INTO Utilizadores (IDUtilizador,PNome,UNome,Email,PalavraPasse,TipoUtilizador) VALUES ('', 'Ruben','Figueiredo','RubenFigueiredo@gmail.com','RubenFigueiredo','Cliente'); Você precisa na hora de passar o ID, passar ele como NULL (''), pra que o auto_increment funcione corretamente. Dessa forma, ele irá indexar os ids


3

Para o resultado esperado você deve agrupar por número do pedido e cortesia e não tentar separar em colunas diferentes. select No_Pedido, sum(valor), Cortesia from tabela group by No_Pedido, Cortesia;


3

Uma Solução que resolve, mas menos elegante seria fazer uma subquery: SELECT t.ID,sub.contador FROM tabela as t INNER JOIN (select ID, Count(ID) contador from tabela group by ID) as sub ON sub.ID = t.ID É uma solução mais imediativa.


3

Uma das soluções para o seu problema é usando uma SubQuery para mostrar a quantidade de registros, no caso ficaria assim: SELECT id, (SELECT Count(id) FROM tabela t1 WHERE t1.id = t2.id GROUP BY id) AS Count FROM tabela t GROUP BY id


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam