Respostas interessantes marcadas com a tag

63

MVC é nada mais que um padrão de arquitetura de software, separando sua aplicação em 3 camadas. A camada de interação do usuário(view), a camada de manipulação dos dados(model) e a camada de controle(controller). Model Sempre que você pensar em manipulação de dados, pense em model. Ele é responsável pela leitura e escrita de dados, e também de suas ...


53

Recapitulando o que provavelmente você já sabe: Model Contém a conexão com o banco de dados ou a forma como acessar os dados tem a lógica necessária para processar os dados no banco de dados ou outra fonte processa os dados obtidos na fonte e coloca na forma necessária para que as outras camadas possam utilizar adequadamente. Os dados relevantes ao sistema ...


34

Basicamente, a diferença é que MVC possui a arquitetura baseada em Controllers, enquanto que o MVVM possui a arquitetura baseada em ViewModels, e o MVP possui uma camada extra de apresentação, chamada Presenter. E qual a diferença entre elas? O Controller expõe o Model puro, exatamente a representação de dados que deve ser persistida em base. No caso do ...


30

O mais importante quando se trata de arquitetura de software é entender os mecanismos utilizados em cada uma das camadas, seu benefícios e impactos. Os modelos padronizados servem como uma referência para facilitar a aprendizagem, a comunicação entre arquitetos e desenvolvedores e também como referência de boas práticas. Por exemplo, ao invés de alguém ...


24

Vou acrescentar uma outra abordagem ao que já foi dito. O que é um padrão de projeto e a [não] relação com OOP. Padrões de arquitetura ou padrões de projeto, os famosos design patterns, de forma bem objetiva, tem um papel facilitador para executar tarefas repetitivas que já possuem soluções conhecidas que são consideradas adequadas para determinadas ...


23

Esqueça os padrões (por um momento) Certos problemas específicos são resolvidos melhor se não tentarmos encaixar tudo em algum padrão. MVC não é uma bala de prata, é um modelo, um guia que nos ajudar a organizar melhor sistemas complexos. Camadas consistem numa divisão lógica de responsabilidades, mas às vezes é melhor considerar melhor a interação entre ...


21

TDD ou Teste Unitário? Existe uma grande diferença entre TDD e Teste Unitário. O TDD tem como base testes unitários, mas ambos conceitos não são exatamente sinônimos. TDD (Test Driven Development) é uma metodologia de desenvolvimento que mede o progresso do projeto de acordo com os resultados dos testes. Teste Unitário é um dos tipos de teste que se ...


21

O que é a View em um modelo MVC? View é a apresentação de dados, é a saída, é como o usuário irá ver o que foi produzido por uma ação da aplicação, e é a forma como uma entrada de dados ocorrerá e iniciará uma ação por parte do usuário. MVC não pressupõe que use uma arquitetura cliente-servidor, portanto usar esses termos não faz sentido a não ser que o ...


20

O que é a View em um modelo MVC? Parte da resposta dessa pergunta está na sua outra pergunta, quando afirma que Sei que é o que o cliente vê (representação dos dados). Essa exibição pode ser via HTML, XML e em aplicações Desktop veja esse post JAVA DESKTOP MVC. O que pode ser entendido como parte de uma View? View toda a parte a ser exibida para o ...


16

Segundo algumas pesquisas que realizei segue alguns pontos a serem analisados, tudo depende da necessidade do seu software: Action based Quem utiliza esta abordagem: VRaptor, Struts 2, WebWork, Grails/GSP, Play, Spring Web MVC Fácil de se realizar testes; ; Oferece melhor manutenção de código; Necessita de conhecimentos em HTML, CSS e JavaScript. ...


16

introdução MVC é a sigla para Model View Controller, é um padrão de arquitetura utilizado como forma de estruturação geral de código que gera uma interface para o usuário (html/css/js no caso de php). A ideia central é separar a sua aplicação em três componentes lógicos: model. Aqui fica a parte da aplicação que lida com a lógica das sua entidades, os ...


15

No controlador. A sua camada de modelo pode produzir exceções caso seja tentado realizar alguma operação não permitida ou se a operação a ser realizada falha. O controlador então captura este erro e decide como a camada de visão irá mostrá-lo. A camada de visão tem como responsabilidade, mostrar o erro, e talvez capturar uma ação do usuário dizendo o que ...


15

Não é aconselhável colocar as regras de negócio em um serviço, isto é, criar uma camada de serviço para isso. Existe uma grande discórdia se deve ser colocado no model ou no controlador (M ou C do MVC). Como dito pela resposta do @Cigano existem duas premissas para utilizar a lógica no modelo: Usarei essa mesma lógica em dois ou mais lugares do meu código? ...


13

Vou tentar ajudar (espero não causar mais fragmentação - cada resposta aqui está dizendo coisas sutilmente diferentes). Resumo: A pergunta parece se referir à arquitetura MVC: fala de Controller, Model e View. Apresenta o DAL e Negócio como camadas distintas e no mesmo nível que as primeiras 3 (o que é um pouco equivocado, mas mais sobre isso abaixo). Posto ...


13

Correndo o risco de estar dando uma resposta opinativa, eu diria que o ideal é colocá-la no model, pois o model é a camada que representa (ou deveria representar) o estado da sua aplicação, o seu domínio e as suas regras de negócio, enquanto que a finalidade da camada de serviços é apenas prover um canal de integração entre o seu modelo/domínio e o mundo ...


13

Onde deve ficar a regra de negócio no padrão MVC? Se realmente houver lógica de negócio, e principalmente se ela for complexa, ela deve ficar no Model. A preocupação que a criação do pattern MVC (lá nos anos 1970) tentava resolver é a separação entre apresentação e lógica de negócio, e o controller na maiorida das vezes está bastante acoplado com a ...


12

Rosberg, fiz um representação bem grosseira de como poderia representar em UML, segue na imagem abaixo. Em relação a classe de conexão ao banco, o mais indicado seria você utilizar um padrão de projeto, nesse caso o DAO (Data Acess Object). Uma coisa que eu até esqueci de inserir no meu diagrama foi a relação entre as classes dentro dos pacotes. Em UML eu ...


11

Já existe muitas variações do MVC, os próprios Symfony, CakePHP, CodeIgniter dizem utilizar o MVC, mas não é o padrão puro, dizem isso para não assustar a comunidade com as milhares de camadas que possuem. Existem várias camadas que auxiliam as três camadas principais, como uma camada de serviço entre o controller e a model, camada de transferencias de ...


11

MVC como pattern? Na verdade eu classifico o MVC mais como divisão de camadas do que um pattern puramente dito. O MVC veio para distribuir a responsabilidade entre as camadas do projeto. É muito fácil adicionar regra de negócio em meio a sua camada de VIEW, como isso você reduz a coesão e cria um alto acoplamento de suas classes. Quando temos o projeto ...


11

Na minha opinião vale sim, justamente pela organização e pela facilidade (teoricamente) em dar manutenção no código depois. Não sei se você já desenvolve utilizando algum framework que preza pelo MVC, mas quando se usa esses frameworks não importa o tamanho da aplicação, a ideia de se utilizar o MVC sempre está lá, nas pequenas e grandes aplicações. Um bom ...


11

Spring MVC é um framework JAVA, que implementa o design pattern MVC. Suas principais características podem ser visualizadas aqui Entre elas existem: Injeção de dependencia Programação orientada a aspecto incluindo gerenciamento de transações declarativas do Spring MVC para aplicações WEB e web service RESTFul Suporte para JDBC, JPA, JMS Fonte: http://...


11

Vou confirmar o que disse o Victor. E complementar que model não significa uma classe que engloba tudo o que precisa em um controller ou uma view. Se começar modelar pensando em como será usado no controller ou view numa relação 1:1, estará fazendo errado ou acertará por coincidência. O modelo deve facilitar o acesso às informações que precisa, mas não ...


11

Não é correto. É correto usar ASP.NET MVC. Isto é o nome de uma tecnologia da Microsoft. É um nome próprio e deve ser escrito da maneira correta. O nome é uma coisa só. Aí é correto usar para se referenciar a esta tecnologia específica que é diferente de MVC, é diferente do ASP.NET clássico que usa WebForms e principalmente é diferente do ASP clássico que ...


11

Esse é o padrão ou o recomendável a ser? O recomendável é sempre o que é mais simples ou mais rápido. Se a separação é necessária por algum motivo, vá pelo caminho da separação. Pessoalmente falando, raramente faço essa separação de regras de negócio em camadas intermediárias porque não há motivo nos meus sistemas para que isso aconteça. Um bom motivo para ...


11

O principal uso dos namespaces é para organização e para evitar colisão de nomes de classes. O PHP não permite que duas classes tenham o mesmo nome, e para evitar esse problema tínhamos que criar classes muito específicas. O motivador disso foi o inicio dos frameworks em PHP, que vinham como proposta de resolver problemas comuns no desenvolvimento. Só que ...


10

Não posso agora dar um resposta muito completa. Mas posso ajudar em alguma coisa. Essa coisa de organizar em pastas e arquivos é uma coisa que depende da necessidade. O MVC não define nada disto. Cada um faz o MVC como bem entender. O padrão existe para dar uma ferramenta e não para impor um jeito de fazer. Tem várias formas obter o mesmo resultado, ...


10

Provavelmente não estudou o suficiente sobre ele e ainda está apegado à regras que criaram artificialmente sobre isto. Você já usa padrões de projeto o tempo todo, mesmo sem perceber. Esqueça isto como regras, como receitas, como "boas práticas", como algo a ser seguido. E claro que pode usar vários, caso contrário não seria possível criar nada útil. ...


10

Em C# tudo precisa de um tipo. Bem, atualmente, até é possível trabalhar de forma mais dinâmica, mas não é o ponto. Tipos são definidos por classes. No ASP.NET MVC tem-se o costume de tipar as views também. Ou seja, você define que uma view vai receber um objeto e que este objeto deve ser de um determinado tipo que, como já dito, é definido por uma classe. ...


10

Farei uma analogia que eu acho que fica muito fácil entender o que é uma view model. Pensa em um banco de dados, mas só como relação metafórica, não que precise ter relação entre eles. O model da sua aplicação MVC é a tabela do banco de dados. O view model é o equivalente ao que conhecemos de view no banco de dados. Simples, né? No CakePHP e no Laravel o ...


10

no Java, na classe Modelo eu posso criar na classe funcionario o atributo Setor s, porém o PHP não é tipado, como eu poderia resolver esse caso de associação? A maneira como ensinaram OOP para as pessoas é baseado em linguagens estaticamente tipadas então há limitações quando tenta usar orientação a objeto em linguagens dinamicamente tipadas. Há uma forma ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam