Respostas interessantes marcadas com a tag

113

Domain-Driven Design ou Projeto Orientado a Domínio é um padrão de modelagem de software orientado a objetos que procura reforçar conceitos e boas práticas relacionadas à OO. Isso vem em contrapartida com o uso comum do Data-Driven Design ou Projeto Orientado a Dados, que a maioria dos desenvolvedores usa sem mesmo ter consciência disso. Data-Driven ...


84

Otimização só deve ser feita se realmente for muito necessário. Eu duvido que esta otimização valha a pena em qualquer cenário. A regra básica para seleção do tipo quando eles podem ser confundidos é para que vai usá-los. Números representam quantidades. CPF ou CNPJ são quantidades? Não, são identificadores que podem até mesmo mudar, que podem um dia ter ...


54

O que é DDD? Domain-Driven Design (DDD) é uma abordagem de desenvolvimento de software em que o design é orientado pelo domínio, ou seja, pela área de conhecimento à qual o software se aplica. Outra forma de dizer é: em DDD, o design da solução é orientado pelas regras de negócio. Não significa que outros aspectos do software como persistência ou ...


38

Um pouco de história A discussão sobre o uso de null é discutido por desenvolvedores de diversas plataformas. Já ouvi muito isso em Java também. Certa ocasião, conversando com um colega após um NullPointerException ter estourado em produção, ele estava argumentando que null não deveria existir, que alguém, não sei onde, estava tentando remover o null do ...


34

Bom, é sempre preferível utilizar um SGDB que trate dados em árvore de forma natural, melhor ainda quando ele for especialmente desenhado para tal fim, como por exemplo, o Neo4j. Porém existem algumas formas de se trabalhar em SGDB's relacionais, vou enumerar 4 delas: 1. Lista Adjacente Solução mais comunmente utilizada, cada entrada (registro) conhece ...


29

Conceito Em um aspecto global acoplamento é o grau de dependência entre dois "artefatos". Onde artefatos podem ser entidades, métodos, componente, tabelas, enfim qualquer coisa que esteja na outra. Acoplamento baixo - é quando um "artefato", tem pouco ou nada de dependência em relação aos outros. Acoplamento alto - é o inverso do baixo obviamente, sendo ...


29

Primeiro: por que precisa ser orientado a objeto? Vai haver algum ganho desta forma? PJ e PF são entidades separadas A segunda abordagem está completamente equivocada já que se o cliente é uma pessoa jurídica ele não pode ser confundido com uma pessoa física que possui empresas. Até poderia ser em um modelo fictício ou em um caso muito específico em que o ...


28

O Solo Scrum é interessante e, conforme a resposta do @Caputo, foi usado por algumas pessoas com sucesso. Mas tenha em mente que não será um Scrum "puro", já que o foco origina é no Time e vários benefícios da metodologia serão perdidos, como no daily meeting, onde cada um pode expor os impedimentos e obter orientação dos demais. Além disso, estimar ...


27

A resposta curta para a pergunta é Sim! Eu tenho o hábito de pegar alguns projetos freela e o que eu faço é utilizar o ScrumBoard para controlar o que devo fazer e o BurnDown para acompanhar a minha produtividade com o esperado. Neste link ele fala de um Scrum adaptado e chama de SoloScrum. Este outro link traz, em português, uma forma de usar scrum para ...


24

Em teoria, saber o padrão de nomes da cultura que a maioria dos usuários do seu sistema faz parte irá facilitar bastante as coisas, uma vez que o mesmo terá uma aparência mais próxima à que os mesmos estão acostumados. Mas isso também poderá apresentar desvantagens em diversos casos: Se você precisa centralizar os dados de usuários de vários locais (...


24

Modelagem Do ponto de vista de modelagem, essa escolha não parece trazer muita distinção. O espaço ocupado por um ou por outro (seja em memória, em atributos de um objeto, ou em uma tabela em um banco de dados) é praticamente o mesmo. E também não há vantagem alguma em se usar nome ou sobrenome individualmente como identificadores, dado que mesmo o nome ...


24

TL;DR CPF não é um bom candidato para chave primária de banco de dados e provavelmente não é ideal para um "controle", seja lá o que isso signifique para o AP. Nesse caso uma chave substituta costuma ser uma opção melhor. Vai precisar de um "código interno" para complementar, ou até substituir o CPF como identificação do cadastrado. Existem vários motivos ...


23

Primeiro vamos entender que desnormalizar não é a mesma coisa que não normalizar. Desnormalizar é um processo consciente com um objetivo claro. Um banco de dados bem normalizado costuma ser mais rápido que um banco de dados não normalizado. Cada forma normal é mais extrema que a outra. Reduzir de uma forma normal para outra seria desnormalizar? Ou seria ...


22

Na minha opinião o melhor banco de dados de endereços do Brasil é o e-DNE que possui mais de 900 mil registros e, na minha opinião, funciona bem rápido. Segue o diagrama do banco deles. Quando precisei usar esse banco achei bem simples fácil e rápido, acredito que servirá para seus propósitos e claro que esse banco do correio é bem complexo pois abrange ...


22

Sempre defendi usar VARCHAR, pois eles são uma string que coincidentemente ocorre de serem uma sequência de dígitos. Diferentemente de um INT aonde a finalidade de ser um número é permitir que você possa efetuar operações matemáticas, algo que não tem sentido nenhum em um CPF ou CNPJ. O mesmo caso ocorre com o RG, aonde cada estado tem um formato diferente, ...


22

Introdução Pelo contrário. A ideia de separar as atividades das entidades que possuem relação de negócios com a organização é antiga e era usada porque ninguém tinha pensado direito na questão. Isto foi inventando há décadas quando os recursos computacionais eram extremamente escassos e não havia experiência do que funcionava ou não. Infelizmente há quem ...


20

Para determinar a melhor estrutura para representar sua árvore, faça as seguintes perguntas: A profundidade máxima é garantidamente muito pequena? (i.e. no máximo uns 3) Se a resposta for sim, uma solução mais simples pode ser a ideal (as souções mais complexas "se pagam" quando a escala do problema é grande). A "Lista de Adjacências" (Adjacency List) - ...


20

Existem CNPJs válidos com número de caracteres menor que 14? (ex: empresas antigas) O formato é este para todas empresas nacionais. Um dia pode mudar, mas hoje é sempre assim. Alguns sistemas podem ter que lidar com empresas estrangeiras, aí é bem diferente. Mas isto é algo secundário em sistemas, não tem base em operações brasileiras e mesmo em sistemas ...


19

Não há uma resposta absoluta. Dependendo do escopo da aplicação, do domínio de negócios e dos requisitos, conceitos de Cliente e Pessoa podem variar enormemente. O primeiro passo para resolver sua questão é definir os conceitos dessas entidades, seus atributos e usos. Por exemplo, no seu sistema, qual á diferença de um cliente PJ ou PF? Os dois tipos de ...


18

Para os campos endereço, e-mail e telefone/celular eu recomendo utilizar VARCHAR por ele possuir um tamanho variável e salvar corretamente os dados. Porque VARCHAR e não CHAR? VARCHAR possui um tamanho variável de acordo com o registro contido nele. Exemplo: Vou inserir a palavra "Yuran" que contém 5 caracteres em uma coluna VARCHAR(20) e o mesmo registro ...


17

Olhando sua modelagem vejo algumas coisas esquisitas. Primeiro vou responder o que foi perguntado. E a pergunta está um pouco estranha também, talvez porque você não saiba os termos corretos. Ou nós não estamos entendendo sua real intenção. Atributos no fundo são as colunas. A interpretação das pessoas é a mesma que a minha e acho que você quer saber que ...


16

Acoplamento é o quanto uma classe sabe de outra classe. O ideal é que haja baixo acoplamento entre as classes pois as classes devem ser especialistas para o serviço o qual elas foram designadas. O baixo acoplamento também é desejado pois fica mais fácil identificar problemas relativos a classe, que é um dos princípios do paradigma da orientação a objetos. ...


15

O que eu li a respeito e também participando de um projeto foi: O objetivo principal é orientar o seu projeto para o negócio, ou seja, seu código tem que falar exatamente como o negócio está aplicado na sua empresa. Por exemplo sua empresa tem a área Financeiro, logo seu código deveria ter uma class chamada Financeiro e como métodos Emitir(), Faturar() ...


14

No nosso caso, a forma como os dados são organizados está diretamente ligada ao uso dos mesmos para facilitar o seu preenchimento, recolha e análise, ou seja: Se vamos efetuar pesquisas ou elaborar estatísticas sobre determinada informação, essa informação deve estar separada: Estatísticas sobre a localidade da pessoa, obriga a que o campo localidade ...


14

Solução para o problema Primeiro vou te dar a solução simples para seu problema de inicializar uma quantidade grande de propriedades: var pessoa = new PessoaJuridica { NomeFantasia = "abc", RazaoSocial = "abc", Endereco = "rua abc", Bairro = "abc", Cidade = "abc", Estado = "sp", CEP = "12345678", Telefone1 = "12345678", ...


14

Qual a principal diferença? Na Análise Estruturada (chamaremos de AE), o foco está principalmente no processo e procedimentos. As principais técnicas utilizadas são o DFD (Diagrama de Fluxo de Dados), gráficos de fluxo, tabela/árvore de decisão e análise de Entidade-Relacionamento. É uma prática antiga e não recomendada atualmente. Na Análise Orientada a ...


13

De uma maneira geral você não deve aplicar regras de orientação a objeto a um banco de dados relacional. CPF Mas pra falar a verdade achei o exemplo do CPF um pouco esquisito, a não ser que tenha sido exatamente para mostrar um uso errado. Por que precisa new Cpf() na classe? Não consigo imaginar um motivo. Se tiver um pode ser que faça algum sentido ...


13

Porque dizem que precisa fazer isso? Para ter ganhos, veja abaixo. Tem a ver com normalização? Sim. É realmente necessário? Não, mas quase. É muito difícil fazer certo sem esta tabela de associação e em alguns casos inviável, ainda que possível. O que se perde fazendo isso? Necessidade de um JOIN é o principal E o que se ganha? Flexibilidade ...


13

Qual a relação que ele tem com orientação a objetos? De fato é fácil confundir com o projeto dirigido a dados que é algo ligado à orientação a objeto, ao contrário do projeto orientado a dados em questão aqui, que se opõe à OO. É um paradigma? Na verdade é um estilo ou abordagem de programação, pelo menos oficialmente não é um paradigma, se fosse seria ...


12

Redundância de dados é admissível em dois casos: Performance É comum em um banco de dados projetado para grandes cargas terem alguns dados redundantes, para que sejam evitados alguns JOIN's em SELECT's, veja um exemplo: Imagine que estamos montando um clone do StackOverflow, uma tabela resposta poderia conter também os dados do usuário que respondeu, ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam