Respostas interessantes marcadas com a tag

199

Um stack (ou pilha), neste contexto, é uma forma otimizada para organizar dados na memória alocados em sequência e abandonados (sim, normalmente não há desalocação) em sequência invertida a da entrada. Um heap (ou monte, ok, ninguém traduz isso) é a organização de memória mais flexível que permite o uso de qualquer área lógica disponível. De que pilha ...


70

A tradução de "stack" é pilha, isto é, uma estrutura de dados em que o último elemento a entrar é o primeiro a sair (pense numa pilha de livros). A pilha, portanto, funciona de forma bastante simples - elementos são adicionados/removidos de forma organizada/restrita, o que permite que os processadores sejam otimizados para realizar as operações envolvidas (e....


43

Gostaria de apresentar aqui meu entendimento menos técnico do que as repostas dadas acima mas que podem ser de ajuda ao programador que quer apenas saber do que se trata sem se aprofundar no assunto. A memória Stack é utilizada para armazenar argumentos de uma função, procedure, método. Sendo ela estática pré-alocada no start do programa e desalocada no ...


39

Definições Pilha Na pilha, são guardados objetos alocados dentro de escopos de funções incluindo variáveis locais das funções, argumentos, endereços das áreas de código sendo executadas antes de outras chamadas de função, retorno de funções. A alocação de memória ocorre de forma sequencial e, como a posição desses objetos é conhecida durante o tempo de ...


31

Gerenciador de tarefas não é uma ferramenta confiável para verificar quanta memória uma aplicação está consumindo. Existem alguns fatores para o grande consumo do Java: O Java é uma plataforma e não apenas um programa executável nativo simples. O runtime do Java é grande para gerir toda a plataforma. E ainda é comum carregar códigos que não serão ...


30

Sempre pode afetar a performance. Depende um pouco da tecnologia usada. Da linguagem, da implementação. O mesmo vale para o consumo de memória. Mas este "pode" é relativo. Vou evitar falar sobre o conteúdo da função e me ater puramente ao tamanho dela. Mas não se esqueça que a preocupação do tamanho deve ser mais relevante para facilitar o design e ...


25

Depende do que deseja. Se quer saber o tamanho exato que ocupará é bem difícil. Se aceitar uma aproximação aí dá, mas não se se a aproximação é tão útil. A resposta do Denis dá uma aproximação. Outra forma é pegar o tamanho do tipo com o operador sizeof. Se você sabe o objeto, sabe o tipo dele. Funciona até com genéricos. Se conhece C, funciona igual. Só ...


22

Primeiro tenha certeza que entende o que é a pilha. Ela é uma porção de memória previamente alocada pela aplicação que vai sendo preenchida conforme a necessidade das funções (ou escopos). Conforme a execução vai entrando em novos escopos ele vai reservando espaço (na parte já alocada) para todas variáveis locais contidas nele (isto é chamado de stack frame)...


19

calloc() faz a mesma coisa que malloc(), aloca memória no heap de acordo com o tamanho passado e retorna um ponteiro para o local onde houve a alocação, com um extra, ela zera todo espaço alocado. Zerar significa colocar o byte 0 em todas posições de memória alocadas. Ela provavelmente é pouco usada, por quem entende, porque ela é um pouco mais lenta que a ...


17

Essa pergunta depende de alguns fatores como a tarefa de análise que se deseja realizar e o tamanho do conjunto de dados, isto é, o quanto ele é grande em relação à memória RAM (e as vezes o HD) do computador onde se pretende realizar a análise. Existem alguns casos a se considerar: Quanto ao tamanho do conjunto de dados: Conjuntos de dados maiores que a ...


15

No Javascript não tem diferença de tipos. Todas as variáveis são instanciadas com a palavra-chave var. JavaScript tem sim um sistema de tipos Quando você armazena um valor em uma variável, esse valor tem um tipo. O tipo de um dado valor nunca muda, mas o valor guardado numa variável pode ser trocado. Qualquer variável pode conter um valor de qualquer tipo,...


15

Parece que você já entendeu bem como funciona, mas vou comentar cada caso. Variáveis simples Se não houver mais nenhuma referência ao objeto, ele pode ser eliminado: var obj = {foo: "bar"}; obj = null; // sim, isso foi limpo da memória Porém: var bar = {foo: "bar"}; var boo = bar; bar = null; // bar não contém mais nada, mas o objeto ainda está em boo ...


15

Só isso? Eu diria que é pouco. Visual Studio, como todos os IDEs poderosos são devoradores de memória, provavelmente não há aplicação desktop que use tanta memória. Para usar bem recomendo 16GB de RAM e um bom SSD. Em alguns casos extensões podem estar causando excesso de consumo. O Resharper é ótimo, mas devora recursos se estiver tudo ligado. Claro que o ...


14

R é uma linguagem especializada cujo sweet spot são problemas de análise de dados em memória (um conjunto extremamente significativo de problemas). Dito isso o ecossistema do R é grande e diversas soluções estão surgindo para tratar problemas com volumes enormes de dados. Tenha em mente que problemas de Big Data utilizam sim técnicas específicas (e muitas ...


14

Memória dinâmica O parâmetro Xmx define a quantidade máxima de memória dinâmica que a Máquina Virtual java vai alocar para armazenar instâncias de objetos, valores de variáveis, entre outros. É importante definir um valor razoavelmente maior do que a aplicação necessita em média para evitar não só erros de OutOfMemory como também escassez de memória, ...


14

Não, definitivamente não. Na verdade após compilar o código o nome da variável até desaparece. Uma variável é apenas um padrão de projeto bastante conhecido para facilitar o acesso a um endereço de memória. Em linguagens compiladas o nome se transforma em endereços diretos. É uma conveniência de acesso à memória usadas em linguagens ditas de alto nível. Elas ...


14

TL;DR Na verdade o objeto é só uma sequência de bytes equivalentes a seus campos de instância e é totalmente isolado do resto. A instância é só o objeto simples. O resto do que está na classe é algo separado e fica em uma área estática de forma única. O objeto, bem a grosso modo, ficará assim: |0A|B5|68|4F|00|00|00|00| \-----------/\----------/ string ...


14

O overhead só ocorre em tipos por referência. Em tipos por valor ele não ocorre nunca, é só o custo do objeto mesmo. Pelo menos não o overhead do cabeçalho. Todo objeto está sujeito ao alinhamento (organização de classes). Então cada alocação precisa ser múltiplo de uma palavra. Em 64 bits deve ser sempre a cada 16 bytes. Então se o objeto tiver 25 bytes, ...


14

Resposta curta: a segunda é mais rápida e consome menos recursos, por ter menos dados para transmitir e menos processamento redundante. Agora uma resposta básica para atender a necessidade do autor da pergunta e de um usuário que comentaram (apagados agora pela falta de relevância com a versão atual) que desejavam uma resposta básica (apesar da pergunta ...


14

Depende do que estiver rodando: pode ser que ocorra nada pode ser que ocorra o mínimo e fique fazendo isso sem ocupar memória porque o acionamento provoca algo momentâneo apenas pode ser que vá ocupando 1 byte cada vez que ela tem um acionamento, o que levaria anos para estourar a memória típica de um computador, em considerando a memória virtual poderá ...


12

Diretamente não é possível. E eu ainda diria que o .NET não provê nenhum mecanismo em que seja possível obter esta informação precisamente. Uma boa ideia, ainda que sujeita a falhas, é capturar o quanto a aplicação ocupa de memória antes e depois da criação do objeto usando o método GC.GetTotalMemory() e então subtrair os totais. Eu usei o código abaixo ...


12

Deve saber que o ponteiro de 32 bits tem 4 bytes e em arquitetura 64 bits tem 8 bytes. Isso tem profundas mudanças internas no .NET. O consumo de memória de todos objetos que tenham ponteiros será maior. Apesar do C# não possuir ponteiros livres (a não ser em contexto unsafe) há ponteiros opacos em tudo que é um tipo por referência, já que o ponteiro é o ...


12

Que tipo de fruta cabe mais unidades de dentro de uma caixa de mesmo tamanho, uva ou melancia? Mesmo sabendo qual é, de que adianta se você gosta de melancia? Você deve usar tipos numéricos para representar números, algo que depende de cálculos, que represente quantidades de alguma coisa (data, valor de estoque, preço, etc.). E deve usar texto para ...


11

Você tem dois problemas aqui. O primeiro é as imagens que podem permanecer por tempo indeterminado na memória. Você não chama o método Dispose() delas e deixa a sua referência cair fora de escopo. A partir desse ponto a memória alocada para a imagem vai ser liberada apenas quando o método Finalize() for chamado pelo Garbage Collector. E o GC geralmente só é ...


11

Operações bit a bit, operações com bits ou lógica binária, normalmente se refere a operações lógicas feitas com números binários. Essas operações variam desde operações AND, OR, NOT, XOR, NOR, NAND, simples deslocamento de bits, entre outras operações. Cabe dizer que algumas dessas operações aqui citadas são agrupamentos de outras operações, como a NAND, que ...


11

Termo O memory dump ou despejo de memória é uma reprodução de tudo o que está na memória em um determinado momento da execução do programa. Em geral isto é feito em um momento de erro. O despejo normalmente trata da reprodução física da memória e é muito importante me linguagens de nível um pouco mais baixo (Assembly, C, C++, etc.) que tem acesso total à ...


11

Quando eu escrevo um programa em qualquer linguagem de programação, compiladas ou interpretadas, é necessário uma RAM para executar? Teoria Toda linguagem de programação precisa ser Turing Complete, caso contrário ela não pode receber esta denominação. Isto significa que toda linguagem de programação, entre outras características, precisa ter um meio de ...


10

Depende do contexto pois se for mal aplicado causa efeito contrário, aumentando o uso de memória e processamento. Veja um simples teste: Teste 1 Aqui usamos unset() para remover os índices da variável $arr 1 por 1. A lógica aqui é que já estamos fazendo uma iteração em cada um dos índices então teoricamente poderia ser mais performático já ir removendo ...


10

Na verdade pode-se dizer que são os mesmos tanto para uso externo quanto interno. É provável que algum algoritmo seja um pouco melhor em um caso do que outros algoritmos. Não vou analisar um por um para chegar nessa conclusão. A escolha do algoritmo mais adequado depende de uma série de fatores. Costuma-se dizer que o Quicksort é o mais adequado para o caso ...


10

Booking Isso é detalhe de implementação, mas até onde eu sei todas elas guardam o tamanho que foi alocado antes do objeto. Então o ponteiro que é retornado para você é para o início do objeto, mas não para o início onde houve a alocação para ele. Há um cabeçalho. Esse cabeçalho costuma conter o tamanho alocado ali e mais alguma informação. É muito comum ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam