Novas respostas marcadas com a tag

-2

A única coisa que identifico que pode retornar um erro em algum ambiente de desenvolvimento, é que você da espaço em Ln2Col67. Não tenho total conhecimento sobre todas as versões de python e dos diversos ambientes de desenvolvimento que existem para a linguagem. Utilizo um ambiente virtual anaconda3 com python 3.7 para rodar os códigos. Retornou a frase "...


2

Uma outra maneira mais pythonica de responder é utilizando a função max que é fornecida pelo python. from random import sample lista = sample(range(0, 200), 50) print('O maior elemento é: {}'.format(max(lista)))


0

Se você precisa manter a ordem, acessar os índices da lista e você está lidando com listas no seu projeto, você não é obrigado a usar set(). Existe uma solução simples usando dict.fromkeys() para remover as repetições: >>> a = [1, 2, 3] >>> b = [3, 4, 5] >>> c = a + b >>> mylist = list(dict.fromkeys(c)) >>> print(...


1

Você recebe esse erro porque está colocando colchetes no seu sample, mas a função sample já retorna uma lista. random.sample(population, k) Return a k length list of unique elements chosen from the population sequence or set. Used for random sampling without replacement. Portanto o resultado que você tem é mais ou menos assim: [[60, 93, 22, 57, ...


0

Para contar quantas vezes um determinado item aparece em uma lista é possivel usar a função count(variavel) Ex: lista =['oi', 'tchau', 'oi', 'olá', 'adeus', 7, 'oi'] print(lista.count('oi')) O terminal mostrará 3, que é o numero de ocorrencias


0

Vamos didaticamente ao exercício... quando ele diz escreva a função todos_os_indices(seq, x) ele esta afirmando que a função tem dois parâmetros sendo o primeiro uma sequencia e o segundo um valor x e logo após ele ressalta que quer que o retorno seja uma lista com todos os indices onde o x aparece , em outras palavras sempre que x aparecer na sequencia ...


2

Você precisa criar uma instância individual de Item para cada linha processada dentro do seu laço for, segue um exemplo comentado: # Objeto Item class Item: def __init__(self): self.palavra = None self.significado = None # Inicializa lista de items lista = [] try: # Abre arquivo para leitura with open('words.txt', encoding='utf-...


0

No seu exemplo a equação não possui raízes reais. 5x^4+3x^3-2x^2+x-2 => Raízes imaginárias. Por isso troquei pela Equação: x^6 -3x^5 -6x^4 +10x^3 +21x^2 + 9x => Raizes: -1, 0, 3 Segue um código que faz o que você quer. Ele gera duas listas de números candidatos, uma lista de números candidatos negativos, e uma lista de números candidatos positivos....


0

Acho mais fácil assumir que a matriz é superior e inferior e provar o contrário em cada caso. Para checar se a matriz não é inferior basta checar se tem algum elemento em uma coluna de índice maior que o da linha que não seja zero. Faz algo parecido para checar se a matriz não é superior. print("Digite o número de linhas") n = int(input()) M = [] for a in ...


0

Uma alternativa é utilizar o instanceof antes de executar alguma operação. Se o elemento do array for instanceof(EstudanteGraduacao) então é possível chamar um método do tipo EstudanteGraduacao.


-1

Como algumas alterações precisa ser feitas, vou deixar o código com comentários antes de cada alteração que eu fiz para ficar mais explicativo. #include <stdio.h> // É preciso importar esta biblioteca para usar malloc e free #include <stdlib.h> int SIZE = 5; struct Lista { int tamanho; int* elementos; }; typedef struct Lista ...


1

n = int(input('What range? ')) f1 = 0 f2 = 2 lista = [] cont = 0 while cont < n: f3 = f1 + f2 f1 = f2 f2 = f3 if f3 % 2 == 0: lista.append(f3) # crio a lista dos valores cont += 1 cont = 0 # zero o valor para fazer outro while total = 0 # crio uma variável para somar todos os valores da lista while cont < n: print(...


2

Como você quer subtrair o primeiro elemento dos demais, uma alternativa é fazer o loop a partir do segundo elemento: subt = lista[0] for a in lista[1:]: subt -= a No caso, lista[1:] cria uma sub-lista contendo do segundo elemento em diante ([1:] usa a sintaxe de slicing para pegar do índice 1 até o final da lista - caso a lista tenha somente um ...


5

Você está pegando a lista toda, então a primeira subtração é o elemento que já havia pego antes, o primeiro passo do laço zerará o valor porque um número menos ele menos sempre é zero, aí começa a conta. A solução é pegar o primeiro item ali e depois trabalhar só com o resto da lista. Python tem uma forma para fazer isso de forma simples. Você pode usar a ...


3

Assim como a outra resposta diz, não é necessário transformar o seu código numa lista pois as strings já são indexadas por posição, funcionando como uma lista onde cada caractere possuirá seu índice. texto = "Hello World" print(texto[6]) # Podemos obter o caractere de um índice: ( W ) print(texto[2:10]) # Assim como podemos utilizar slice nela: ( ...


5

Não precisa transformar o código em uma lista, pois strings podem ser indexadas por posição (o primeiro caractere está no índice zero, o segundo no índice 1, etc). E como as posições do código coincidem com esses índices, você pode usá-los diretamente. Quanto às entradas, cada linha possui vários números, então você deve iterar pelos números e pegar o ...


1

Meu amigo, sua pergunta é antiga, mas como muita gente ainda tem dúvida, vou responder com dois métodos diferentes para o python 3: teste = ['audi', 'subaru', 'fiat', 'ford'] print(sorted(teste, reverse=True)) ou print(lista.sort(reverse=True) lembrando que o sort salva a lista modificada e o sorted não, ok? knoppix@Microknoppix:~$ python3 $a ['subaru',...


2

Você não precisa criar essa lista L, basta ler os números e ver se são iguais ao primeiro número lido: x = int(input()) n = int(input()) qtd = 0 for _ in range(n): if int(input()) == x: qtd += 1 print(qtd) Usar range(n) faz com que o loop itere n vezes, e na variável do for usei _, que é uma convenção do Python para indicar que não vou usar ...


2

Uma solução alternativa seria criar uma expressão regular para validar a entrada como um número inteiro ou um número em formato de ponto flutuante e então usar o método ast.literal_eval() para obter o valor literal da entrada. Apesar do nome literal_eval() lembrar do infame eval(), o método literal_eval() é seguro pois não permite analisar expressões ...


2

Basta utilizar um try-except para tentar converter a string em um float. Caso não seja possível realizar a conversão, será gerado um ValueError e isso significará que o valor inserido não era numérico. Veja abaixo como ficaria o código: number_list = [] # Lembre-se que o nome "list" já existe em Python. while True: number = input("Digite um número: ")...


0

Há muitas formas de fazer o que está querendo e uma delas, é criando uma variável auxiliar para saber o índice atual da lista, funcionando como um ponteiro que marca onde você parou na lista. Dentro das suas funções nexxt e back não deve existir o laço repetição for já que você não quer percorrer a sua lista a cada chamada. O que você precisa fazer, é ...


1

O método list.sort() apenas ordena a lista in-place e retorna sempre None. Uma alternativa seria usar a função sorted(), que retorna uma cópia ordenada da lista e faz exatamente o que você quer, por exemplo: Numeros = sorted(Numeros) Estrelas = sorted(Estrelas) Para gerar uma lista de inteiros de forma sequêncial, voce poderia usar a função geradora range(...


2

O método sort ordena a lista in-place (ou seja, modifica a própria lista, em vez de retornar outra). E seu retorno é None, por isso não faz sentido atribuir seu resultado em uma variável. Então em vez de: Números = Números.sort(reverse=False) Faça apenas: Números.sort(reverse=False) O mesmo vale para: Estrelas.sort(reverse=False) Ou se preferir, crie ...


0

A soma total é simples: somaTotal = 0 for i in range(len(matriz)): for j in range(len(matriz)): somaTotal += matriz[i][j] print('somaTotal: ',somaTotal) print('########################') Para a diagonal principal observe que os índices são iguais, para valores que pertencem a ela #soma diagonal principal somaDiaPrincipal = 0 ...


1

Como você quer tanto o maior elemento quanto sua posição, uma opção é usar enumerate, que permite iterar ao mesmo tempo pelos elementos e seus respectivos índices. Aí basta guardar a posição sempre que for encontrado um maior elemento: maior_valor = -1 for i, linha in enumerate(matriz_10x10): for j, coluna in enumerate(linha): if maior_valor &...


1

A única coisa que você precisa fazer é obter a posição do valor com o método index e depois armazená-la à uma variável. Veja o exemplo abaixo onde eu crio uma tupla que armazena o maior valor e a sua posição. element = (0, ) for line in matriz: for value in line: if element[0] < value: x = line.index(value) y = ...


0

Você pode converter a lista de dicionários para um dicionário de listas filtrando apenas os campos que te interessam, veja só: import json campos = ['nomeArq','percDif'] with open('teste.json') as f: entrada = json.load(f) saida = {campo:[] for campo in campos} for elemento in entrada: for campo in campos: saida[campo].append(elemento[...


2

Dada a sua descrição, acho que seu código não está certo: verifico quais elementos da lista p possuem valor >= que os valores da lista q. Caso exista, preciso armazenar a posição (índice + 1) de cada item numa outra lista. Contudo esta terceira lista só pode ter uma quantidade de elementos <= o valor k Testei o seu código com as listas abaixo: List&...


0

Olá, amigo! acredito que você está elaborando uma linha de raciocínio muito complexa para algo que deveria ser simples. Se ,no final, o objetivo é separar em listas, acredito que você deva fazer isso, de forma genérica: def separador(item): return item%10 isso vai retornar um int que você pode associar ao seu local onde vai dividir.


2

Você pode converter seu dicionário para uma lista de tuplas para possibilitar a segmentação em blocos usando o operador de slicing nessa lista, veja só: def subdicts(dic, tam): tups = list(dic.items()) return [dict(tups[i: i + tam]) for i in range(0, len(tups), tam)] dic = { 0: 0, 10: 5, 20: 10, 30: 15, 40: 20, 50: 25, 60: 30, 70: 35, 80: 40, 90: ...


0

Bom, vamos lá: obter o mesmo resultado da função acima, não em uma lista simples, mas sim em uma lista de dict's, utilizando as keys dos elementos como parâmetros. Com seguinte saída: [[{0: 123, 10: 456, 20: 789}, ...]]] # É criada uma função que receberá alguns parâmetros, como o dicionário, o tamanho do bucket e o tamanho do sub-dicionário. def ...


1

Primeiro vamos ver como fazer com uma única lista: def split(lista, tamanho): return [lista[i:i + tamanho] for i in range(0, len(lista), tamanho)] lista = [0, 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90] print(split(lista, 3)) # [[0, 10, 20], [30, 40, 50], [60, 70, 80], [90]] A ideia para dividir em listas de tamanho N é pegar de N em N (repare no terceiro ...


2

De acordo com a entrada e a saída: def indexar(values): # Contador iniciado em 0 count = 0 # Lista com até 10 listas buckets = [[] for _ in range(10)] # O índice vai de 0 até o tamanho da lista buckets for r in range(0, len(buckets)): # O índice vai de 0 até o tamanho da lista values for s in range(0, len(values)): ...


2

Não entendi para que serviria o parâmetro keys, pois me parece que você quer gerar um novo dicionário com todas as páginas. Então ficaria assim: def novo_dict(self): d = {} for i, pag in enumerate(self.paginas): for v in pag.values(): d[v] = i return d Eu uso enumerate para percorrer as páginas ao mesmo tempo em que obtenho ...


As 50 principais respostas recentes são incluídas