Use Stack Overflow for Teams no trabalho para encontrar respostas num ambiente privado e seguro. Os primeiros 10 usuários são grátis. Registre-se

Respostas interessantes marcadas com a tag

5

Isso daqui define xxx como uma função que soma 1 a xxx: (defun xxx (x) (+ 1 x)) Isso daqui define xxx como tendo o valor 5: (setf xxx 5) O LISP mantém valores e funções separados. Ou seja, você tem uma variável xxx com o valor 5 e uma função xxx que soma mais um. Quando você faz isso: (print (xxx 2)) Você está chamando a função xxx e passando-lhe 2 ...


5

KTurtle do The KDE Education Project (documentação). O KTurtle é um ambiente educativo de programação que usa o TurtleScript, uma linguagem de programação vagamente baseada e inspirada pelo Logo. O objetivo do KTurtle é fazer a programação tão fácil e acessível quanto possível. Isto torna o KTurtle adequado para ensinar às crianças as bases da Matemática, ...


4

Supondo que seja um exercício que precise seguir o raciocínio do enunciado, seguem dois exemplos retirado desta página: (defun dtb (x &optional (callback #'princ)) (unless (= x 0) (dtb (floor x 2) callback) (funcall callback (mod x 2)))) e (defun dtb-collect (x) (declare (type fixnum x)) (do ((x x (floor x 2)) (list nil (cons (mod ...


4

Outras alternativas relevantes para iniciar programação com um público alvo infantil ou que não tenha familiaridade com o inglês são: G-Portugol G-Portugol é uma linguagem de programação estruturada, totalmente em português, derivada do que é conhecido hoje como "portugol" (uma notação muito utilizada para descrever algoritmos em português de forma livre ...


3

Uma maneira para converter um número em binário é estar utilizando a função format(como citado no comentário do AnthonyAccioly) que é comparável ao printf do C. (format t "~{~&~B~}" '(1 2 10 42 11)) ; 1 2 10 42 11 são os números a converter O ~B é parecido com ~D, mas imprime em base binária (base 2) em vez de decimal. Ideone


2

Faltou fechar o parêntese do if: (defun maior(n1 n2 n3) (if (=(+ n2 n3)n1) (format t "~D é maior que ~D e ~D!" n1 n2 n3) ) ) Exemplo no ideone.


2

Em Lisp, uma lista possui duas partes: a "cabeça" (car) e a "cauda" (cdr). A cabeça é um elemento comum da lista, e a cauda é o resto da lista (ou nil, se a lista acabou). Você pode criar uma lista implicitamente, usando: (a b c d) Ou explicitamente, usando .: (a . (b . (c . (d . nil)))) Sendo assim, se sua lista AGENDA contém nil, e você quer adicionar ...


2

Se você quiser carregar um módulo em LISP você pode usar require ou load. A diferença entre eles é que o require é específico para carga de módulos escritos em LISP. Já o load pode ser usado com qualquer tipo de arquivo. A função require testa se um módulo já está presente, usando uma comparação com distinção entre maiúsculas e minúsculas, se o módulo não ...


1

Encontrei uma solução no StackOverflow gringo, segue link: https://stackoverflow.com/questions/46574567/lisp-how-to-remove-list-of-elements-from-list Usando a função SET-DIFFERENCE Entrada: > (set-difference '(a b c d) '(b c)) Saída: > (a d)


1

Como em qualquer linguagem, para começar você só precisa de um editor e um compilador/intepretador (pode ser o clisp). Por exemplo, crie um arquivo e salve com o nome meu_programa.lisp, com o conteúdo: ; programa em lisp olá mundo (print "Olá mundo") No terminal: $ clisp meu_programa.lisp "Olá mundo" Você instala ele pelo gerenciador de pacotes do seu ...


1

Existe, sim. Lembro de brincar com Logo na escola e era em português. Houve bastante programas assim nos anos 90 e começo de 2000, mas dos ainda ativos o único que me recordo é o KTurtle. O Kturtle (http://edu.kde.org/kturtle) faz parte de uma suíte de aplicativos educacionais do KDE. Tem uma linguagem baseada no Logo e que pode ser traduzida. A versão mais ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam