Respostas interessantes marcadas com a tag

33

O */5 significa "a qualquer minuto, mas de 5 em 5". Dependendo da implementação, basta isso */5 5-20 * * * php ~/pasta/para/app/artisan queue:work Sintaxe da crontab: * * * * * caminho/comando │ │ │ │ │ │ │ │ │ └────── em quais dias da semana de 0 a 7 (tanto 0 quanto 7 são Domingo) │ │ │ └────────── em quais meses (...


22

Você está certo. Minha observação é que há uma ideia errada entre muitos desenvolvedores que portar software em C a uma nova arquitetura é difícil. A menos que se refira ao tipo de programação encontrada em sistemas operacionais, isso simplesmente não é verdade. O kernel faz boa parte da abstração dos componentes do hardware, tanto que softwares ...


22

O !! é um truque antigo para converter valores numéricos em booleanos. O primeiro ! nega o valor, se for 0 vira 1, se for qualquer outra coisa vira 0. O segundo ! nega isso novamente A próxima parte é usar isso na definição de um campo de bits em uma struct. Quando se define um campo numérico inteiro em uma struct pode-se dizer quantos bits ele vai ...


20

Problemas de permissões em servidor Linux No mundo PHP, existem várias formas de se "rodar" um site, em geral a maioria delas é usando um servidor web conhecido como Apache ou Nginx, ao manipular arquivos, as vezes ocorrem problemas de permissões que não são muito claras, vou tentar desmitificar algumas delas e mostrar o que isso implica em questão de ...


20

Existe uma ferramenta para linux chamada crontab. Ela é nativa. Para você editar o arquivo basta dar o comando crontab -e. O crontab tem o seguinte formato: [minutos] [horas] [dias do mês] [mês] [dias da semana] [usuário] [comando] O preenchimento de cada campo é feito da seguinte maneira: Minutos: informe números de 0 a 59; Horas: informe números de 0 a ...


19

Esta pergunta é bastante ampla, portanto irei pincelar as distribuições mais usadas e suas características. Linux Mint É a distribuição que mais ganhou adeptos nos últimos dois anos. É um híbrido que funciona misturando repositórios Ubuntu e Debian (ver mais abaixo). Está em primeiro lugar nas distribuições, segundo o DistroWatch. Possui uma filosofia que ...


19

Você está no caminho certo. mod_rewrite Você precisa habilitar o mod_rewrite (pode ser que ele já esteja habilitado, mas é bom verificar): sudo a2enmod rewrite htaccess O caminho do arquivo padrão varia conforme sua versão do Ubuntu e Apache. Ubuntu 13.04 ou inferior e Apache 2.2 Edite o arquivo /etc/apache2/sites-available/default e troque a linha ...


17

A maioria do que vou dizer serve para qualquer linguagem. Farei ressalvas quando necessário. Estou entendendo que você gostaria de ver uma comparação entre um IDE completo e a opção de usar um editor de código mais simples com ferramentas de linhas de comando. Em algumas linguagens o IDE ajuda muito. Essas linguagens até foram concebidas com a ideia de ...


16

A utilização de dois sublinhados ('__') em identificadores está reservado para uso interno do compilador de acordo com a Norma Técnica ANSI-C. Na prática, isso é feito para evitar uma colisão com nomes definidos pelo desenvolvedor. Em C, símbolos começando com um sublinhado seguido por uma letra maiúscula ou outro sublinhado são reservados para a ...


15

Essencialmente todas. Na verdade é uma exceção ter linguagens que rodem apenas em um deles e não no outro. Em geral linguagens poucos conhecidas. A maior exceção talvez seja o Delphi. Mesmo assim é possível usar o Lazarus que usa linguagem quase idêntica, mas que exige muitas mudanças em vários casos. A linguagem em si tem pouco a ver com o sistema ...


14

O que você poderia fazer é aprender com os exemplos que você citou. O que o Wordpress faz, assim como outras aplicações PHP (phpMyAdmin, Joomla, Drupal...), é colocar num .ZIP (ou .tar.gz) todos os arquivos que estariam na raiz do site. Basicamente, você vai na pasta WWW (public_html) do seu projeto e zipar. Mas ai você quer que o projeto se auto-instale... ...


14

Documentação Vou fazer uma breve explicação, mas sempre que houver dúvida, consulte a documentação do Git. Recomendo estes links com boas explicações sobre a pergunta: Git - Guia Prático Noções Básicas de Git GitHub Guides Clonar o Repositório Remoto A primeira coisa a fazer é clonar o repositório remoto no local desejado usando o git clone conforme ...


13

Você não precisa de tudo isso, tudo o que você tem que fazer é criar um arquivo .pgpass no diretório home do usuário que irá executar o comando. O arquivo deve ter permissão de leitura/escrita apenas para este usuário por questão de segurança. A sintaxe do arquivo é a seguinte: maquina:porta:bancodedados:usuario:senha Desta forma as ferramentas padrões não ...


13

Gostaria de entender porque o Linux tem várias ISO's para cada tipo de CPU (amd64, i386, etc..) e porque o Windows não precisa disso? Porque a arquitetura do processador influencia em toda a compilação do Kernel e dos aplicativos que acompanham a distribuição Linux. Qualquer sistema operacional é desta forma. Cada processador possui seu próprio conjunto ...


13

A coisa mais importante, geralmente, é não configurar posse e permissões desnecessárias para o funcionamento do cron no seu sistema operacional. Use o princípio do privilégio mínimo. Por exemplo, você não precisa rodar esse script como root, em primeiro lugar. Crie um usuário no seu sistema específico para a tarefa (assumindo adduser), se for o caso, ponha-o ...


12

Isto significa que se você declarar um símbolo (variável, função, macro, etc.) desta forma, você pode entrar em conflito com símbolos exportados pela implementação do compilador ou da biblioteca padrão. Por exemplo, você pode tentar criar uma uma função: void minha_funcao(int _Param); Mas a sua implementação declara em algum lugar a macro: #define _Param ...


12

O caractere ~ remete a pasta home do usuario. Por exemplo se voce digitar cd ~ no terminal, o comando vai te levar a pasta home do usuario que esta executando esse comando. O / refere-se ao ponto inicial dos arquivos do Linux. Se voce digitar cd / vai te levar a raiz do sistema operacional, onde ficam todas as pastas do sistema.


11

Você pode fazer isso tranquilamente, basta usar o comando scp. scp usuario1@host1:path/* usuario2@host2:path/* Se a cópia for só de arquivos use o /* se tiver pasta use o -r no scp. scp -r usuario1@host1:path usuario2@host2:path


11

Creio que isto seja o suficiente: filenamepath="/caminho/para/ficheiro.pdf" filepath=${filenamepath%/*} Nota: por se tratar de tratamento de parâmetro do bash, não é "portável" para qualquer shell. Se preferir uma solução análoga à da pergunta, usando comandos externos, temos o dirname, que é o "par natural" do basename: filenamepath="/caminho/para/...


11

A forma mais simples para verificar isto seria usando o comando: nmap -sT -O localhost Como adicionado pelo Marco pode ser testado de um ponto externo: telnet meudominio.com 443 (onde 443 é o número da sua porta) Existe uma opção também seria utilizar o netstat: # netstat -tl - lista as conexões abertas de tcp em modo de escuta # netstat -t - lista as ...


11

Simples, ele não será executado pois o Cronjob ignora um serviço que passou do horário e em que o sistema não estava a funcionar e só irá executar em um outro dia normalmente(caso não venha a ocorrer a mesma situação). No Linux, os usuários usam o Crontab, mas para melhor performance do sistema agendado também é bom usar um programa chamado Anacron. O ...


11

Essencialmente fazem mesmo, todos são utilitários de administração de sistemas para processar comandos iniciados a partir de uma interface com usuário baseado em texto (console). Ele é usado para chamar outros utilitários, iniciar processos e automatizar procedimentos através de uma linguagem de script. A abordagem e capacidade de cada um diferem. Bash é o ...


11

Altere o ~/.bashrc: alias git='LANG=en_US git'


10

E que mito é esse que só os idosos da programação usam linux? Não acredite em tudo que te contam :) O PHP é uma linguagem multi-plataforma, ou seja basta ter o PHP instalado para a versão do sistema escolhido e vai funcionar. As APIs do PHP são todas compatíveis com qualquer sistema operacional (tendo raras funções que não trabalham no Solaris (um outro ...


10

A função primordial é construir listas de parâmetros e passá-la para a execução de outros programas ou instruções. Este comando deve ser usado da seguinte maneira: xargs [comando [argumento inicial]] Caso o comando, que pode ser inclusive um script Shell, seja omitido, será usado por default o echo. O xargs combina o argumento inicial com os argumentos ...


10

No meu caso, eu resolvi da seguinte forma. Ao dar um which php, o mesmo aponta para o caminho /usr/bin/php. Descobri que na verdade isso é apenas um link para a instalação mais recente do php. Então eu deletei o link e criei outro apontando para a versão 5.6 do PHP. Assim: sudo rm /usr/bin/php sudo ln -s /usr/bin/php5.6 /usr/bin/php Se você executar o ...


10

Utilize a opção --word-regexp ou simplesmente -w, por exemplo: ps aux | grep -w bc O parâmetro supramencionado irá retornar apenas a linha que contenha a palavra informada (e não apenas uma parte dela) precedida de caracteres não constituinte (letras, números e sublinhado).


9

Como dito, em teoria sim, mas na prática é difícil se conseguir essa portabilidade. Como você esta utilizando um sistema operacional embarcado de larga escala, isso facilita as coisas, mas isso se torna diferente quando se está utilizando sistemas menos difundidos entre as arquiteturas, ou mesmo nenhum sistema operacional. Sendo Assembly uma das linguagens ...


9

Acredito que isso seja muito relativo. Uma memória flash tem aproximadamente um tempo de vida de 10.000 (dez mil) a 1.000.000 (um milhão) de ciclos de escrita (perceba que este valor tem um "range" muito grande). Entretanto, isto pode variar muito de fabricante para fabricante e, inclusive, pode variar com as condições que o hardware é exposto. Também é ...


9

Use o seguinte: sh -x script [arg1 ...] bash -x script [arg1 ...] Isto permite fazer um trace do que está sendo executado. Outra opção util é -n que significa no execution e -v que significa verbose mode. É util combinar estes parametros para facilitar ainda mais seu DEBUG da shell bash quando você invoca pelo prompt. Se desejar controlar o trace de ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam