Respostas interessantes marcadas com a tag

12

1) Os elementos do LaTeX por exemplo (sumário) são editáveis ? por exemplo, eu posso mudar o nome sumário e colocar Índice ? ou trocar a numeração por algarismos romanos? O TeX é extremamente flexível. Se você estiver usando algum template pronto (como o que eles mandam usar na minha universidade) algumas coisas podem ser difíceis de alterar mas em geral dá ...


9

Pode também usar o pacote stargazer library(stargazer) stargazer(tabela, summary=FALSE) Resultado:


8

Um pacote que eu acho fantástico é o tables. Ele é bem flexível. Por exemplo, arrumando a tabela de três formas diferentes: library(tables) tabela1 <- tabular(~(Sexo)*Heading()*Grupo*Heading()*identity*(Média+Var), data=tabela) tabela2 <- tabular((Sexo)~(Grupo)*Heading()*identity*(Média+Var), data=tabela) tabela3 <- tabular(Sexo*Grupo~Heading()*...


8

Se você utilizar os caracteres de escape do latex ao invés do texto em unicode diretamente com acentuação, o problema não ocorre. Tente trocar as suas strings pelo seguinte: plt.xlabel('Di\^{a}metro de Agua Doce') plt.ylabel('Di\^{a}metro de Agua Salgada') plt.title('Distribui\c{c}\~{a}o da Popula\c{c}\~{a}o de Salm\~{o}es') Aqui o resultado foi assim (...


7

1) Os elementos do LaTeX por exemplo (sumário) são editáveis ? por exemplo, eu posso mudar o nome sumário e colocar Índice ? ou trocar a numeração por algarismos romanos? Sim. Basta redefinir os comandos (dentro da seção do documento) com o comando \renewcommand\elemento{novo nome para o elemento}, onde \elemento é um dos comandos a seguir (a fonte é ...


6

Você já verificou se alguma das suas URLs (incluindo as das suas referências bibliográficas) possui um caracter especial do LaTeX? Parece com um erro antigo quando URLs contém #, por exemplo. Eu procuraria no seu arquivo de referências do BibTeX por urls que contenham #. Se for o caso, é só trocá-las por \#. Se você tem poucas referências usadas no texto, ...


6

O problema está na notação do LaTeX. Altere suas fórmulas para $$\sqrt{\frac{a}{b}}$$ $$\forall x \exists y(F(x,y)) \to Q(y,x))$$ $$s = \sqrt{\frac {\sum_{i=1}^N(x- \bar{x})^2} {N -1} }$$ Note que a maneira correta de escrever o operador de existência é \exists, com um s ao final. Há três maneiras principais de escrever fórmulas no LaTeX: Na própria ...


5

Uma resposta um pouco opinioned: Em linux, instala logo um LaTeX completo, texworks, pandoc. Para arrancar com o LaTeX vale tudo. Mas depois das primeiras experiências, o que queremos é: concentar (só) no conteúdo. não dispersar com as mariquices -- (se o deixarmos, o tex mormalmente acerta!). A vantagem do LaTeX é permitir-nos pensar em conceitos e ...


5

Uma resposta em LaTeX. :) \documentclass[a4paper]{article} \usepackage[portuguese]{babel} \usepackage[utf8x]{inputenc} \usepackage{wasysym} \usepackage{hyperref} \usepackage{titlesec} \title{Teste para o SOPT} \author{Luiz Carlos Vieira} \titleformat{\section} {\Large\scshape}{(os pirata!)~\thesection}{2cm}{} \begin{document} \maketitle \begin{...


5

Você pode usar o pacote xtable. Primeiro, é necessário baixar o pacote. No R, entre com o seguinte comando: install.packages("xtable") Depois de instalado, carregue-o: library("xtable") Coloque a sua tabela no formato data.frame e aplique o comando: xtable(tabela)


5

Reportlab: Com o reportlab voce pode gerar os pdfs sem a necessidade de gerar um .tex, mas se vc conhece latex e a tarefa que vc está fazendo é academica e/ou científica, eu optaria por PyLaTeX. PyLaTeX: "Biblioteca python para criação e compilação de arquivos (ou fragmentos) latex. O objetivo desse pacote é proporcianr uma interface extensivel e de fácil ...


5

Ao contrário do Linux e macOS, as distribuições de LaTeX para o Windows são um lixo. Quase sempre dá algum conflito e é muito difícil consertar sem acesso a um bom terminal, coisa que o Windows não tem. O que tenho sugerido nos últimos meses pra quem quer usar R e LaTeX no Windows é a instalação do pacote TinyTex. Sim, é um pacote pro R, mas ele instala uma ...


4

Experimente usar a opção [H] Após o \begin{figure}. Tente ainda o código abaixo: \begin{figure}[H] \IBGEtab{ \caption{Exemplo de Histograma de uma imagem em escala de cinza.} \label{GrayScale} } {\includegraphics[width=9.5cm]{Figuras/Figura_3_ExemploHistograma.png}} {Fonte: Gonzalez e Woods (2007).} \end{figure}


4

Presumo que 2.1 seja figura 1 da secção 2... Nesse caso no preambulo, juntamos: \usepackage{amsmath} \numberwithin{figure}{section} Para que a numeração das figuras passe a incluir o número de secção (adaptar conforme o pretendido) Exemplo minimalista: \documentclass{article} \usepackage{graphicx} \usepackage{amsmath} \numberwithin{figure}{section} \...


4

Sim, dá. É só você abrir a aba "Project" (clique no botão de respective nome, na barra de ferramentas superior), e adicionar o seu arquivo ref.bib como um recurso do projeto. Use o botão "Add files..." para isso: Ah, no seu arquivo principal (main.tex) não esqueça de "apontar" para o arquivo de referências, substituindo as referências manualmente feitas por ...


4

Basta usar o comando \citealp ao invés do comando \cite (ou do comando \citep, que você usa). De fato, o pacote natbib oferece inúmeras alternativas (como também o \citet, mais útil quando o sistema de referência não é numérico e você deseja mencionar um autor por nome, por exemplo), que você pode consultar na documentação (veja a seção "Suppressed ...


4

Experimentei o teu bibtex e funcionou bem. \documentclass[portuges,a4paper]{article} \usepackage{babel} \usepackage[utf8]{inputenc} \begin{document} \cite{Ziviani} \bibliographystyle{alpha} % ou plain ou ... \bibliography{patricia} % patricia.bib \end{document} pelo que deduzo que te faltaria colocar o \cite{...}. Se não for esse o ...


4

Para separar as figuras/tabelas de acordo com os capítulos, bastar colocar no preâmbulo os seguintes comandos: \usepackage{pgffor} \renewcommand*{\insertchapterspace}{% \addtocontents{lof}{\protect\addvspace{10pt}}% \addtocontents{lot}{\protect\addvspace{10pt}} }


4

Como eu comentei, falta um \\ na última linha da tabela (isto é, a linha com o conteúdo: 2 & Posição das Peças & \textbf{passosToPosition}). Em geral os erros do LaTeX não são os mais intuitivos, mas vale a pena se esforçar para entendê-los porque algumas vezes (como provavelmente essa) eles podem ser úteis.


4

Primeiramente, não sou familiar com a linguagem Python, então vou focar na linguagem R. Para a manipulação de dados com o R e sql, você pode dá uma olhada no pacote RSQLite que é particularmente bem feito. Considerando que você faz a manipulação de dados e gráficos no R e o relatório via LaTeX, aqui vão algumas opções para realizar as análises, gráficos e ...


4

Neste caso, a melhor solução é utilizar o rmarkdown. Para ter uma ideia de como ele funciona, abra o RStudio e vá no menu File > New File > R Markdown... Escolha as opções Document e PDF (note que o LaTeX precisa estar instalado para funcionar): Isto vai te gerar um arquivo .Rmd. O arquivo padrão tem o conteúdo abaixo: --- title: "Untitled" author: "...


4

Você pode usar as variações do \cite, no seu caso acredito que o \citet{} (citação textual) resolveria, algo como: \citet{Erdos65} --> Erdős et al. (1965) Tem outras variações, pode dar uma olhada na wiki. EDIT: É necessário importar o pacote natbib, usando: \usepackage{natbib}


4

O comando \vspace serve para adicionar ou retirar espaçamentos verticais no LaTeX. Se for usado um número positivo, ele adiciona espaço. Se for usado um número negativo, ele retira. No caso da tua tabela, eu retirei 5 milímetros entre a caption e a tabela em si. Veja o código abaixo e, logo em seguida, o resultado que obtive. \documentclass{article} \...


4

A função view_kable abaixo é inspirada nesta resposta do SO em Inglês. view_kable <- function(x, format = "latex", ...){ tab <- if(format == "latex") paste(capture.output(knitr::kable(x, ...)), collapse = '\n') else paste(capture.output(knitr::kable(x, format, ...)), collapse = '\n') ext <- switch(format, latex = ".tex"...


3

Você pode tentar usar um minipage para forçar que o conteúdo de um item esteja sempre na mesma página. Não é muito melhor do que a sua solução atual, no sentido de que você precisa usar esse comando juntamente com cada \item onde deseja evitar a divisão, mas é melhor do que o pagebreak porque você não força a quebra de página e deixa isso a cargo do LaTeX. ...


3

Antes do final da figura, juntar mais um path: \path [line,rounded corners=7ex] (teorias.west) -- ++(-1.5cm,0) |- (observacoes.west); (remover o rounded corners=7ex para obter ligações com linhas rectas)


3

Como voce tambem usou, o pacote tabularx e melhor para lidar com tabelas com linhas grandes, ja que faz o line break sozinho. Para conseguir todas as celulas da mesma altura eu usei o comando \parbox. Esse comando cria um paragrafo dentro de uma caixa e a sintaxe geral e: \parbox[pos][height][contentpos]{width}{text} pos pode ser b,c ou t e controla o ...


3

Basta adicionar outro parâmetro à lista de parâmetros usados anteriormente: Ao utilizar: 'text.latex.unicode' = True Como abaixo (penúltima linha) nos parâmetros originais: params = {'backend': 'ps', 'axes.labelsize': 10, 'text.fontsize': 10, 'legend.fontsize': 10, 'xtick.labelsize': 10, 'ytick.labelsize': 10, 'text....


3

No link que o @Luiz Vieira indicou, havia o parâmetro p que eu ainda não havia testado. Ele especifica para a figura que ela pode ser posicionada em uma página ou uma coluna. Bastou eu acrescentar esse parâmetro que funcionou sem problemas: \begin{figure}[!htbp] \centering \includegraphics[width=\textwidth]{visio/fluxograma} % fluxograma é um PDF \...


3

Figuras e tabelas são elementos flutuantes (floating), e por isso o Latex se encarrega de escolher o melhor lugar para colocá-los de acordo com o espaço disponível e o tamanho do elemento. Uma alternativa que pode funcionar pra você é não usar a tag \begin{figure} e trocá-la por um elemento genérico centralizado \begin{center}. Experimente fazer assim: \...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam