Respostas interessantes marcadas com a tag

452

Uma breve explicação sobre Inner, Left, Right, Outer/Full e Cross Join Vamos tomar por base estas duas tabelas: Usando ambas em todos os exemplos, vamos ilustrar os tipos mais comuns de join.   Inner Join Esse é um formato comum de join, que retorna dados apenas quando as duas tabelas tem chaves correspondentes na cláusula ON do join. Query: ...


128

Eu gosto de imagens para entender joins.


51

Inner join faz uma junção entre duas tabelas A e B onde a projeção serão todos os elementos de A que estão em B. Ex.: Quero todos os clientes de um banco e suas determinadas agencias: select * from Clientes inner join Agencias on Cliente.idAgencia = Agencias.idAgencia Um outer join pode ser Left, Rigth e Center (ou Cross). Um left join faz uma junção ...


46

Esta página é algo para ser impresso e colado na baia: http://www.codeproject.com/Articles/33052/Visual-Representation-of-SQL-Joins Basicamente, Clientes INNER JOIN Pedidos retorna apenas clientes que tenham feito pedidos. Clientes OUTER JOIN Pedidos retorna clientes sem pedidos (as colunas de Pedidos estarão com NULL) e, se a integridade referencial não ...


14

Você não dá muita informação mas se percebi bem isto deve fazer o que pretende: SELECT * FROM equipamentos e WHERE e.id NOT IN (SELECT equipamentoId FROM reservas); Parto do principio que na tabela reservas tem o id do equipamento que está reservado. Veja a funcionar no SQLFiddle Outra forma de fazer o mesmo: SELECT * FROM equipamentos e WHERE ...


13

O comentário jocoso do Linq (Jéf Bueno ou seja lá que nome ele usa agora) é verdade. Uma parte do problema é realizar o JOIN onde não precisa. Ele é um mecanismo automático que pode buscar coisas que você não precisa. Mas o motivo que normalmente as pessoas falam sobre ele ser problemático é que ele tem que buscar informações em lugares diferentes. Ter que ...


10

Qual a diferença desse operador? Nenhuma. JOIN é exatamente a mesma coisa que INNER JOIN. É apenas syntax sugar. Na própria documentação do inner join da Oracle, é possível ver que a palavra inner está entre colchetes, indicando que ela é opcional. Syntax TableExpression [ INNER ] JOIN TableExpression { ON booleanExpression | USING ...


10

Depende do banco de dados, depende dos dados constantes nas tabelas, depende da configuração da tabela, depende de outros fatores específicos. Pode ser que seja igual, pode ser que o JOIN seja mais rápido porque ele tem mais condições de otimizar, mas pode ser que ele acabe fazendo algumas operações por ter uma relação que não seriam feitas na consulta ...


9

O .join simplesmente pausa a thread atual (de onde ele foi chamado) até que a thread alvo (a thread a que ele está atrelado) termine. É uma forma de voltar a sincronizar o programa, garantindo que não estejam ocorrendo processamentos em paralelo. O que ele não faz é o mais importante: ele não transmite nenhum sinal, faz qualquer pedido, ou faz com a thread ...


8

Antes de mais nada, para fins de organização vamos manter a tabela de interesse (produto) na esquerda, e a de referência (destaques) na direita, assim podemos usar um LEFT JOIN. O LEFT JOIN é adequado, pois queremos o que tem na esquerda, mesmo não tendo correspondência, e não nos interessa o que tem na da direita sem correspondência. Em seguida, vamos ...


7

Você pode usar a função COALESCE. COALESCE(pessoa_juridica.CNPJ, pessoa_fisica.CPF)


7

pode adicionar a cláusula WHERE antes ou depois do Inner Join SELECT CodCli, NomeCli FROM tbvendas INNER JOIN tbclientes ON tbvendas.CodCli = tbclientes.AutoCod WHERE status = 'debitado' para adicionar a cláusula WHERE na tbclientes, usa o AND depois da comparação ON SELECT CodCli, NomeCli FROM tbvendas INNER JOIN tbclientes ON ...


7

Você esqueceu de retirar a vírgula antes do FROM, nesta linha [ComPlano].[CodigoPlano] AS [CodPlanoC] E conforme comentário do Paulo R. F. Amorim : Utilizar o alias criado para os campos no INNER JOIN ocasiona erro SELECT [SemPlano].[NomeBenefTitular] AS [BenfTitularS], [ComPlano].[NomeBenefTitular] AS [BenfTitularC], [SemPlano]....


7

Se entendi o que você quer como resultado: data.frame(palavras = unlist(strsplit(palavras_cnae_agro$palavras, ' '))) EDITADO Ao invés de usar ' ' como espaço, é recomendado usar a sintax \\s+ do regex que considera todos os tipos de espaço: data.frame(palavras = unlist(strsplit(palavras_cnae_agro$palavras, '\\s+'))) Fonte: https://stackoverflow.com/a/...


6

É só adicionar a clausúla where na consulta SELECT CodCli, NomeCli FROM tbvendas INNER JOIN tbclientes ON tbvendas.CodCli = tbclientes.AutoCod Where Status = 'debitado'


6

Sim você pode, porém é o caso de utilizá-lo apenas quando a chave é composta. A restrição de resultados deve ser feita no WHERE.


5

Existe uma ordem lógica a seguir. Para o seu modelo, é possível mudar a ordem de seus joins sem problema nenhum. Isso porque todos eles estão baseados em uma tabela principal que sempre estará presente para realizar suas comparações (tabela Pessoa). Mas nem sempre pode ser o caso. Imagine um sistema com as tabelas abaixo: tb_pessoa ...


5

Sim, basta usar aliases diferentes para a tabela em cada JOIN: SELECT Envios.*, PaisEnvio.nome_pais AS nome_pais_envio, PaisRecibo.nome_pais AS nome_pais_recibo FROM Envios INNER JOIN Paises AS PaisEnvio ON PaisEnvio.id = Envio.id_pais_envio INNER JOIN Paises AS PaisRecibo ON PaisRecibo.id = Envio.id_pais_recibo


5

Use um alias em cada um desses campos, que você define com AS: SELECT suporte_cad.reg, suporte_cad.data, suporte_cad.status, suporte_cad.nmcontato, suporte_cad.mensagem AS mensagem_cad, serv_cad.nmgrupo, serv_cad.dsservico, suporte_det.reg, suporte_det.data, suporte_det.nmContato, suporte_det.nmUsuario, ...


5

Se entendi bem o que pretende o que falta é adicionar ao SELECT a coluna name da tabela Customer $result = mysql_query("SELECT customer.name, type, date, amount FROM payment LEFT JOIN booking ON payment.booking_id = booking.id LEFT JOIN customer ON booking.customer_id = customer.id WHERE (date >= '$datainicialsql' AND date <= '$datafinalsql') ...


5

Tenta esta query: SELECT cad.IP, por.numero_porta, swi.modelo FROM cadastro cad INNER JOIN Porta_has_Cadastro phc ON cad.idCadastro = phc.idCadastro INNER JOIN Porta por ON phc.id_porta = por.id_porta INNER JOIN Switch swi ON por.id_switch = swi.id_switch Depois se quiser trazer a frase completa direta do banco, pode usar concatenação ...


5

Tente isso SELECT PU.ID_USER, P.PERMISSAO FROM PERMISSOES_USERS PU INNER JOIN PERMISSOES P ON PU.ID_PERMISSAO = P.ID WHERE PU.ID_USER = 1 Quanto ao erro Notice: Undefined index: permissao in /Applications/XAMPP/xamppfiles/htdocs/DEV WEB/projetoFinalBD/permissao.php on line 51 é porque aqui $permissao = $row["permissao"] estás tentando acessar a ...


5

Você pode usar o próprio campo F.COD_FORNECEDOR quando o valor for null. LEFT JOIN FORNECEDOR F ON F.ID_FORNECEDOR = T.ID_FORNECEDOR AND F.COD_FORNECEDOR = (CASE WHEN @COD_FORNECEDOR_FILTRO IS NOT NULL THEN @COD_FORNECEDOR_FILTRO ELSE F.COD_FORNECEDOR END)


5

Experiência própria: Dependendo de como você diagramar o seu bd, podem ter n tabelas, e dependendo da necessidade da sua query, você pode necessitar usar uma tabela como a principal da sua consulta, exemplificando com uma diagramação sem muito enfeite: No exemplo tenho 6 tabelas, a tabela 3 claramente é a principal do meu sistema, ela que faz ligação com ...


5

O SQL pode ficar: SELECT pa.reference AS pa_reference, pa.price AS pa_price, p.reference AS p_reference FROM ps_product_attribute INNER JOIN ps_product ON p.id_product = pa.id_product LIMIT 0, 30; Depois no php pode aceder: $values['pa_reference']; $values['p_reference']; $values['pa_price']; Desta maneira define um 'nome alternativo' das colunas para ...


5

Sim é possível ter uma ou mais clásulas JOIN composta com operadores como AND, OR <> etc. O equi join é mais comum mesmo. Basicamente o join composto já descarta os registros que não atendem o critério na junção. Caso tenha um join 'simples' e mais a frente um WHERE significa que o descarte será na restrição, ou seja primeiro feita é a junção e depois ...


5

JOINs não são ruins exceto no caso da consulta gerar um produto (que é combinação de todas as linhas de uma tabela com o conjunto de resultados ou outra tabela). Para resolver o problema de desempenho a primeira etapa é ver o plano de execução da consulta isso aponta onde estão os gargalos. As soluções mais simples são a criação de indices para colunas ...


5

Cara você pode levar em consideração no seu JOIN também o tamanho de registros de cada tabela e fazer o Join de acordo com isso, por exemplo: TDCUPANT = 900.000 registros FINAFIM = 300.000 registros OUTRA_TABELA = 1.000 registros O seu join deverá começar pelas tabelas menores, ou seja, por OUTRA_TABELA, depois FINAFIM e por ultimo TDCUPANT. Por que ...


5

Melhor forma SELECT * FROM tabela1 t1 WHERE NOT EXISTS (SELECT t2.nome FROM tabela2 t2 where t1.nome=t2.nome)


5

Faça com LeftJoin para buscar todos registro da tabela do lado esquerdo e com isso as que não tiverem do lado direito podem ser trazidos com IS NULL que são os dados que não tem relação com a tabela usuario,exemplo: SELECT usuario.id, usuario.cpf FROM usuario LEFT JOIN usuario_gerenciamento ON usuario_gerenciamento.usuario_id=usuario.id WHERE ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam