Respostas interessantes marcadas com a tag

4

Não, não é possível fazer com o Jersey controle transações do Hibernate. Entenda que Jersey é feito para comunicação REST e não tem nada haver com transação do hibernate. Você poderia utilizar CDI para realizar o controle de transação, mas não tem nada haver com Jersey. Com CDI você precisa criar um Interceptor: @Target({METHOD, TYPE}) @Retention(...


2

Segundo a documentação do Jersey, os tipos usados nos parâmetros anotados com @*Param (como @QueryParam e @FormParam) deve sem enquadrar em um dos seguintes itens: Ser um tipo primitivo Ter um construtor que aceite um único argumento String Ter um método estático chamado valueOf ou fromString que aceite um único parâmetro String Ter uma implementação ...


2

Caso esteja usando um servidor de aplicações como Wildfly, você pode fazer com que seu serviço seja também um EJB Stateless (adicione @Stateless no topo da classe), e todos os métodos REST serão automaticamente envolvidos em uma transação. Caso não esteja usando, porquê não? Pelo quem e parece, você vai acabar fazendo uma integração manual que já está ...


2

Se a ideia é direcionar usuários não logados para uma determinada página, você pode criar um filtro (Filter) para verificar se o status do usuário e, caso não esteja logado, redirecioná-lo para a URL correta. Além disso, o mesmo filtro poderia verificar se a URL acessada é a raiz da aplicação para então redirecionar o usuário para a respectiva página ...


2

Você está misturando configurações das versões do Jersey 1.x e 2.x no seu web.xml. A seguinte propriedade pertence a versão 1.x: com.sun.jersey.config.property.packages A propriedade correspondente na versão 2.x é: jersey.config.server.provider.packages Dessa forma, seu web.xml ficaria assim: ?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?> <web-app xmlns:...


1

Creio que o problema esteja na classe de inicalização, proponho as seguintes mudanças: Primeiramente adicione estas dependências (do Jersey) no seu pom.xml: <dependency> <groupId>javax.ws.rs</groupId> <artifactId>javax.ws.rs-api</artifactId> <version>2.1</version> </dependency> <dependency> ...


1

Amigo tente alterar a seguinte propriedade <property name="hbm2ddl.auto" value="update" /> para <property name="hibernate.hbm2ddl.auto" value="create"/>


1

Cara, no seu persistence eu n estou vendo o provider... org.hibernate.jpa.HibernatePersistenceProvider adiciona ele e dá uma olhada melhor nesse link https://www.caelum.com.br/apostila-java-web/uma-introducao-pratica-ao-jpa-com-hibernate/#configurando-o-jpa-com-as-propriedades-do-banco da caelum que explica direito como implementar tua conf para o uso ...


1

Você precisa obter o ServletContext para chamar o método getRealPath: String caminho = getServletContext().getRealPath("webapp/uploads/"); File file = new File(caminho); String caminhoCompleto = file.getCanonicalPath(); Como você está usando uma API Rest e Jersey, você provavelmente vai conseguir pegar o ServletContext no serviço: @Context ServletContext ...


1

TL/DR: Mantenha as anotações do JAXB se você não tiver nenhum motivo maior para sair do padrão. Se você realmente precisar de algo específico habilite o Jackson. Em versões atuais do Jersey a forma padrão para trabalhar com JSON é usando MOXy. Também por padrão as distribuições atuais utilizam anotações do JAXB (como o @XmlRootElement) tanto para XML quanto ...


1

Após muito bater cabeça, enfim consegui solucionar o meu problema para remover a mensagem. Antes de mais nada, percebi que a mensagem padrão do jersey, conforme o tópico acima, aparece para qualquer anotação (@NotBlank, @Size...) e não somente para @Pattern. Isso ocorre, pois na execução do serviço, para cada constraint violada (campos do meu bean que ...


1

Consegui. web.xml <servlet> <servlet-name>Jersey Web Application</servlet-name> <servlet-class>org.glassfish.jersey.servlet.ServletContainer</servlet-class> <init-param> <param-name>jersey.config.server.provider.packages</param-name> <param-value>meu....


1

Há uma situação muito parecida com a sua no stackoverflow.com. Por essa resposta a solução está na versão do Java. O JDK 1.8 tem suporte a métodos default nas interfaces o que implicou em novos métodos nas interfaces legadas (JDK 1.7 ou menor). A CharSequence é um caso... Se seu projeto estive com nível de compatibilidade menor que 1.8, não podes ...


1

Para que a parte de segurança funcione a mesma deve ser configurada no servidor. Isso pode ser feito com JAAS usando Spring Security, Apache Shiro ou outras soluções. Existem vários tutoriais na internet (explicar aqui ficaria muito grande), a maioria deles em inglês, mas temos alguns em português por exemplo: Spring Security (antigo mas dará uma idéia) ...


1

Para ignorar um atributo na serialização, usei a annotation org.codehaus.jackson.annotate.JsonIgnore da própria biblioteca Jackson. Ela deve ser colocada no atributo a ser ignorado conforme o seguinte exemplo: @JsonIgnore private MeuObjeto objeto;


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam