Respostas interessantes marcadas com a tag

48

O principal motivo para frames e iframes serem má-prática é que eles não são acessíveis nem indexáveis por motores de busca. Se um motor de busca começa a "ler" sua página e chega a um iFrame, ele pula esse conteúdo. Ele não consegue entrar na URL e indexar aquela outra página. Ele vai indexar separadamente, então se uma pessoa busca o termo no site de ...


25

Quando os frames "brilhavam" Frames foram muito usados em páginas estáticas, onde não é possível fazer include no servidor. Por exemplo, num site em HTML puro, cabeçalho, rodapé e menu devem ser repetidos em cada página. Isso era um grande problema e o frame resolvia isso perfeitamente, além de economizar no tempo de carregamento. Softwares como o ...


15

Eu não considero uma má prática e sim ferramentas que podem ser utilizadas em determinadas situações, assim como o div e outras tecnologias novas serão utilizadas conforme a necessidade. Por exemplo, se eu preciso criar um uma intranet simples com poucos recursos e em pouco tempo e que independe de indexação por robôs e não tenho necessidade de utilização de ...


11

Nota: Há uma proteção chamada CORS que impede abrir conteúdo de um site dentro de iFrame se o servidor não o permitir. Há outra regra chamada "same-origin policy" que impede que um script de uma página interaja com outra página se tiverem o mesmo domínio. Se as regras que referi em cima não o impedirem podes chamar essa função na página index.html com ...


9

lendo esses posts eu descobri exatamente o que procurava, e agora eu posso dizer que o uso do iframe em algumas situações é melhor. Por exemplo: Conteúdo não acessível/indexado pelos motores de busca, como a Marta citou. Meu problema foi resolvido com o uso do iframe da seguinte maneira: Tenho um site que exibe bloco de anúncios e registra a exibição ...


7

Através de URL O YouTube tem um URL específico para se recolher as thumbnails dos vídeos: http://img.youtube.com/vi/VIDEO_ID/#.jpg O # pode ser 0, 1, 2 ou 3 que correspondem as thumbnails que o YouTube gera para o vídeo: Via número: 0 = 480×360 pixeis (Tamanho normal) 1 = 120×90 pixeis (captura 01) 2 = 120×90 pixeis (captura 02) 3 = 120×90 pixeis (...


7

Se o o iframe do index.html foi declarado assim: <iframe name="principal" src="pagina.html"></iframe> O link será: <a href="contato.html" target="principal">Contato</a> Coloquei no GitHub para referência futura. O alvo principal é o nome do iframe.


6

$('#pnlContent').html($('#pnlContent').html()+html); Você está sobrescrevendo o seu HTML. Use isso: $('#pnlContent').after(html);


6

Não é uma solução com CSS puro, mas veja se funciona pro seu caso específico. Esta primeira parte na definição do iframe permite a transparência, mas nao a obriga. <iframe allowtransparency="true"> e no source do iframe acrescenta-se no CSS a propriedade de transparência: <body style="background:transparent"> Agora, se o conteúdo do iframe ...


6

Como já respondido aqui, existem vários problemas técnicos (como, por exemplo, acessibilidade). Vou colocar aqui diversos possíveis substitutos para frames e iframes: div: fazendo bom uso de CSS e manipulação do DOM, divs se tornam basicamente framesets mais flexíveis. canvas: ideal no caso de framesets para multimídia. Resumindo, os framesets eram opções ...


6

Usando Header Browsers mais novos aceitam um cabeçalho HTTP com esta finalidade: X-Frame-Options Eis as opções: deny - não permitido o framing sameorigin - não permitido se não for da mesma origem allow-from - permite apenas da origem indicada allowall - (não padrão) permite framing de qualquer local. Exemplo em PHP: <?php header('X-Frame-Options: ...


6

Recomendo primeiramente criar um iframe usando o atributo sandbox, isto pra "tentar" trazer alguma segurança, de preferencia o que puder fazer em HTML faça, ficar criando coisas dinâmicas com JS funciona bem, mas toma tempo e torna a manutenção mais complexa, então o que puder ser HTML faça em HTML. Os valores do atributo sandbox: allow-same-origin: ...


6

Podes usar o evento load, que vai ser disparado quando todos os recursos forem carregados: const iframe = document.getElementById('iframe'); window.addEventListener("load", function(event) { console.log('Está tudo carregado'); iframe.style.display = 'block'; }); iframe { display: none; } <iframe id="iframe" width="560" height="...


6

Use o designMode=on, mas isto deve ser definido dentro do documento que estiver dentro do iframe, setar diretamente no elemento <iframe> não vai dar certo, então por exemplo crie um iframe assim: var editor = document.querySelector("iframe#editor"); if (editor) { var d = editor.contentDocument; d.document.designMode = "on"; } O HTML sendo ...


5

Sempre foi errôneo afirmar que os mecanismos de busca não indexam iframes. O problema é a forma como essa informação foi sendo passada de forma desleixada ao longo dos anos. Como os framesets são realmente obsoletos, vou comentar somente sobre os iframes. Sobre indexações, o fato é, um iframe, quando indexado, não traz informação de qual a janela parent. ...


5

O Twitter bloqueia isso por uma configuração do próprio servidor deles, enviado uma flag pela Resposta HTTP: X-Frame-Options = "SAMEORIGIN" Assim, carregar páginas do site deles num iframe só será possível dentro do mesmo domínio (twitter.com). O seu navegador irá negar abrir o conteúdo ao identificar esse valor na Resposta HTTP. Como deu para entender, ...


5

Apenas abra o vídeo no YouTube e clique em Compartilhar, logo acima da descrição. Abrirá um painel com a opção Incorporar, clique nela. Você será apresentado a um código HTML, basta copiar e colar no seu site. Lá ainda é possível customizar o player. Por exemplo, para o vídeo que você passou, o código gerado é esse: <iframe width="560" height="315" src="...


5

infelizmente você não vai conseguir modificar o estilo do conteudo de um iFrame que aponta para outro dominio, uma vez que você não terá acesso ao document do mesmo. caso a pagina de destino permita CORS, você pode fazer uma requisição AJAX e colar o HTML direto em algum elemento, por exemplo uma <div>. Caso a pagina de destino não aceite CORS, você ...


5

você pode tentar acessar window.frameElement, caso frameElement seja nulo, é por que você não está dentro de um iFrame.


5

Tem sim, você pode fazer como expliquei em JavaScript - Diferença entre this e self, então dentro da página que possivelmente pode ser chamada dentro do iframe adicione isto: if (window.top !== window.self) { alert('Esta página foi provavelmente chamada dentro de um iframe'); } else { alert('Esta página foi aberta diretamente na aba/janela'); } O ...


5

Apesar de já estar respondido aqui Div com height 100%, vou tentar clarear e explicar o comportamento, o DOCTYPE para HTML5 assim como o para HTML4 com Strict funciona de maneira, assim como no Quirks mode (Internet Explorer 10), basicamente o elemento root (geralmente) o html recebe o scrollbar, no entanto isto varia no Gecko, o qual o scrollbar seria como ...


4

Na sua iFrame é o name que deve ser usado, nao o id Tente assim, usando name="plantas": <iframe id="plantas" name="plantas" height="500" width="887" src="pagina-1.htm" frameborder="0" scrolling="no"></iframe> Exemplo Segundo a documentação da MDN: name A name for the embedded browsing context (or frame). This can be used as the value ...


4

De fato, não é possivel trabalhar o conteúdo de um iframe que esteja em um dominio diferente da pagina que o renderizou. Porém, para solucionar esse problema de troca de mensagens, existe o jquery-postmessage-plugin (http://benalman.com/projects/jquery-postmessage-plugin/), dependendo da sua necessidade ele pode ser utilizado. Ele é citado em varios ...


4

Bom, hoje em dia eu não incentivo o uso de iframes, depois de descobri alguns erros que ele pode acarretar em relação a passagem de parâmetros e tudo o mais.... Mas, a um tempo atrás eu encontrei a seguinte solução: function carregaiframe(src, id) { window.open(src, id); } A chamada da função eu faço assim: carregaiframe("nomeSite.php?parametro=" + ...


4

Amigo, fica mais facil se você deixar alguns pontos claros a respeito do iframe e o que você pretende fazer. O domain do iframe é o mesmo da pagina na qual ele esta inserido ? Você não tem permissão para alterar o conteudo de um iframe que pertence a um outro dominio, por exemplo, se a sua pagina esta rodando em http://localhost e o seu iframe tem o ...


4

Você pode carregar os conteúdos no iFrame: <iframe id="estilizado" src="externo.html"></iframe> E em seguida acessar seus elementos via jQuery ou Javascript: var seuIFrame = (document.getElementById("estilizado").contentWindow || document.getElementById("estilizado").contentDocument); if (seuIFrame.document) { seuIFrame = seuIFrame....


4

Conforme esta excelente resposta, o iframe é simplesmente um parente do antigo frame, então é só uma questão de definir o target no seu elemento do menu (provavelmente um <a>): <iframe width="500" height="500" src="about:blank" name="testframe"></iframe> <a href="http://example.com/pagina-1" target="testframe">Um</a> <a ...


4

Você pode tentar aplicar pointer-events:none;, assim: <iframe src="https://www.google.com/maps/embed?pb=!1m18!1m12!1m3!1d15552.222504311141!2d-39.25844181879532!3d-12.968292390398707!2m3!1f0!2f0!3f0!3m2!1i1024!2i768!4f13.1!3m3!1m2!1s0x73e2a46e74a4fff%3A0x79a5d5513a2d5178!2sFilial!5e0!3m2!1spt-BR!2sbr!4v1460941200537" width="100%" height="200" frameborder=...


4

Sim, seria possível diminuir o tempo de carregamento da página, você deve carregar apenas o que está visível na tela, os outros deixaria pra depois. Veja se o plugin Lazy load XT neste link ajuda você: https://github.com/ressio/lazy-load-xt Sobre a animação, é bem simples e rápido de fazer, basta colocar uma imagem como background do seu iframe através de ...


4

Se a função do botão será apenas ocultar o iframe, não vejo porquê você inserí-lo dentro do mesmo; você pode criar o botão na sua página e apenas posicioná-lo sobre o iframe, na posição desejada. Veja um exemplo: .iframe { position: relative; } .iframe button { position: absolute; right: 10px; top: 10px; color: red; } <div class="...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam