Respostas interessantes marcadas com a tag

5

Linux: Crie um alias no terminal: $ alias gitcmd = "git status; git add .; git commit -a -m 'mensagem'; git push;"; Depois basta chamar o alias criado pelo nome: $ gitcmd Para deixar o comando permanente você deve incluí-lo nos arquivos .bashrc ou .bash_profile Windows: Crie um novo arquivo no editor de texto e salve ele como nova-branch.cmd Esse ...


4

Conforme colocado pela outra resposta, você pode utilizar o comando alias. No entanto, essa abordagem só te permite criá-los em ambientes que possuam esse comando. O Windows, por exemplo, ficaria de fora. Contudo, o Git também te dá opção de definir aliases utilizando uma interface própria. Isso significa que você ainda precisará usar o comando git para ...


2

Com esse cenário você terá problema, já que os repositórios que estão na origem podem ter commits diferentes. Uma configuração que poderia ser tentada seria ter 3 origins, ou melhor 3 remotes, um com as duas URL's e outros 2 remotes, cada um configurado com 1 URL's. Desta forma você poderia enviar para 2 repositórios, mas para receber poderia usar primeiro ...


2

Esse resposta não é completa pq fica faltando o status mas dando um: git commit -am "sua mensagem" Vc vai está fazendo de forma resumida git add . git commit -m O que resolveria 66,66% do problema :D De qq forma não vejo muito sentido em vc tem um comando de status automático junto com um commit, pois mesmo se vc veja algo errado no status ai já ...


2

Basta colocar o plugin exists. Quando iniciei minha busca para isso, minha primeira ideia seria resolver isso através de shell script mesmo. Pegaria a versão através do help:evaluate, colocaria em uma variável e daria um jeito de saber se já existia no servidor. Como fazer isso? Bem, aí entra a complicação... Mas, a priori, sabendo que o meu servidor de ...


1

Se eu entendi bem tudo o que você quer fazer é um merge entre dois branches diferentes de dois repositórios diferentes. Para este caso vamos chamar os branches de "branch-a" e "branch-b", e os repositórios de "repo-a" e "repo-b". Primeiramente crie um repositório local e baixe os repositórios das empresas A e B: $ git init repo $ cd repo $ git remote add ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam