Genéricos são uma forma paramétrica de polimorfismo que permite instanciar classes onde um ou mais de seus atributos terão seus tipos definidos durante a instanciação dessa classe.

Genéricos são uma forma paramétrica de polimorfismo que permite instanciar classes onde um ou mais de seus atributos terão seus tipos definidos durante a instanciação dessa classe.

Essa facilidade se encontra em algumas linguagens de programação como por exemplo Java e linguagens .NET. No Java eles existem desde a versão 5 que foi lançado em 2004.

Genéricos são especialmente úteis ao se criar coleções de objetos, por terem seu tipo definido evitam casts e verificações excessivas.

Exemplo de coleção sem o uso de genéricos:

List lista = new ArrayList();
lista.add(1);           //autobox para Integer
lista.add("dois");
lista.add(new Object());

A List foi criada sem o uso do genéricos, isso quer dizer que ela é uma coleção de objetos do tipo Object, sendo assim podemos adicionar o que quisermos nela (exceto primitivos), isso faz com que cada vez que queiramos retirar um ele venha no formato Object, portanto deve-se fazer o cast para o tipo que se deseja usar, por exemplo:

Integet i = (Integer)list.get(0);

Exemplo de coleção usando genéricos:

List<Integer> lista = new ArrayList<>();
lista.add(1);           

Agora, só se pode incluir objetos do tipo Integer na variável lista, essa segurança possibilita pegarmos o elemento sem o uso dos cast, por exemplo:

Integer i = list.get(0);

Criando uma classe que usa genéricos

Um exemplo de classe que possui um elemento polimórfico definido em sua instanciação, ou seja, genérico:

class MeuGenerico<T> {  //T abreviacao de tipo
    private T var;
    public MeuGenerico() { }
    public MeuGenerico(T var) { this.var = var; }
    public T getVar() { return var; }
    public void setVar(T var) { this.var = var; }
}

O Java usa uma convenção de nomenclatura para as letras de identificação dos genéricos, (que podem ser encontrados em diversas classes do JDK, entre elas estão principalmente o Framework de coleções), sendo:

E - Elemento
K - Chave
N - Número
T - Tipo
V - Valor

histórico | histórico do fragmento