Respostas interessantes marcadas com a tag

5

O código 304 de HTTP não é de erro, aliás nenhum código no range 3xx será necessariamente de erro, mas todos são sempre referentes a redirecionamentos. No caso o flask já implementa sistema de E-tag ou if-modified nos headers para arquivos estáticos, então no seu navegador quando acessa algo estático será salvo os valores dos headers citados, e toda vez que ...


4

Flask O Flask é um web framework de código aberto lançado em 2010 amplamente utilizado para Python. Seu funcionamento é semelhante a um conjunto de Lego, onde os desenvolvedores podem construir o que quiserem, tornando o Flask fácil de entender e usar. Características: Velocidade Embora a velocidade não tenha sido muito considerada durante a fase de ...


3

Primeiro que o if request.method == 'POST': é desnecessário, bastaria retirar o GET do decorator acima e o daí não precisa mais do if. Acho que dá para fazer assim: def pega_dados(): import json with open('config.json') as f: return json.load(f) @app.route('/<key>', methods = ['POST']) def predict(key): config = pega_dados() ...


3

O objeto g é visível somente no escopo da requisição e ele é liberado da memória assim que a requisição é concluída? Sim. O objeto g é visível entre Blueprints? Sim. Ele existe enquanto se estiver na mesma requisição - então se em um método de view, você chamar via Python, como uma função, uma função que funcione como view em outro blueprint, ela vera o ...


3

O fato de você poder criar uma string de tamanho arbitrário em Python, com """, ão significa que você pode colocar quantos comandos de SQL lá dentro e te-los executados como se tivessem sido digitados direto no prompt do banco de dados: A chamada .execute() de qualquer conector de banco de dados do Python executa um único comando (statement) em SQL - ...


2

Simples, basta usar o filtro do próprio jinja2: <h2> No momento a {{ data|length }} online nesse momento.</h2> Ou também: <h2> No momento a {{ data|count }} online nesse momento.</h2> Mesma coisa para o "for": {% for i in range(data|length) %}


2

Tente trocar o seu subscribe por esse: .subscribe((res) => { if(res.message == 'user valido'){ this.router.navigate(['dashboard']) }} ,(err: HttpErrorResponse) => { alert('erro'); }


2

Você não pode chamar o arquivo flask.py porque ele está tentando importar o nome Flask de si mesmo. É simples, tente nomear o arquivo app.py ou algo diferente de Flask e ele vai funcionar.


2

Simplesmente crie uma pasta chamada static e coloque o arquivo lá; O flask cria a rota para essa pasta automaticamente. Então é só direcionar o download para o link; Você pode usar a função url_for do flask para gerar o link correto: ` return redirect(url_for('static', filename='despesas_detal.xlsx')) Uma outra forma menos comum é retornar os bytes ...


2

Para alterar/atribuir variáveis dentro do template usa-se: {% set variavel = valor %} Ex: {% set active_page = "index" %} Referências: setting variables doc - tricks


2

As tags for, estão erradas. {% for companie in companies %} ... {% endfor %}


2

Você pode utilizar a função strftime: <td>{{ form[f].last_seen.strftime('%d/%m/%Y') }}</td> Ou então, criar um filtro específico para isto. app = ... # instância do Flask. @app.app_template_filter('to_date') def format_datetime(value): return value.strftime('%d/%m/%Y') E então usar no seu template como: <td>{{ form[f].last_seen|...


2

A resposta HTTP 304 é para "Redirecionamento para um resultado armazenado em cache anteriormente". Isso significa que o Flask está dizendo ao seu browser que o mesmo já possui o determinado conteúdo. Para resolver o seu problema, faça o seguinte: Limpe totalmente o cache do seu browser Para garantir, após o primeiro passo, aperte a tecla de atalho CTRL + ...


1

Você pode fazer dessa forma from sqlalchemy.sql import func @app.route('/') def index(): va = Registro.query(func.sum(Registro.valores)).all() return render_template('index.html', va=va) no arquivo index.html {{va}}


1

Tem dois errinhos básicos na sua aplicação. O primeiro deles é em relação à nomenclatura das variáveis. No trecho {% for form in form %} você está nomeando a variável que percorre a lista form também de form. Nesse caso, a maneira correta é dar um nome diferente da lista para o iterador. Um exemplo seria: {% for f in form %} O outro erro é que você quer ...


1

Podes lidar com o erro do "KeyError" e lancar uma excepção com um 404. Fica algo deste genero: try: cpf = request.json['cpf'] except KeyError: return render_template('404.html'), 404


1

Esse erro acontece pois não existe o atributo "cnpj_cpf" na sua requisição, você pode trocar a chamada ao invés de usar chaves usar o método get, exemplo: cpf = request.json.get('cpf', None) Nesse caso se não existir o atribuito cpf na request ele retorna None ai você pode dar uma response de Bad Request: cpf = request.json.get('cpf', None) if not cpf: ...


1

Encontrei a resposta. Era simplesmente porque o campo data era um objeto javascript. Na documentação diz que data pode ser um PlainObject ou String ou Array, portanto não sei porque não funcionou. Esse código está funcionando: $.ajax({ url: 'http://localhost:5050/run', contentType: 'application/json', cache: false, method: 'POST', ...


1

O erro na query é aqui: ); ENGINE=InnoDB DEFAULT CHARSET=utf8 COLLATE=utf8_bin; ^ Você tem um ponto-e-vírgula onde não deveria. Independente de te alertar o local do erro, respeitosamente sugiro que quando encontrares novos problemas executes a query diretamente no banco e encontre por si só o que está acontecendo de errado.


1

Galera, consegui dessa forma, mas não sei se é a forma correta: this.authService .authenticate(username, password) .subscribe((res) => { if(res ["message"] == 'user valido') { this.router.navigate(['dashboard']) } else { console.log('user invalido') }


1

Recomendo que vc faça assim: consulta = "INSERT INTO linksespecificos(ALVO) VALUES (%s)" cursor.execute(consulta,(ipLink,)) consulta = "DELETE FROM linksespecificos WHERE ID= %s" cursor.execute(consulta,(id,)) mesmo que seja um parâmetro passado coloque uma virgula ao final.


1

O que é contexto de solicitação? O contexto de solicitação (ou request, do inglês) surge quando é efetuada requisição à sua aplicação. Neste momento, segundo a documentação, um contexto de requisição, juntamente com um contexto de aplicação, é levantado. Isso quer dizer que toda a informação da sua requisição que acaba de chegar está disponível por meio do ...


1

Quais são as diferenças entre Flask.g e Flask.current_app? Houve uma alteração no Flask 0.10. O Flask.g existe dentro do contexto de aplicação. O contexto de aplicação está disponível durante o tempo de cada request. O Flask.current_app representa o contexto de aplicação.


1

Segundo a documentação do Flask Restful basta configurar o parâmetro da URL corretamente para que o framework faça o append dos parâmetros repetidos, ao invés de sobrescrever os existentes: parser.add_argument('urls', action='append') E depois para pegar o valor: args = parser.parse_args() args['urls'] # seria uma lista com todas as urls passados por ...


1

Se o que for retornado pelo parser.parse_args() for um dicionário, é impossível. De outra maneira, você pode passar as urls todas juntas... Por exemplo: urls=globo.com,terra.com,uol.com E separá-las usando str.split() urls = args.split(',') ou algo parecido


1

Veja como o ocomunitário foi feito. https://github.com/DwarfTeam/ocomunitario eu tento segui as boas práticas sempre. Entenda uma coisa, esse é seu código: app = Flask(__name__,template_folder='template' ) Você pede para o flask enxergar para uma pasta chamada template, porém a sua pasta mostrada na imagem tem o nome de : templates com o s no final, por ...


1

Você definiu uma template folder com o nome de template aqui: template_folder='template' Porém pela imagem é possível verificar que a pasta que você criou chama-se templates no plural! Então talvez seja o caso de somente acertar isso, renomeando a pasta ou alterando o código.


1

Bem, o flask tem a intenção de ser completamente modularizado e livre para que você se sinta à vontade de definir a melhor estrutura. Uma das boas práticas do framework é trabalhar com a chamada "Application factory", ou "Fábrica de aplicações" (http://flask.pocoo.org/docs/1.0/tutorial/factory/). Quando você cria uma "app factory", você não precisa ter ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam