Respostas interessantes marcadas com a tag

4

Em geral, pode-se usar os eventos/notificações do banco de dados, o termo exato e a implementação depende do DBMS, pois cada um usa um mecanismo diferente. O Firebird por exemplo, implementa isto usando a instrução POST_EVENT, o PostgreSQL usa NOTIFY, etc. Com o FireDAC, é possível obter os alertas usando o componente TFDEventAlerter, a página Database ...


4

TFDJSONDatasets foi introduzido no XE6, infelizmente não há como usar no XE4. talvez o caminho seja uma FDMemtable em vez disso. Ha um tutorial de XE5 que talvez sirva pro XE4. Aqui tem um exemplo usando ClientDataset, tente e veja se serve.


4

Olá, sim é possível. O componente a ser usado é FDLocalSQL, onde você basicamente faria o SELECT de uma FDQuery. Na prática, funciona assim: Insira um componente FDLocalSQL; Insira os dataset´s ligados aos N bancos que você queira, cada um com seus devidos SQL´s; Ligue a propriedade LocalSQL de cada dataset no componente FDLocalSQl; Insira um novo ...


4

Enquanto isto garimpando no Delphi (tentativa e erro) e no Google consegui resolver, além de atribuir 'True' para o CreateDatabase também atribui os outros params ai sim funcionou, Segue exemplo procedure Tdm.connBeforeConnect(Sender: TObject); var sPath: string; begin sPath := gsAppPath +'DB\MeuDB.fdb' ; FDConnection1.Params....


3

Acho que vale destacar que a opção AutoCommit simplesmente limpa os UpdateStatus dos registros. Diferente do ApplyUpdates do ClientDataSet, que retornava todos os registros para usUnModified automaticamente, o FDQuery os mantém. Imagino que seja assim para que possamos, após dar um ApplyUpdates, fazer novas alterações no banco banco de dados de acordo com ...


3

Pode fazer desta forma: FDConnection1.TxOptions.AutoCommit := False;


3

Focando no FireBird, tudo isso diz respeito ao "Isolamento Transacional" O conceito você conhece: Abro uma transação, enquanto eu não fizer commit nessa transação, outra transação não enxerga essa alteração nem pode mexer no mesmo registro. DeadLocks é diferente de Lock Conflit. O que acontece em transações é Lock Conflit. Lock Conflit é naturalmente uma ...


3

Trabalho com Firebird a muito tempo, o problema mesmo pode ser transações abertas. Aqui não costumamos utilizar o FDTable, utilizamos um componente próprio, mas é a mesma coisa. Vou dar um exemplo com o próprio TDataSet, que é a base de tudo. var vDataSet_Teste : TDataSet; begin vDataSet_Teste := ResultSQL('SELECT ALGUMA_COISA FROM ALGUM_LUGAR'); ...


2

Este componente é utilizado para receber notificações disparadas pelo SGDB. Estas notificações devem ser implementadas pelo desenvolvedor através de triggers ou stored procedures no banco. Você pode notificar o sistema toda vez que uma tabela for alterada, ou alertando que determinada operação será executada (como um backup ou fechamento de caixa). Para um ...


2

O TADCommand é um componente responsável por executar comandos no banco de dados, ele não pode ser utilizado para prover conteúdo para componentes DBWare pois não é um dataset, seu funcionamento é semelhante a uma TSQLQuery da paleta DBExpress. O TADTableAdapter é o que realiza a comunicação entre o TADCommand e a TADMemTable que é um DataSet propriamente ...


2

Nesse link, havia uma pessoa com o mesmo problema. A solução encontrada, aparentemente, foi trocar a versão do SO por uma versão do Windows para servidor (2008 e 2003). Talvez o que tenha causado o seu problema tenha sido a troca do Windows 7 pelo Windows 8. Ainda segundo o link, foi utilizada essa tabela de apoio para escolher a versão do SO a ser ...


2

Aparentemente com o comando: CommitUpdates após ApplyUpdates(0) consegui resolver dois problemas: Evitar a triplicidade de registros na tabela. Evitar erros no comando Refresh após a inclusão / alteração dos dados. No fórum da empresa Da-Soft (link abaixo) tem uma chamada de suporte que a solução é realmente esta, chamar CommitUpdates logo após ...


2

cara tenho um sistema de migração de dados desenvolvido e utilizo o getfildName para pegar os campos de uma determinada tambela da seguinte forma. fdconnection.GetFieldNames(NomeDoBanco,'',Tabela,'',StringList); E pelo que ja utilizei do sistema ele nunca pegou ou o FireDac colocou aspas. mas tente realizar o seguinte teste o indexof pelo que pesquisei ...


2

Os campos são retornados com Aspas devido a normalização do banco de dados. Aqui uma abordagem pouco diferente: Documentação. AList is a TStrings descendant that receives the field names. Any existing strings are deleted from the list before GetFieldNames adds the names of all the fields in ATableName. The field names are normalized--enclosed in ...


2

No lado servidor, nos componentes que você trocou para FDQuery, você não precisa carrega os campos. Faça um teste, deixa apenas a consulta SQL no FDQuery, no lado cliente adicione um ClientDataset “novo, não reutilize ou copie é cole”, após isso carregue os campos no ClientDataset e veja se os campos estão iguais.


2

Quando invocamos o método ApplyUpdates em uma FDQuery devemos lembrar que exceções não serão geradas para a aplicação, porem o FireDac registra o erro em uma estrutura de registro de dados interna e continua a processar atualizações até que o número de erros seja igual ou superior a AMaxErrors. Após chamar o método ApplyUpdates , devemos incluir rtHasErrors ...


2

Você pode tentar deixar seu DBGrid como ReadOnly, veja se existe essa propriedade no seu Delphi. Qual delphi está usando? Talvez isso já resolva: With DBGrid1 .AllowAddNew = False .AllowDelete = False .AllowUpdate = False End With Caso não funcione nada disso, programe o evento OnKeyPress ou OnKeyDown para ignorar qualquer tecla.


2

Boa Tarde, Tente usar o componente FDMemTable do FireDAC no lugar do TClientDataSet e a FDQuery do FireDAC, ele também salva com a mesma estrutura e depois é só passar o caminho para receber o conteúdo. Com o seguinte código: if (FDQuery.Active) then FDQuery.Close; FDQuery.SQL.Clear; FDQuery.SQL.Add('SELECT * FROM SOMETHING'); FDQuery.Open; FDMemTable....


2

clientDataSet tem que ter exatamente a mesma estrutura da query ? Nesse caso você deve utilizar um componente chamado DataSetProvider, Segue um exemplo de utilização : procedure TForm1.FormCreate(Sender: TObject); begin FDQuery1.SQL.Text := 'select * from tbClientes'; DataSetProvider1.DataSet := FDQuery1; ClientDataSet1.ProviderName := ...


2

Se você usa 2 conexões diferentes com o mesmo componente de conexão, você pode usar o Try, segue exemplo: try //Tenta efetuar a rotina pensando no Firebird SELECT SUBSTRING(nome FROM 5 FOR 8) FROM clientes except //Deu erro no Firebird, então tenta no Oracle SELECT SUBSTR(nome,5,8) FROM clientes end; E se você já consegue identificar qual o Banco ...


2

Para você trabalhar com sessões no DataSnap, tens que criar o seu projeto a partir do DataSnap Server, pois a tecnologia REST por padrão trabalha com LifeCycle Invocation, a cada execução de um server method uma instância da classe é criada e depois destruída, por esse motivo que a tecnologia REST não vai adiantar. Criando o seu projeto pelo DataSnap ...


2

Encontrei nessa documentação do FireBird, a forma correta de utilizar esse comando. A documentação fala sobre alguns cuidados ao usar esse comando. Pelo que li na documentação, ele retorna uma linha comprometida caso a mesma utilize o WITH LOCK. Li em alguns fóruns não oficias do Firebird que as linhas são automaticamente "liberadas" ao realizar um commit ...


2

Para o conhecimento de todos, o problema foi resolvido. Para o PostgreSQL funcionar corretamente é necessário copiar as seguintes DLLs para a pasta da aplicação: Libeay32.dll SSLeay32.dll Intl.dll Libpq.dll Copiar essas DLLs do diretório bin da instalação do PostgreSQL.


2

Este problema muito provavelmente ocorre porque o seu FDInsertForn não esta sendo instanciado. Apenas adicionar a instanciação seu problema será resolvido: FDInsertForn := TFDQuery.Create(nil); Mas neste código existem outros pontos a serem comentados, como você esta criando o seu TFDQuery em tempo de execução, não é necessário declará-lo no formulário se ...


2

Para saber se é o primeiro ou ultimo registo é usar as funçoes dataset.bof (Begin Of File, começo do arquivo) e dataset.eof (End Of File, fim do arquivo) Por isso tipicamente o loop de um dataset se faz assim: dataset.first; while not dataset.eof do begin // dataset.next; end;


1

Depois de Tanto Tentar eu resolvi a questão. Para poder funcionar no FireDac terá que desativar o AutoCommit ex: FDConnection1.TxOptions.AutoCommit := False;. P - Esse comendo bloqueia a tabela para gravação ou também bloqueia para visualização? R - O Comando WITH LOCK bloqueia as linhas que serão trazidas em uma instrução SQL como o @Lucas de Souza Cruz ...


1

Substitui o evento DoBeforeDelete do FDQuery. Nesse evento, verifico se a propriedade EnableDelete está desmarcada e se estiver, apenas executo o comando Abort. Pode parecer um pouco radical, mas faz a mesma coisa que o FireDAC, porém sem gerar uma exceção para o usuário.


1

Além da possibilidade já descrita anteriormente também pode fazer 'manualmente', através do evento BeforeDelete da TFDTable master e colocar a mensagem de confirmação e um loop para apagar as linhas do detail como por exemplo: detail.DisableControls; While detail.Locate('idpai',masterid.value,[]) do detail.delete; detail.EnableControls; Pode dar mais ...


1

É possível, mas não recomendo. Na verdade não recomendo trabalhar com Tables, é muito amarrado e limita bastante vários aspectos técnicos que podem ser melhorados na aplicação. Mas isso fica a critério de cada um, é apenas uma opinião pessoal. Nesse link há a explicação oriunda da Embarcadero de como fazer o que você quer. Em suma você deve seguir os ...


1

Para Complementar a resposta acima Coloca uma componente de TFDQuery FDQueryclose; FDQueryclose.sql.clear; FDQueryclose.sql.add (' create table teste(' ); FDQueryclose.sql.add (' n_fields1 integer default 0, '); FDQueryclose.sql.add (' n_fields2 integer default 0, '); FDQueryclose.sql.add (' n_fields3 varchar(50)) ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam