Novas respostas marcadas com a tag

0

Eu recentemente tive uma experiência diferente, eu percebi que mesmo usando o try/catch com Exception estava estourando um fatal error na tela. Eu consegui resolver fazendo um outro catch para capturar o Throwable error. try{ } catch(\Throwable $e) { ... } catch(\Exception $e) { ... }


0

Veja se é assim: def acionamento(self, estado, nome_gerador): # acionar geradores self._nome = nome_gerador if nome_gerador is 'G1': print('já esta ligado') print('o gerador não é gerenciado manualmente') elif estado is 'sim': print(nome_gerador, 'foi ligado!') elif estado is 'nao': print(nome_gerador, '...


0

Em relação ao comando em si "try-catch" independente da linguagem de programação adotada e baseado em minha experiência pessoal ao descobrir e aplicar esse comando em minhas lógicas, recomendo sua utilização quando você quiser executar um bloco de ações. Por exemplo em métodos que devem ser executados sequencialmente, em que a execução de um depende do ...


6

Há controvérsias. Depende do que deseja e do estilo que adotar. A comunidade Python prefere o chamado EAFP em vez de LBYL (referência). Claro que tem que analisar cada caso, mas faz sentido para o tipo de linguagem. Eu acho que isso um pouco abusivo, mas é como a linguagem definiu que deve comunicar problemas em certas situações. Então se você fizer mais ou ...


2

A melhor maneira de tratar erros é se certificar de que não haverá erros. O recomendado é usar o bloco try-except apenas quando você não tem controle de algo que possa possivelmente gerar uma exceção ou então quando a verificação for muito extensa e compense mais deixar o erro acontecer para capturar a exceção. No seu código por exemplo, existe um caso em ...


As 50 principais respostas recentes são incluídas