Respostas interessantes marcadas com a tag

4

Você está atribuindo uma lista com 3 valores para uma lista com elementos, dois deles são valores, portanto não faz sentido o seu uso assim. O único elemento que serve a algum propósito é a variável a. Então 10 será atribuído para a e poderá usar esta variável depois com este valor. Na verdade Elixir define isto como pattern matching sempre. A variável a ...


4

O simbolo |> é conhecido como o operador pipe. O operador pipe |> é algo de extrema utilidade e que irá certamente melhorar a legibilidade do seu código com Elixir. Ele básicamente pega a saída da expressão da esquerda e passa como primeiro argumento de uma função à direita. Digamos que eu não tenha conhecimento do operador pipe e queira multiplicar ...


3

Diferente da maioria das linguagens, === não faz uma dupla verificação de equivalência e tipo. Tal como ocorre em javascript: > 1 === "1" false > 1 == "1" true Em Elixir, a diferença entre == e === é que o último é mais rigoroso ao comparar números inteiros e flutuadores: iex> 1 == 1.0 true iex> 1 === 1.0 false Você pode usar == em todas as ...


3

Para criar a expressão procurada, você deve usar os Positive Lookaheads ((?=...)), como já deve ter percebido. Porém, você está usando-o de modo incorreto. Para adicionar critérios sem uma ordem específica, seus lookaheads devem estar presentes antes do texto validado. Exemplo 1: /(?=a).../ Corresponde com: abc, acb Não corresponde com: bca, cba Com isso ...


2

Ambos os códigos funcionam adequadamente, como pode ser visto aqui. O problema que você está enfrentando ocorre na hora de exibir os resultados. Quando você utilza o IO.inspect em uma coleção de inteiros, Elixir tenta converter esses valores em strings. Como os valores do seu exemplo são pontos de código válidos na tabela ascii, eles acabam sendo ...


1

Reduce usa o primeiro elemento da sequência como ponto inicial no que fará. Fold tem um valor inicial passado para começar. Então se você for somar todos elementos de uma coleção e quiser que o valor inicial seja 0, ambos darão o mesmo resultado, mas se deseja que comece por uma valor diferente só é possível fazer com foldl. Claro, para este exemplo é ...


1

Com Elixir você tem uma maneira de representar caracteres por valores binários, por exemplo: Digamos que eu queira representar o valor binário da letra: a iex(0)> <<97>> "a" O binário varia para a representação do caracter em caixa alta: iex(0)> <<65>> "A" Elixir oferece um sintax sugar para que as representações binárias ...


1

Isso significa um valor padrão para o parametro passado, então no exemplo que dado, caso não seja passado nenhum valor para a variável a ela por padrão terá um match com o number 2: defmodule Math do def add(a \\ 2, b) do a + b end end Se testarmos a função no iex: iex (1)> c("math.ex") iex (2)> Math.add(1, 8) # add/2, pois ...


1

Elixir possui uma maneira bem inteligente de lidar com funções recursivas, pelo fato de as listas por padrão já serem encadeadas ou linkadas. Head and Tail (cabeça e cauda) Em Elixir as listas podem ser separadas em duas partes, head(cabeça) e tail(cauda). Onde a cabeça é o primeiro elemento da lista e a cauda é todos os outros elementos subsequentes. ...


1

Elixir não é uma linguagem orientada a objeto, então o modulo Enum possui apenas três funções que permitem acessar um elemento de um array com base no seu index: iex > Enum.at([:a, :b, :c, :d], 2) :c iex > Enum.fetch([:a, :b, :c, :d], 2) { :ok, :c } iex > Enum.fetch!([:a, :b, :c, :d], 2) { :ok, :c } Caso você tente acessar indices que não existem, ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam