Respostas interessantes marcadas com a tag

31

Dê Clean e depois Build no seu projeto.


25

Primeiro, marque um breakpoint na linha de código que você tem o problema. No seu caso é na linha 34, correto? :) Para inserir o breakpoint dê dois cliques no lado esquerdo da indicação do número da linha: Vai ficar uma bolinha azul. Depois, ao invés de clicar na seta branca dentro do círculo verde para rodar o programa, clique no bug (inseto) a sua ...


20

Primeiro, verifique se o JDK está instalado. Uma vez instalado, verifique se a variável PATH foi configurada. Para isso, Clique com o botão direito em Meu Computador e vá em propriedades; Clique em Configurações Avançadas de sistema; Clique em Variáveis de Ambiente; Localize a variável PATH no quadro ‘Variáveis do sistema’. Clique sobre ela e depois sobre ...


15

Assim como acontece com o banco de dados, o Eclipse não reconhece o serviço do Apache Tomcat apenas por ele estar presente no sistema, é necessário um plugin para o Eclipse. No Eclipse vá em Window > Preferences > Server > Runtime Environments > Add > Apache Tomcat 8 > e defina o diretório que o Tomcat foi instalado, no meu caso C:\Program Files\Apache ...


14

Você pode definir isso em Window->Preferences->Java->Code Style->Clean Up. Crie um novo profile, ou edite o atual. Vá na aba Member Accesses. Marque: Use 'this' qualifies for field accesses ; depois só marcar Always. Feito tudo isso, só ir ao menu Source->Clean Up.


14

Isso acontece por que você baixou uma versão do Eclipse de 32 bits e tentou executá-la com uma versão do Java de 64 bits, e vice-versa. Apenas baixe a versão correspondente ao seu JDK e isso estará resolvido. Execute o comando java -version no prompt de comando.


10

Você importou o R 'errado' por engano. Troque a linha do import por: import <pacote_do_projeto>.R Por exemplo: import br.com.app.R Caso o pacote do projeto seja 'br.com.app'


9

A solução que encontrei foi um pouco diferente, e vou deixar aqui pois apenas adicionar o servidor e alterar o Project Facets não me ajudou: No arquivo pom.xml, no campo destinado às dependências, adicione: <dependency> <groupId>javax.servlet</groupId> <artifactId>javax.servlet-api</artifactId> <version>3.1.0</...


7

Isto é um comportamento comum da configuração do Apache Tomcat no Eclipse. Isto ocorre porque, quando é criado o server dentro do Eclipse são utilizados os metadados (informações temporárias dentro da pasta Servers) do Workspace do Eclipse, e não o diretório de instalação do Tomcat. Se preferir, é possível alterar clicando duas vezes no servidor do Tomcat ...


7

O erro ocorre porque como o packaging foi setado como war, o maven reconhece por padrão a configuração da necessidade de um web.xml, dado a versão do servlet que você esteja utilizando, caso ela for anterior à versão 3.0, o web.xml é necessário. Caso a versão for a atual, uma forma de eliminar esse erro, é com o maven-war-plugin, em sua configuração, setar ...


6

Tente o seguinte: Habilite a Depuração via USB no seu smartphone. Instale o driver dele no PC (alguns só funcionam assim). Se tiver que instalar driver, reinicie o Eclipse. Para ter certeza se o SDK está detectando o aparelho execute o seguinte: cd <dir_do_seu_sdk> cd platform-tools adb devices Se o aparelho foi detectado, ele será mostrado numa ...


6

Deixou a opção depuração de USB marcada no Moto G? Depois é só rodar no dispositivo.


6

Olhe isso: public class GPSTracker extends Service implements LocationListener { private final Context mContext; // flag para o status do GPS boolean isGPSEnabled = false; // flag para o status da rede boolean isNetworkEnabled = false; // flag para o status do GPS boolean canGetLocation = false; Location location; // ...


6

Eu utilizo o Android ADT Bundle, mas acredito que seja o mesmo local se você estiver utilizando o Eclipse com o plugin ADT separadamente. Acesse o menu ADT (ou Eclipse) e então abra as Preferências. Na opção Android > Build, você pode definir uma nova keystore nos campos custom, como mostra na imagem.


6

O problema é que você está tentando iniciar uma versão do Eclipse de 64 bits com uma versão do Java de 32 bits. Você pode baixá-lo Java SE Development Comece Eclipse com uma JVM de 64 bits e o problema sumir.


6

As diferenças entre o Netbeans e o eclipse são muito poucas, por isso este assunto rapidamente se transforma baseado em opiniões, contudo ficam aqui algumas especificações: Link:http://development-software.findthebest-sw.com/saved_compare/Eclipse-vs-NetBeans Sistema Operativo suportado: Características: Funcionalidades: Recursos do editor: Ferramentas ...


6

O nome disso é "Code Template", para cria um vá em Window → Prefences → Java → Editor → Templates, para chegar na seguinte tela: Clique em "New" para criar seu código do template. Como exemplo, criei um template para automatizar a criação de um atributo e um método para tornar uma classe um Singleton. Segue o código caso queira copiar: private static ${...


6

Caminho no Eclipse: Window > Preferences > Digite "Encoding". Troque todos os tópicas que achar necessário para UTF-8.


6

import java.util.Random; Random rand = new Random(); int n = (rand.nextInt(50) + 1) * -1; O exemplo acima é meramente didático. O número 50 define o range e foi colocado para fins de demonstração. Será gerado um número aleatório entre 0 e 49. Por isso somamos +1 para que os números sejam entre 1 e 50. Do resultado obtido, multiplica-se por -1 pois na ...


6

Atributos booleanos, lógicos, têm uma semântica aprimorada no getter ao serem gerados automaticamente pela IDE. Talvez com um atributo de nome status não seja o melhor caso. Pense no getter da propriedade administrador. private boolean administrador; public boolean isAdministrador() { ... } É semanticamente melhor os getters de objetos lógicos terem o ...


6

Não existe limite teórico, só prático. Nem mesmo hardware é o limite, qualquer um bem ruim poderá escalar bem qualquer projeto, não importa que seja o maior da história da humanidade, o problema real é a escalabilidade humana de lidar com isto. Código bem feito escala bem mesmo sem classes, código mal feito escala mal até, e principalmente, com classes.


5

Existe também o Maven Shade Plugin que permite empacotar o artefato em um super-jar, incluindo suas dependências, e ainda renomear os pacotes de algumas dependências se você desejar. Veja um exemplo: <project> ... <build> <plugins> <plugin> <groupId>org.apache.maven.plugins</groupId> <...


5

Quando você falou sobre Eclipse, logo pensei se tratar de um bug do plugin m2e (Maven to Eclipse), que é o plugin do Eclipse para integração com o Maven sem necessidade de linha de comando. Dito e feito! Este não é um problema com seu projeto! Fiz um teste com meu Eclipse e inicialmente não consegui reproduzir o problema. Então encontrei este tópico no ...


5

Isto acontece frequentemente quando você acabou de criar um projeto, o que me parece ser o seu caso, pelo que dá para ver do código. Então é só relaxar e esperar um pouquinho. Acontece que assim q você cria um novo projeto, vários processos estão rodando ao mesmo tempo (o compilador Java, os geradores do Android Development Tool, os outros plugins da IDE,...)...


5

Esse é um erro comum que pode vir de várias origens diferentes: Erro em um dos XMLs (mesmo que não acuse); Não dar save antes do Clean/Build; Algum erro que esteja impedindo a geração automática desse arquivo; Descobri uma solução até então "definitiva" aqui pro pessoal de onde trabalho. EDIT.: Essa forma deve ser utilizada como último caso, se nenhuma ...


5

Sim, você pode verificar pelas constantes de versão. Em geral, para tratamento de incompatibilidade de algumas funções da API é comum usar a constante Build.VERSION.SDK_INT, que possui a informação de qual versão o dispositivo esta rodando. E junto com os valores dos SDK's, disponível na classe Build.VERSION_CODES você consegue executar código condicionado ...


5

Diretamente no Eclipse não. Pra recuperar precisa dar um undelete nos arquivos. Pra isso desligue imediatamente seu computador, melhor se for direto no botão sem ir no desligar, retire seu HD de dentro do computador e coloque como escravo (HD secundário) em outra máquina. Uma vez feito isso use uma dos muitos softwares de undelete existentes. Os passos acima ...


5

Localize na view Package Explorer o projeto do qual pretende gerar o arquivo JAR, clique com o botão direito e selecione a opção Export. No Wizard que se apresenta, digite a palavra “jar” na caixa de texto “Select an export destination” e será exibido diversas opções que apresentam conteúdo relevante de acordo com o que fora digitado. Selecione a opção JAR ...


5

Na view Project Explorer expanda o seu projeto e depois expanda o item JRE System Library. Nela você encontrará um item chamado jfxrt.jar, clique com o botão direito e selecione a opção Properties. Isso irá abrir uma janela de diálogo das properiedades desse jar. Na jenala procure o item Javadoc Location. Marque a opção Javadoc URL e coloque: https://docs....


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam