Respostas interessantes marcadas com a tag

19

O Hadley criou recentemente o dplyr, uma versao bem mais rapida e com sintaxe mais intuitiva que o plyr. (links para o CRAN e para o anuncio no blog do RStudio) No dplyr ficaria assim library(dplyr) group_by(df,vendedor)%>%summarise(Total=sum(vendas)) vendedor Total 1 A 3300 2 B 440 3 C 1020 4 D 200 E agrupando por ...


17

Atenção: update no magrittr 1.5 A partir do magrittr 1.5, o ponto (.) do operador %>% funciona com chamadas aninhadas. Dessa forma, ele substitui corretamente o ponto dentro de row.names(.) e agora o exemplo funciona normalmente sem qualquer modificação. dados <- mtcars %>% mutate(nomes=row.names(.)) head(dados) mpg cyl disp hp drat wt qsec ...


12

Outra opção é utilizar o pacote data.table: df <- data.table(df) df[,sum(vendas), by=vendedor] df[,sum(vendas), by=data.table(vendedor, regiao)] Pacotes como o plyr e o data.table foram criados para facilitar e agilizar esse (e outros) tipos de análises, entao se o teu banco for grande ou tiver que fazer muitos agrupamentos, talvez valha a pena dar uma ...


10

Você pode fazer isso com a função aggregate aggregate(vendas ~ vendedor, data=df, FUN=sum) vendedor vendas 1 A 3300 2 B 440 3 C 1020 4 D 200 aggregate(vendas ~ vendedor + regiao, data=df, FUN=sum) vendedor regiao vendas 1 A Leste 200 2 D Leste 200 3 ...


8

Julio, Não consegui pensar numa solução usando o dplyr, mas uma solução simples e que talvez deixe o código mais limpo é, criar uma função row_namesda seguinte forma: row_names <- function(x, var){ var <- deparse(substitute(var)) x[var] <- row.names(x) return(x) } Depois você pode usá-la assim: mtcars %>% row_names(nomes) %>% filter(...


8

Utilizando o pacote dplyr: library(dplyr) Base <- Base %>% mutate(Total_Sim = rowSums(. == "Sim"))


8

Dentro do tidyverse existe a função tidyr::complete() para realizar o desejado. Os passos para isso são: Contar a ocorrência de cada grupo em cada data com count(). Completar com 0 (zero) os casos em que não há observações Fazer a soma acumulada desta contagem para cada grupo. Isso pode ser feito com o código que segue: library(tidyverse) dados %>% ...


7

O próprio Hadley nos oferece a resposta na vignette do tidyr. library(tidyr) library(dplyr) df <- data.frame( x = 1:3, y = c("a", "d,e,f", "g,h"), stringsAsFactors = FALSE ) df %>% transform(y = strsplit(y, ",")) %>% unnest(y)


7

Tive uma ideia de como pesquisar minha dúvida e acabei chegando a uma resposta poucos instantes depois de publicar minha pergunta: dados %>% group_by(categorias) %>% count() %>% ggplot(., aes(x=reorder(categorias, -n), y=n)) + geom_bar(stat="identity")


7

Uma maneira de fazer isto com poucas linhas de código é através do pacote dplyr. Inclusive, recomendo dar uma estudada nele e no tidyverse se quiser aprender a manipular dados de maneira eficaz no R. Creio que o código abaixo resolve os teus problemas: Tab1612SojaQde %>% select(`Unidade da Federação`, Ano, Valor) %>% group_by(`Unidade da ...


7

Utilizei o group_by + mutate + case_when + all para verificar se todas as ocorrências do id determinado era de sim/não e os que fossem mistos seriam valores faltantes e preenchidos com nd. library(dplyr) df %>% group_by(id)%>% mutate(output = case_when( all(car1 == 'sim') ~ 'sim', all(car1 == 'nao') ~ 'nao', TRUE ~ 'nd' )) Saída: ...


6

Você também pode utilizar tapply: Por vendedor: with(df, tapply(vendas, vendedor, sum)) A B C D 3300 440 1020 200 Por vendedor e região: with(df, tapply(vendas, list(vendedor, regiao), sum)) Leste Norte Sul A 200 100 3000 B NA 300 140 C NA 1000 20 D 200 NA NA


6

Depois do código com count, faça um join para acrescentar as colunas restantes. dt %>% count(Sex, Pclass, sort = TRUE) %>% mutate(perc = n/sum(n)*100) %>% inner_join(dt, .)


6

Uma variável da classe factor é um conjunto de valores e de rótulos, os levels. Essa classe serve então para armazenar dados categóricos, não fazendo sentido operações como multiplicação com ela. Em levels(peso)<-c(1, 0.85, 0.7, 0.6, 0.5, 0.35, 0.2, 0.1, 0, 0) foi mudar os rótulos dos dados e não uma transformação do tipo de dados. Então você manteve os ...


5

Criar uma base para teste: b <- data_frame(x = 1:10,y = 1:10, string = rep("123-235-203", 10)) Com o código a seguir você pode obter o que queria: b %>% separate(string, into = c('s1', 's2', 's3'), sep = '-') %>% gather(string, valor, -x, -y) %>% select(-string) %>% arrange(x) A função separate do tidyr transforma a sua string em ...


5

Outra opção é usar sqldf library(sqldf) sqldf("SELECT vendedor, sum(vendas) from df group by vendedor") sqldf("SELECT vendedor, regiao, sum(vendas) from df group by vendedor, regiao")


5

Tente isso aqui: library(dplyr) dados <- mtcars dados %>% mutate(names = row.names(dados)) Você também pode fazer: dados %.% mutate(names = row.names(`__prev`)) `__prev` (entre crases) indica o elemento anterior (previous) da cadeia. E esse argumento só funciona quando vc substitui %>% por %.% Veja também esse post no SO-en: https:...


5

Para lidar com valores "a frente" ou "atrás" de uma observação, dado a ordenação de uma outra variável, o dplyr tem as funções arrange para ordenar, e lag e lead para acessar o valor anterior ou posterior de uma linha no data.frame/tibble. Existe a opção de achar pegar o valor x anterior, mas para isso cheque a documentação aqui. Existe também uma vignette ...


5

Consegui resolver, estava faltando incluir um . dentro da função select CLIENTES %>% mutate(CLIENTES.Dep = rowSums(select(., contains("Dep."))), CLIENTES.Usu = rowSums(select(., contains("Usu."))))


5

Creio que o código seguinte resolve a questão. No entanto, tive uns problemas com as colunas envolvidas, porque são de classe factor. Em primeiro lugar, inclui o argumento stringsAsFactors na criação da data frame flores. E de seguida transformei a coluna Species em character. flores <- data.frame(Especies=c("setosa", "virginica", "versicolor"), ...


5

Creio que a forma mais simples é com rowSums. Como as comparações == resultam em valores lógicos FALSE/TRUE que o R codifica como 0/1, basta somar os valores em cada linha. rowSums(Base[, 2:11] == "Sim") #[1] 8 9 7 4 6 6 3 7 4 8 7 4 6 2 4 7 9 9 2 10 5 7 5 8 4 #[26] 5 5 7 9 10 5 8 9 0 9 9 4 9 7 8 5 7 3 8 9 6 9 ...


5

Não sei se é isto que pretende, mas o resultado res tem um formato parecido com o da pergunta. sp <- split(df[3:7], df$ind) res <- lapply(sp, function(s) lapply(s, unique)) str(res) #List of 2 # $ 2015-01-02:List of 5 # ..$ Betas_Model1: num [1:3] 11.371 0.816 3.618 # ..$ Betas_Model2: num [1:3] 11.636 0.267 3.837 # ..$ Betas_Model3: num [1:4] 11....


5

Não sei como você utilizou a função anti_join, mas ela funcionou aqui: library(dplyr) anti_join(dados_1,dados_2,by='MATRICULA_A') # 'MATRICULA_A' é a variável em comum MATRICULA_A 1 123 2 234


5

O r-base oferece as opções de: names(): para conhecer os nomes das variáveis que estão no data.frame. str(): para conhecer a estrutura do objeto em questão. No caso no data.frame, isso significa conhecer a quantidade de variáveis que ele tem, o número de observações e o nome, tipo e alguns valores de cada variável. O data.frame usado nos exemplos (sleep) ...


5

Remova o data.test2$ de sum(..., ou o dplyr irá entender que é para usar a soma total em cada grupo. library(dplyr) # Dados de exemplo set.seed(876) dados <- tibble(Curso = as.factor(rep(LETTERS[1:4], each = 3)), Vagas = sample(20:100, 12)) names(dados)[2] <- "Vaga 1 Sem" > sum(dados$`Vaga 1 Sem`) [1] 720 > dados %>...


5

Data.frame: df <- data.frame(ID = c(1, 1, 1, 3, 3, 3, 7, 7, 7)) Pacote dyplr: library(dplyr) Separando o problema em 2. Aqui criamos o set1 agrupado pelo ID: df <- df %>% group_by(ID) %>% mutate(set1 = sample(c(1, 2, 3), size = n(), replace = F)) %>% arrange(set1) Aqui criamos o set2 agrupado pelo set1: df <- df %>% group_by(set1) ...


5

Carregando os pacotes e o xlsx: library(readxl) library(lubridate) df <- read_excel('./tempo_atendimento.xlsx') Fazendo algumas conversões: df$COD_PRODUTO <- as.factor(df$COD_PRODUTO) df$RANGE_DIAS <- as.factor(df$RANGE_DIAS) df$DATA <- ymd(df$DATA) Aqui é onde geramos o novo data frame: novo_df <- df %>% group_by(COD_PRODUTO, RANGE_DIAS, ...


5

Esse pivot é um caso específico em que você tem uma duas variáveis no nome da coluna. A função pivot_longer tem como trabalhar com isso mas foi uma implementação relativamente recente. O último exemplo aqui https://tidyr.tidyverse.org/reference/pivot_longer.html cobre um caso parecido. Basicamente antes de pivotar ele separa as variáveis de acordo com o ...


4

Existe uma função chamada rownames_to_column do pacote tibble que permite fazer isso: mtcars %>% rownames_to_column()


4

Há várias formas de fazer isso no R, o que você quer é agregar uma variável usando outra como grupo. Essa pergunta do SOpt fala exatamente sobre isso e vai te ajudar ( Como consolidar (agregar ou agrupar) os valores em uma base de dados? ). Mas dando uma resposta para o seu caso específico, diferente da resposta do molx. Recriando os dados: dados <- ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam