Estamos recompensando usuários que escrevem perguntas & reputações serão recalculadas! Saiba mais.

Respostas interessantes marcadas com a tag

38

TL;DR Algumas afirmações na pergunta usam premissas contemporâneas. Tem que abandonar tudo isso para entender o funcionamento dos computadores "antigos". E duvido que algo sucinto vá dar uma ideia boa de como os computadores funcionavam. Na verdade isso só vai acontecer mais concretamente com muito estudo. É muita variação. 0s e 1s podem ser armazenados e ...


33

O início É igual fazer qualquer software. Uma linguagem nova surge da necessidade de resolver algum tipo problema específico ou geral de forma diferente do que se fazia antes. Foi assim quando se criou as primeiras linguagens de baixo nível (vários Assemblies) e depois com Fortran - considerada a primeira linguagem de alto nível - e depois linguagens que ...


28

A principal vantagem do case sensitive é aumentar o conjunto de símbolos (nomes) possíveis. O principal impacto nas linguagens tradicionais é a criação de uma relação implícita entre um tipo e uma instância desse tipo. Outro menos empregado (Prolog, Erlang) é a possibilidade de dar tratamento semântico diferenciado dependendo da capitalização. Por fim, há ...


26

Como que alguém conseguiria escrever um código em assembly sendo que não existia editor de textos nem nada? A resposta é meio longa, porém valerá a pena. Vamos aproveitar para limpar alguns conceitos: Todo e qualquer valor em um computador eletrônico, seja valvulado ou transistorizado, se resume a presença de sinal (geralmente 1 ou verdadeiro) ou ausência (...


23

A teoria A definição mais aceita é que a linguagem precisa ser Turing Complete, ou que pode simular a Universal Turing Machine para ser considerada de programação. Isso significa que qualquer função que pode ser matematicamente calculada de alguma forma, deve ser possível ser expressada, e consequentemente executada em sua plenitude, gerando resultados ...


20

Lançar exceções é legal! Abordagem bacana 1 - evitar exceções porque elas representam o mal: public Resultado baixaEstoque(Produto produto, int quantidade) { Resultado resultado = new Resultado(); if (!produtoDisponivel(produto, quantidade)) { resultado.isSucesso(false); resultado.setMotivoFalha( String.Format("Não há %...


15

Há premissas erradas na pergunta. Assembly (ênfase no maiúsculo) existe antes dos cartões perfurados que na verdade é só uma entrada de dados. Assembler não é um compilador, embora algumas pessoas acham que sim. Ele até é uma forma de compilador, mas não é completo, por isso é considerado apenas um montador. Tem perguntas que ajudam entender melhor isso e ...


15

Na verdade há três opções, todas os três preferíveis em situações diferentes. A terceira pode ser observada na excelente resposta original no Software Engineering dada pelo Alex ten Brink. Opção 1: geradores de parser, ou "você precisa para analisar alguma linguagem e você só quer fazê-lo funcionar, nada mais" Você precisa construir um analisador para ...


14

Aqui tem um artigo cientifico que trata só dessa comparação. Além disso, a performance depende claramente da aplicação em particular e do compilador da linguagem utilizada. Em C#, FOR é um pouco mais rápido. FOR teve uma média de 2,95-3,02 ms. O While média de cerca de 3,05-3,37 ms. Execute você mesmo o código e veja: class Program { static ...


13

No meu entender, o for é açúcar sintático para um caso de uso comum do while, que é utilizar uma variável como contador e uma condição baseada no valor dessa variável (ou seja, pare quando a variável chegar em x). Em pseudocódigo: int i = 0; while(i < 10) { // faz algo i++; } Não sei se dá pra dizer que um é melhor que o outro, mas em casos em que ...


12

Nenhuma séria com os requisitos colocados na pergunta. Até existe uma linguagens de brinquedo que facilitam a criação de jogos, mas só dá para fazer coisas bem toscas. É praticamente pra criança brincar de fazer jogo (exemplo). Se quer fazer jogo sério de alto desempenho se usa linguagens de propósito geral com bibliotecas específicas para jogos. Nem faz ...


11

Exceções não devem ser usadas para controle de fluxo Não há dúvida que exceções não devem ser usadas para controle de fluxo. Existe bastante literatura sobre isto. Inclusive todo programador Java deve saber disto porque todos leram o livro do Joshua Bloch, Effective Java que deixa isto muito claro, ainda que a API nem sempre respeite isto. Em C++ muitos ...


11

Maturidade do Design Design de código depende muitas variáveis: experiência, contexto, suporte da linguagem e provavelmente outras. Particularmente, em várias situações acabo experimentando formas diferentes de implementar uma certa funcionalidade até chegar a uma que seja suficientemente "limpa e robusta o suficiente" para mim. Porém, ideias de ...


11

De um modo geral, uma ferramenta específica para um determinado domínio será mais fácil de usar, e potencialmente mais eficiente, que uma de propósito geral. Essa é a lógica por trás das "linguagens de domínio específico" (DSL), e também é a razão pela qual raramente alguém "programa um jogo" - preferindo em vez disso programar uma engine de jogos, e então ...


11

Uma vantagem da linguagem ser case sensitive é que é mais fácil de forçar regras de nomenclatura de código. Apesar disso, nenhuma das linguagens que você citou que são case sensitive acaba por forçar regras de nomenclatura, e não conheço nenhuma que chegou a ver a luz do dia que faça. Um exemplo, em uma linguagem case sensitive que venha a forçar regras de ...


10

Existe uma forma de demonstrar que um seja melhor que o outro? Geralmente o while é usado enquanto uma determinada condição não é atendida. Exemplo: boolean continua = true; while(continua) { //alguma lógica... continua = checaSeDesejaContinuar(); } Enquanto o for geralmente é usado quando se deseja iterar uma sequência de dados. Exemplo: int[] ...


9

Já foi dito que a diferença básica é a semântica que você quer dar ao código. Quando o for foi inventado ele era mais limitado a dar uma sequência numérica. Quando inventaram de dar mais flexibilidade para ele começou competir mais diretamente com o while, embora já competia antes em algumas situações. Tem linguagem que só tem o for. Se pensar bem não ...


9

Arrays covariantes são considerados uma falha da linguagem. Idealmente eles deveriam ser invariantes também. O principal motivo de eles terem sido concebidos como covariantes foi uma tentativa ruim de permitir a implementação de conjuntos genéricos de objetos, em especial para que métodos que trabalhassem com arrays de objetos pudessem trabalhar com arrays ...


8

Vou começar lançando alguns links importantes para entender sobre linguagens, compiladores, interpretadores, etc.: O que é linguagem de programação, IDE e compilador? Como é desenvolvida uma linguagem de programação? Como é feito um compilador? Existe diferença entre um compilador e um interpretador? Diferença de ...


8

Primeiro um pouco de história Essa resposta é baseada nesse excelente artigo do Celso Kitamura https://celsokitamura.com.br/pascal-case-e-camel-case/ Em 1813 Jacob Berzelius, químico, sugeriu uma convenção para formaliza a forma de escrever as fórmulas químicas. Ele propôs indicar cada elemento químico por um símbolo de uma ou duas letras, sendo a primeira ...


7

Existe alguma linguagem de programação específica para desenvolvimento de jogos eletrônicos? Não. Simplesmente porque não há requisitos únicos ou especiais ao se desenvolver jogos que requereriam uma linguagem de programação específica. De fato, a sua pergunta poderia ser refeita para qualquer domínio de problema e a resposta provavelmente continuaria ...


6

Uma das vantagens de usar self explícito é que você simplifica a linguagem: Com self explícito o escopo do self vai ser um escopo léxico igual ao de todas as outras variáveis. Não precisa criar uma regra de escopo separada só pro self. Com self explícito, métodos e funções são a mesma coisa. Com self implícito, funções e métodos se comportam de forma ...


5

Os dois funcionam bem, mas o qual usar vai depender dos seus requisitos. for vai executar as instruções através de uma sequência conhecida for (i = 0; i < 10; i++) - percorrer listas, vetores, executar um número definido x de ações e outros. Enquanto o while vai executar as instruções até que a(s) condição(ões) seja(m) atendida(s) while (check). Em ...


5

Na minha opinião a maior vantagem do self explícito é viabilizar "closures" sem pegadinhas e sem tratamento especial. De cara evita aquele problema em que todo iniciante Javascript cai: Objeto.prototype.metodo = function () { var self = this; setTimeout(function () { this.bla(); // errado, this será window self.bla(); // correto }...


4

É uma questão muito relativa (linguagem, cultura, comunidade, ...) e, com base no meu conhecimento, minha resposta tende a ser: depende. Há casos e casos, por exemplo, posso responder por Java: Não preciso checar com uma expressão regular (ou um monte de ifs) se uma string qualquer pode ser transformada em uma data, posso simplesmente tentar formata-la e ...


4

Certamente seria possível que o self fosse um parâmetro implícito, como o this de outras linguagens, mas acredito que seja assim porque uma das filosofias de Python é deixar as coisas explícitas. Dentro de uma classe Python, a diferença entre um método com e um sem o self é praticamente a mesma entre um método normal e um método estático em linguagens como ...


3

Um while é uma forma mais simplista para um laço de repetição, onde em sua estrutura tem-se apenas a condição. Exemplo: while(condição){ //Bloco que será executado enquanto condição satisfaça (Ou seja o valor lógico seja true) } Um for é uma estrutura mais complexa do que o while. Nesta podemos determinar a inicialização de uma variável. Em seguida, ...


3

Primeiramente para saber distinguir os dois você necessita sabe quais seus elementos: For for (expr1; expr2; expr3) statement expr1 = Executada uma vez incondicionalmente no incio do ciclo expr2 = Avaliado no inicio de cada iteração, se TRUE o loop continua, se FALSE o loop termina expr3 = Executado no final de cada iteração ...


3

Um projeto que começa com uma pessoa, a melhor forma é colocar como projeto aberto, e tentar juntar uma comunidade. Você cria um repositório no GitHub para o seu projeto de linguagem - ponha o código, e a documentação: a documentação deve ser bem completa, de justificativa, até a especificação da linguagem em si, sem se preocupar com o código, e por fim, a ...


2

Tem suas diferenças: Eu uso o for para manipular vetores e while quando desejo ficar em um looping até que algo aconteça.


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam