Respostas interessantes marcadas com a tag

19

Primeiramente, crie uma classe que será o Custom Validation Attribute. O código da classe será o seguinte: /// <summary> /// Validação customizada para CPF /// </summary> public class CustomValidationCPFAttribute : ValidationAttribute, IClientValidatable { /// <summary> /// Construtor /// </summary> public ...


8

Faço aqui um complemento para a resposta dada pelo @samir-braga, que fará a validação apenas no servidor. Mesmo que o código aparente estar sendo validado no cliente, já que a mensagem de erro será exibida, essa validação é feita no servidor. Para que ocorra de fato uma validação no cliente, antes de os dados serem submetidos para o servidor, será ...


7

Quando estamos criando uma aplicação utilizando o ORM Entity Framework, podemos utilizar a abordagem Code First em que modelamos a aplicação e a partir dela será gerado nosso banco de dados. Para modelarmos as tabelas da nossa base de dados, nós podemos criar classes no C# utilizando os DataAnnotations, assim, definindo chave primária, tamanho máximo, ...


6

Você pode usar o tipo byte com anotação de TimeStamp [Timestamp] public byte[] RowVersion { get; set; } Olha esse tutorial para entender melhor.


6

Assim: public class Movimentacao { [Key] public int MovimentacaoId { get; set; } public int ProdutoId { get; set; } public int UsuarioId { get; set; } public virtual Produto Produto { get; set; } public virtual Usuario Usuario { get; set; } } public class Usuario { [Key] public int UsuarioId { get; set; } ... ...


6

Preciso de uma forma "limpa" e clara de validar as entidades sem poluir as entidades com DataAnnotations, sabendo que estou a utilizar o Fluent Api para configurá-las. O que você quer dizer com "poluir as entidades"? A melhor forma de trabalhar com validação é pela decoração por atributos (pertencentes ao namespace System.ComponentModel.DataAnnotations). ...


5

Qual a diferença entre Data Annotations e Fluent API? A abordagem, principalmente, mas há um problema conceitual na sua pergunta, porque a Fluent API faz uso do namespace System.ComponentModel.DataAnnotations quando o programador enuncia as regras de composição do domínio de dados. Ou seja, as duas não são comparáveis, a rigor. A pergunta seria algo como "...


5

Você pode implementar um ModelBinder para isso. public class DecimalModelBinder : DefaultModelBinder { public override object BindModel(ControllerContext controllerContext, ModelBindingContext bindingContext) { object result = null; // Don't do this here! // It might do bindingContext....


5

public class User { [Index(IsUnique=true)] public string UserName{get;set;} }


5

Isto aqui: @Html.HiddenFor(model => model.IdNews) Faz o ModelState tentar validar a chave IdNews, que não possui valor algum na Action Create. Remova o hidden e teste a validação novamente.


5

Isto é usado na metodologia de Code First do Entity Framework onde você modela uma classe com as propriedades que ela deve ter e ela é transformada em uma tabela com as colunas descritas nesta classe e o banco de dados é criado. Algumas dessas propriedades podem ser interessantes ter só na memória, pode fazer parte do mecanismo que você tem na aplicação, mas ...


5

A DataAnnotation MaxLengthAttribute é utilizada para limitar o tamanho de strings. Para definir uma faixa de valores para propriedades inteiras, você deve utilizar a DataAnnotation Range, conforme abaixo: [Range(18,65)] public int Idade { get; set; }


4

Não é com decoração por atributos que você vai resolver. Implemente IValidatableObject no Model: public class MeuModel : IValidatableObject { ... [Display(Name = "CPF")] public string CPF { get; set; } [Display(Name = "CNPJ")] public string CNPJ { get; set; } public IEnumerable<ValidationResult> Validate(ValidationContext ...


4

Basicamente o DataAnnotations [ForeignKey] é apenas para explicitar o campo de chave estrangeira em relacionamentos entre duas entidades, por exemplo: public class Livro { public int Id { get; set; } public string Titulo { get; set; } public int AutorId { get; set; } [ForeignKey("AutorId")] public virtual Autor { get; set; } } public ...


3

Por padrão, não existe nada para fazer o que deseja. Porém, nada impede que você faça o seu Custom Migrations Generator, como mostrado nesta resposta. Para isso, basta criar uma classe herdando de SqlServerMigrationSqlGenerator e realizar a configuração deseja (não somente para índex). Par ao nosso exemplo, faremos o seguinte: public class ...


3

Tem algumas formas, a que provavelmente é a mais adequada para você seria usar o atributo Index para criar um índice no banco de dados e indicar que ele deve ter chave única. public class SuaClasse { [Index("NomeDoIndice", IsUnique = true)] public string ColunaUnica { get; set; } } É possível montar o índice com várias colunas. Não esqueça de ...


3

Boa tarde tem maneira mas simples de validação server side seria usando data annotation ele já tem algumas propriedades prontas mas querendo você pode customizar vou colocar um exemplo abaixo. using System.ComponentModel.DataAnnotations; public class EadCapituloModel { [Required(ErrorMessage = "Campo Capitulo é Obrigatorio")] [Display(Name = "...


2

[System.Web.Mvc.Remote("MetodoValidarCPF", "SeuController", ErrorMessage = "CPF inválido.")] E aí você pode criar uma classe só de validações e chamar essa dll no controler e ele reconhecerá public JsonResult ValidarCPF(string cpf = "") { bool validaCPF = SIBValidacoesBLL.ValidarCPF(strCpf); return Json(validaCPF, JsonRequestBehavior.AllowGet); } Se ...


2

Basta especificar qual a chave do relacionamento seguindo o exemplo abaixo; public class Boleto { public int BoletoId { get; set; } public string Email { get; set; } public int IDC { get; set; } [ForeignKey("IDC")] public virtual Cliente Cliente { get; set; } }


2

Para que o asp net mvc valide no cliente eu uso um atributo do tipo System.ComponentModel.DataAnnotations.EmailAddressAttribute em cima do campo email. Assim o mvc já cria a validação no cliente. Veja o exemplo abaixo. [EmailAddress(ErrorMessage="email invalido")] public string email { get; set; } Segue o código que coloco no form da view para ...


2

Cliente tem um CieloToken ou CieloToken tem um Cliente? De acordo com o que você me informou, eu faria a entidade limpa (sem data annotations) e resolveria tudo no Fluent API. O codigo ficaria mais ou menos assim: Model Cliente: public class Cliente { public int ClienteId { get; set; } public virtual ICollection<Boleto> Boletos { get; set; } ...


2

Implemente uma classe que é responsável em verificar se o seu Model é válido: public sealed class ModelValid { public ICollection<ValidationResult> ValidationResults { get; private set; } public bool IsValid { get; private set; } public ModelValid(object model) { ValidationResults = ...


2

Você pode usar System.ComponentModel.DataAnnotations.Schema.ColumnAttribute para definir que a sua propriedade será criada como text no Banco de Dados. [Column(TypeName = "text")] public string InformacoesDiversas { get; set; } Ou através de Fluent API: modelBuilder.Entity<OTipoDaSuaEntidadeAqui>() .Property(e => e.InformacoesDiversas) ....


2

O mecanismo de atributo sempre foi muito limitado. Ele é resolvido todo em compilação e usado com reflexão, o que impede fazer muita coisa. Além disto, as anotações disponíveis no Entity Framework são limitadas, dá para fazer o básico, mas não é muito flexível. Nem poderia ser diferente, a sintaxe de atributos não permite muita expressividade. Um mecanismo ...


2

O normal e que parece mais óbvio seria usar o DateTime, afinal o objetivo de ambos, a grosso modo, é o mesmo, é apontar um ponto no tempo. Cada um com uma representação diferente, mas o dado é o mesmo. E quando falamos em dados para serem processados a representação não importa, isso só interessa quando vai dar uma saída. Então leia um timestamp e jogue em ...


2

No seu caso o MaxLengthAttribute não vai funcionar porque, como o próprio erro indica, apenas se aplica aos tipos String ou array de Byte. Tem duas formas de contornar o problema: 1. Ao invés de utilizar o tipo int, passar para string e então utilizar o [MaxLengthAttribute(10)], mas aí poderá ter implicações indesejadas na base de dados: [Display(Name = "...


1

Isso acontece, respondendo de forma simples, porque a configuração do seu IIS local está em português e o seu IIS remoto está em Inglês. Para mudar essa configuração de globalização do seu IIS você deve adicionar a seguinte linha no seu arquivo web.config. <configuration> <system.web> <globalization culture="pt-BR" uiCulture="pt-...


1

você pode fazer da seguinte forma.: public class RequiredEqualAttribute : RequiredAttribute { public RequiredEqualAttribute(Type type, string prop, object value) { this.Property = type.GetProperty(prop); this.Value = value as IComparable; } public PropertyInfo Property { get; private set; } public IComparable Value { get;...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam