Respostas interessantes marcadas com a tag

9

Só pra adicionar uma outra informação bacana que eu encontrei (e um exemplo funcional!), eu resolvi criar esta resposta. :) A partir dessa thread do SO(en), eu aprendi que também é possível embutir o cursor diretamente no CSS via a codificação dos dados da imagem utilizada em base64. Com o auxílio de ferramentas online como essa ou essa, uma imagem de ...


9

A cor não é possível. Porém você pode trocar o ponteiro do mouse com o CSS: .novoCursos { cursor: url(ponteiroVermelho.gif), auto; } O código html ficaria assim: <div class='novoCursos'>Ola, coloque o mouse em cima dessa frase para ver o cursor alterar.</div>


8

Boas observações na pergunta. De fato o cursor é a forma mais imperativa, apesar de ainda ser colocado de forma declarativa no código. O CTE é mais funcional. O motivo de achar mais legível é que programamos imperativo o tempo todo. O CTE pode oferecer mais performance, mas isso não é automático e de fato por ser algo menos comum para muitas pessoas pode ...


7

Basta você substituir o nomes[i]".txt" por paste0(nomes[i],".txt"). O loop vai ficar assim: for(i in 1:ncol(dados)){ write.table(dados[,i], paste0(nomes[i],".txt"), sep = "\t", row.names = F, col.names = F) } A função paste é usada para concatenar strings e por padrão usa um espaço para juntá-las. Quando uso paste0 ele concatena sem ...


5

Você vai usar o stat_function() para a função e ylim() e xlim() para definir os limites: library(ggplot2) x <- c(-4:4) f1 <- function(x){x^4 - 6*(x^2)} ggplot(data.frame(x), aes(x)) + stat_function(fun=f1) + ylim(-10, 5) + xlim(-3, 3)


4

Sua pergunta não está muito clara. Se você está querendo tratar um erro, precisa saber que tipo de erro ele é. Por exemplo: begin insert into TABELA(id, coluna1) values (1, 'Valor1); exception when DUP_VAL_ON_INDEX then -- Aqui faço o tratamento se o registro já existia. when OTHERS then -- Qualquer outro erro vai cair aqui end; Procure ...


4

Não aconselho você a fazer isso, porque é uma bela duma gambiarra. Mas se você quiser dar uma olhada segue o código: unit Unit2; interface uses Winapi.Windows, Winapi.Messages, System.SysUtils, System.Variants, System.Classes, Vcl.Graphics, Vcl.Controls, Vcl.Forms, Vcl.Dialogs, Vcl.StdCtrls, Vcl.ExtCtrls; type TForm2 = class(TForm) Memo1: TMemo;...


3

Eu acho que utilizar cursor para algo tão simples é complicar algo que pode ser resolvido com INSERT ... SELECT. -- código #1 declare @Hoje datetime; set @Hoje= cast(current_timestamp as date); declare @Ult_ID int; set @Ult_ID= coalesce ((SELECT max(ETQ_ID) from neski_dba_erp.dbo.Etq_00), 0); INSERT INTO neski_dba_erp.dbo.Etq_00 with (tablock) ( ...


3

No seu caso, o ideal é utilizar LEFT JOIN. O Left Join, serve justamente para mesclar o conteúdo de duas ou mais tabelas. Dessa forma você terá um cursor com as informações de ambas as tabelas. Com o Left Join, o seu código ficaria dessa forma. SELECT * FROM contatos c LEFT JOIN contatos_numeros cn /* Aqui eu informo que o SQLite deve mescar a tabela ...


3

Infelizmente, o cursor é uma propriedade do próprio OS (Windows, Linux, Apple). Por meio do CSS, consegue modificar o tipo de cursor, mas não a cor dele, pois a cor é definido nas configurações do OS. Por isso que as soluções que você viu fez exatamente isso - esconder o cursor, e replicá-la de uma forma controlável pela JavaScript e/ou CSS. Atualização ...


3

Aqui está um código exemplo: x = seq(from=-4, to=4, length.out=1000) y = c(x^4 - 6*(x^2)) print(ggplot(data=data.frame(x=x, y=y), aes(x=x, y=y)) + geom_point(colour='red') + stat_smooth(se=F, colour='blue') + coord_cartesian(xlim=c(-3, 3), ylim=c(-10, 5))) Ou com uma lenda: print(ggplot(data=data.frame(x=x, y=y), aes(x=x, y=y)) + ...


3

Por cada registo no cursor um novo modelListprod deve ser adicionado ao array prod. Veja os comentários no código. public void lprod(SQLiteDatabase db){ ArrayList<modelListprod> prod = new ArrayList<modelListprod>(); //Passa para dentro do while //listprod = new modelListprod(); String descricao = ""; String ean = ""; ...


2

No Windows Forms pode usar Cursor.Position. Fora dele provavelmente terá que acessar a API do Windows. Uma resposta no SO ensina fazer isso. [StructLayout(LayoutKind.Sequential)] public struct Point { public int X; public int Y; public static implicit operator Point(Point point) { return new Point(point.X, point.T); } } [DllImport(...


2

Bolei um pequeno exemplo aqui que deve clarear as ideias ae. DECLARE VSQL VARCHAR2(4000); VARMAZNAR VARCHAR2(4000); VTEMP VARCHAR2(4000); BEGIN --SELECT PRINCIPAL FOR PRINCIPAL IN (SELECT * FROM PCCLIENT WHERE CODCLI < 10) LOOP --TABELA COM AS COLUNAS FOR COLUNAS IN(SELECT 'CODCLI' COLUNA FROM DUAL UNION SELECT 'CLIENTE' COLUNA FROM DUAL) LOOP --...


2

Tem que comparar com a posição anterior, não duas vezes com a mesma. Algo assim: import pynput def Position(): mouse = pynput.mouse.Controller() position_anterior = mouse.position[0] while True: position_atual = mouse.position[0] if position_atual > position_anterior: print("...


2

Já descobri meu erro, é uma tupla de tuplas, então no for eu estou pegando a primeira tupla e preciso passar um indice da tupla proveniente da tupla do for, fica algo assim: ... cursor.execute("select menu from myapp_django_menu where parent=%s group by menu",[p[0]]) ...


2

Pra usar assim, você precisa fazer sua query dinâmica admitir um valor de retorno. Algo assim: SET @COMANDO_COMANDO_PAGO = 'select @Pago = count(f.matricula) from matricula m inner join aluno a on a.matricula = m.matricula inner join financeiro f on m.matricula = f.matricula and m.ano = f.ano and m.semestre = f.semestre and m.periodo = f.periodo ...


2

Complementando a resposta do Filipe: seu problema é que o método getCursor - quando encontra uma exceção - apenas a loga e segue em frente, retornando null. Quando o método listContacts tenta usar o cursor, dá o NullPointerException. Para evitar isso, ou deixe a exceção se propagar até o ponto mais apropriado dela ser tratada, ou verifique em listContacts ...


2

Veja o log de erros, você está fazendo referência a um campo que não existe na tabela: 03-20 10:35:25.870: E/data(914): Error while searching contacts: android.database.sqlite.SQLiteException: no such column: name (code 1): , while compiling: SELECT _id, name, lastname, phone FROM contact Segundo o log, o campo "name" não existe na tabela "contact".


2

Não precisa um cursor. Uma possível solução pode ser a seguinte: CREATE TABLE #Livros ( Codigo INT, Nome NVARCHAR(25), Capitulos INT, ) INSERT INTO #Livros(Codigo, Nome, Capitulos)VALUES (32, 'Jonas', 4) ;WITH MaxCapitulos AS ( SELECT MAX(Capitulos) AS MaxCap FROM #Livros ), Capitulos AS ( SELECT 1 Cap ...


2

Em situações como essa use o método public Cursor rawQuery (String sql, String[] selectionArgs) da classe SQLiteDatabase. O método retorna um Cursor com o resultado da query passada ao primeiro parâmetro.


1

O SQL_MODE serve para definir como os comandos SQL serão tratados. Por exemplo, o NO_ZERO_IN_DATE controla se ele vai aceitar uma data com mês 0, e o NO_ZERO_DATE define se ele vai aceitar uma data com zeros. Se eles estiverem ativados, ao tentar inserir ele vai gravar mas vai dar um warning (aviso). Se o STRICT_MODE estiver ativado, não vai gravar. Aqui ...


1

Se entendi bem, você pode utilizar o módulo pyautogui: import pyautogui pyautogui.typewrite('Stack Overflow em Português é demais!') Isso simulará a entrada do teclado, digitando o texto onde o cursor estiver posicionado.


1

Por cada tipo de dado que uma coluna da tabela guarde a implementação da interface Cursor disponibiliza um método para obter o seu valor. Para obter o valor guardado numa coluna do tipo string deve usar o método getString(int column). Esses métodos usam um inteiro(índice) para identificar a coluna. É possível obter esse índice através do nome da coluna ...


1

Não é possível pois segundo a documentação da Oracle para o PL/SQL, quando coluna e (parametros ou variaveis) tem o mesmo nome, a coluna tem precedência. If a SQL statement references a name that belongs to both a column and either a local variable or formal parameter, then the column name takes precedence. Se um código SQL referencia um nome ...


1

O cursor está a ser acedido antes de cursor.moveToFirst(). Além que a condição do while retorna sempre true. Faça assim: Cursor cursor = db.rawQuery("SELECT nome,idade FROM pessoas",null); if(cursor != null && cursor.moveToFirst()){ do{ Log.i("Nome: ", cursor.getString(cursor.getColumnIndex("nome"))); Log.i("Idade: ", cursor....


1

Por acaso você está mexendo em outras threads para fazer processamento paralelo? Sugiro colocar isso em volta do comando do cursor: this.Dispatcher.Invoke(new Action(() => { this.Cursor = Cursors.Wait; }));


1

Olá, o erro de retorno é referente a uma consulta que retornar mais de um valor quando o esperado é apenas 1. veja o trecho abaixo : SET @_body= ( SELECT body FROM Emails ) use o id da tabela Emails com cláusula where para fazer a busca dos dados corretos. tipo SELECT body FROM Emails where id = 1 Altere os trechos abaixo com o id ta tabela... ...


1

Há duas razões, segundo a documentação, para o método getBlob() lançar uma excepção: o valor é nulo ou o campo não é Blob Partindo do principio que não é nulo então é porque a coluna esta mal definida. Você diz na pergunta "em uma coluna no Sqlite com tipo de dado byte." Não sei se é possível declarar um coluna como byte mas se foi assim que a ...


1

O cursor tem o metodo "getColumnIndex" cursor.getColumnIndex(<nome da coluna>) Geralmente o que se faz é: cursor.getString(cursor.getColumnIndex(<nome da coluna>) , tambem pode ser getInt(), getLong(), etc


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam