Respostas interessantes marcadas com a tag

3

A função open retorna um objeto de arquivo. Ao lermos o conteúdo desse objeto, ou iterarmos sobre ele linha a linha como você faz no seu código, chegaremos ao "final" do arquivo. Nesse ponto, qualquer outra operação retornará um string vazio: >>> arquivo = open('texto.txt') >>> arquivo.read() 'olá mundo' >>> arquivo.read() # já ...


2

"Criar um CSV em memória" não faz muito sentido - Uma estrutura DataFrame do Pandas é uma tabela de dados em memória, mas já com muito mais facilidades que um CSV. Um CSV é um tipo de arquivo conveniente para portar dados de um lado para outro no disco - mas que tem um mínimo de praticidade direta. Pela sua pergunta, você quer gerar um arquivo .zip ...


2

O teu problema é que quando o programa vai executar o fgets() o caracter presente no buffer de input é um ENTER. Neste caso, aparentemente, o fgets() não funciona pois lê uma linha vazia, apenas com o ENTER. Para resolver a situação existem algumas opções: Limpar o buffer de input, quando necessário, antes do fgets() { /* limpa stdin */ int ch; do ...


2

Solução usando pandas: import pandas as pd df=pd.read_csv("file.csv", sep=";") df.columns=[k.strip() for k in df.columns] df['Número']=['+244'+str(k) for k in df["Número"]] print(df) Retorna: Serial Imei Número Icc Stock 0 869606020314526 869606020314526 +244934097609 ...


2

O método writerow recebe como parâmetro um objeto iterável e imprime cada elemento deste iterável como uma coluna separada. Como strings são iteráveis, e ao iterar sobre uma string cada elemento é um dos seus caracteres, então ao passar uma string diretamente para writerow, cada caractere será considerado uma coluna. Para que toda a string seja considerada ...


1

Existe o meio sem "quase dependências", que é usando os parâmetros, exemplo: import sys if len(sys.argv) > 1: arquivo = sys.argv[1] print(arquivo) else: print('Digite o caminho completo') Então você chamaria assim: C:\Users\new_g>python C:\Users\new_g\Desktop\teste.py c:\foo\bar\baz.txt Usei o print() só para ver o caminho, ...


1

Voce tem de alterar sua linha de CONCAT Hudson Tenta assim: df_aux = pd.concat([dados[['NOME','PIS','CPF']],dados2[['NOME','PIS','CPF']]]) df_aux.loc[df_aux.duplicated()]


1

Vamos lá, vou assumir a premissa que em ambas as tabelas exista ao menos um campo comum que sempre esta preenchido, no meu exemplo vou dizer que esse campo é o NOME Então supondo que os arquivos sejam: CSV 1 CSV2 Vamos utilizar o pandas para realizar a comparação. 1 - Vamos importar a biblioteca import pandas as pd 2 - Vamos carregar os arquivos: ...


1

Você pode usar a função listdir da biblioteca os import os arquivos = os.listdir('Caminho da pasta') essa função vai retornar uma lista contendo todos os arquivos dentro dessa pasta. Você pode criar um função pra pegar esse arquivo e comparar com o que você já usou e usar a biblioteca schedule Essa schedule não é nativa do python você terá que fazer o ...


1

Seu erro ocorre pois você está tentando agregar uma string como se fosse uma variável numérica. Você deve transformar a coluna money em valor numérico: dados['money'] = dados['money'].str.replace('$','') dados['money'] = pd.to_numeric(dados['money'], errors='coerce') Código: import pandas as pd import matplotlib.pyplot as plt dados = pd.read_csv('./...


1

Importando o pandas: import pandas as pd Lendo os dados e armazenando em uma variável parse_dates converte a coluna Data em datetime64 dados = pd.read_csv('./DadosClimaticos2018Londrina.csv', sep = ';', parse_dates = ['Data']) Criando a coluna mês dados['Mes'] = pd.DatetimeIndex(dados['Data'], yearfirst = True).month Função que retorna um data frame com a ...


1

O seu código está com dois problemas: Primeiro o seu problema está acontecendo porque sua variável dia_mes_ano só vai armazenar o último valor do loop, isso faz com que todos os seus meses sejam iguais. Segundo o pandas é uma ferramenta eficente para trabalhar planilhas muito grandes. Se você fizer um loop que percorre toda a planilha você vai fazer isso de ...


1

Localiza e altera no arquivo php.ini (no diretório raiz da sua hospedagem, geralmente public_html) esses dois parâmetros: post_max_size = 25M upload_max_filesize = 25M Caso não tenha adicione as linhas. Tem hospedagens em que é necessário colocar um php.ini no diretório em que será feito o upload com esses parametros.


1

Reescrevi trecho do código $Base = 'OU=BHZ,OU=MG,DC=elv,DC=intranet' Import-CSV $Users -Header 'UserPrincipalName' | Foreach-Object -Process { linha 1 Get-ADUser -Filter "UserPrincipalName -like '$PSItem'" -SearchBase $Base | linha 2 Foreach-Object -Process { linha 3 Set-ADUser -Identity $PSItem.'UserPrincipalName' -Enabled $false ...


1

Você poderia colocar um trecho do XML para facilitar a compreensão. Da forma que está, você pode tentar simplesmente guardar os valores numa lista e depois escrever num arquivo separados por virgula. Assim ao ler como csv ele estaria como o esperado, com uma linha e 858 colunas: tree = ET.parse('/content/drive/My Drive/Python/Download CVM/Extract/DFP/...


1

Código que deu certo: import csv with open('/content/Pasta2.csv', 'w') as out_file: writer = csv.writer(out_file, delimiter=',',lineterminator='') writer.writerow(('URL','Documento', 'Código CVM', 'Data de Referência', 'Status')) writer.writerow(linha_1.replace('"','').split(',')) teste_02 = pd.read_csv('/content/Pasta2.csv') ...


1

Python possui uma lib csv que pode te ajudar, eu acho que é nativo e nem precisa instalar nada, só importar, com ela fica muito simples trabalhar com arquivos csv, vamos as explicações, para testar crie um arquivo para verificar as funcionalidade: tt.csv (um teste bobo e sem noção lol) Nome, nota, media, aprovado ederwander, 5, 3, nao thomas, 10, 8, sim ...


1

Existem algumas formas de selecionar as colunas desejadas. Utilizarei dois exemplos, através do pacote dplyr e pelo R base. Pacote dplyr: library(tidyverse) dados <- read_csv("~/Downloads/dados_corrigido.csv") %>% select(Country, `"Population"`, `"Area (sq. mi.)"`) summary(dados) Pelo R base: library(readr) dados <...


1

Oi, o problema é que a sua base de dados (wine.csv) tem em suas linhas tanto números quanto strings (labels); uma forma de poder ler esses dados seria utilizando o pandas e o LabelEncoder (para converter suas categorias -- red e white -- em one-hot) do scikit-learn. Outra coisa que observei é que você pode estar confundindo seus previsores com o alvo, as ...


1

Fala Davi, beleza? Cara, tenta fazer o seguinto com o seu json: var csv = json.map(function(row){ return fields.map(function(fieldName){ return JSON.stringify(row[fieldName], replacer) }).join(',') }) csv.unshift(fields.join(',')) csv = csv.join('\r\n'); console.log(csv)


1

É porque você definiu axis=1 na função pd.concat(), quando deveria ser axis=0, axis='index', ou, ainda, sem especificar o argumento, visto que este é o padrão. Muda isso e resolve o problema :) E só por curiosidade, dá para criar a lista de arquivos .csv por compreensão também: consolidado = [pd.read_csv(diretorio.format(arquivo)) for arquivo in ...


1

A função sum trabalhar com objetos iteráveis, e você está passando um int para a mesma: idade = int(idades) soma = sum(idade) Você pode corrigir esse trecho, criando um acumulador simples das idades, veja um exemplo: def ler(): with open('cadastros.csv','r') as f: leitor = csv.DictReader(f, delimiter=',') idades = 0 for row in leitor:...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam