Respostas interessantes marcadas com a tag

12

No controlador. A sua camada de modelo pode produzir exceções caso seja tentado realizar alguma operação não permitida ou se a operação a ser realizada falha. O controlador então captura este erro e decide como a camada de visão irá mostrá-lo. A camada de visão tem como responsabilidade, mostrar o erro, e talvez capturar uma ação do usuário dizendo o que ...


7

Você pode fazer o que você quiser. Ninguém pode dizer para você que é o criador do software o que você deve fazer. A não ser, obviamente, se houver um motivo técnico para fazê-lo. Esta é a boa notícia. Esqueça boas práticas, esta expressão devia ser abolida do desenvolvimento de software, isto só causa entendimento errado das coisas. Dito isto, entenda que ...


7

Em primeiro lugar não abuse de captura de exceções. Tenha certeza que pode fazer algo útil quando captura uma e sempre captura a exceção mais específica possível. Infelizmente o Java abusa das exceções para se comunicar com os diversos componentes. A linguagem usa este mecanismo para fluxo normal da aplicação. Dito isto, entenda que pode ser necessário ...


5

A ideia é essa mesma que você postou, criar seu model para receber em sua Action: public class Generic { public int ListarDadosCarteira_Resultado { get; set; } public string ListarDadosCarteira_Descricao { get; set; } public int ListarDadosCarteira_Total { get; set; } } Depois criar seu controller com sua action: public class HomeController : ...


5

Você pode usar o date filter do angular. Edição para alterar o formato da Data no Controller Exemplo: var app = angular.module('myApp', []); app.controller('datCtrl', function($scope, $filter) { $scope.today = new Date(); $scope.todayString = $filter('date')(new Date(), 'dd-MM-yyyy'); }); <script src="https://ajax.googleapis.com/...


5

Estou fazendo um projeto para a Faculdade, e estou tendo a dificuldade de entender como faço para criar um botão e chamar uma ActionResult no Controller... Se estamos falando de um <input> do tipo submit (que é um tipo de button), a forma correta é criando um <form> para ele. No ASP.NET MVC usando Razor, funciona da seguinte forma: @using (Html....


4

Esse é mais um clássico caso de usar o pacote BeginCollectionItem. Primeiro, instale o pacote via NuGet com o seguinte comando: Install-Package BeginCollectionItem Após isso, mude sua view para isso: @using (Html.BeginForm()){ <div style="width: 100%; float: left;"> <table class="table table-bordered table-hover"> <...


4

Primeira coisa, quando você faz um request $http, você está trabalhando Assyncronamente, o que quer dizer que sua função. retornaDados : function() { return $http({ url: '../dados.json', method: 'GET' }) .then(function(data) { vm.data = data; return vm.data; }) } é Assyncrona, logo quando você chama o retornaDados, ele está ...


4

Adicione o ng-app na sua tag html: <html ng-app="mod">, e remova a injeção do seu controller no seu módulo, deixando seu main.js assim: angular.module('mod', ['ngRoute']);


4

Se você quer passar a lista para a View para alterar somente no submit, acho que a melhor opção seria você fazer o foreach() somente com os itens selecionados, desta forma: public ActionResult Create(List<MyClass> list) { foreach (var item in list.Where(l => l.Selected)) { // realiza ações } } Desta forma irá percorrer a ...


4

O segredo está na definição de um ActionFilter. Por exemplo: public class LayoutChooserAttribute : ActionFilterAttribute { public override void OnActionExecuted(ActionExecutedContext filterContext) { string masterName = "_Layout"; base.OnActionExecuted(filterContext); string userName = null; if (filterContext....


4

O correto seria: public class Pessoa { public virtual long Id {get; set;} public virtual string Nome {get; set;} public virtual ETipo Tipo {get; set;} public virtual List<Cliente> ListaClientes {get; set;} } Outra coisa é montar o formulário com o BeginCollectionItem: @using (Ajax.BeginForm("SalvaPessoa", "Home", new AjaxOptions { ...


4

A função do Controller na verdade é apenas tratar as chamadas HTTP para a aplicação. Uma alternativa para você, seria passar as regras de negócio para uma camada (diretorio) chamado Services. Assim você centraliza essas lógicas como serviços, e não enche os controladores tanto. Voce pode por exemplo, criar uma pasta de Serviços e varias subpastas dentro. - ...


3

No modelo MVC você deve fazer as validações de regras de negócios dentro do Model, deixando assim o controller responsável apenas pelo fluxo, ou seja, princípio da responsabilidade única. O Model deve impulsionar sua aplicação e não o controller.


3

O IEnumerable<SelectListItem> é o tipo esperado pelo segundo parâmetro de todos os overloads do método de extensão DropDownListFor, porém a ViewBag é um objeto dinâmico - em tempo de compilação não tem como determinar de qual tipo será a propriedade Carros. Por isso é necessário fazer a conversão (cast): (IEnumerable<SelectListItem>)ViewBag....


3

Não é possível fazer por variável global. Para cada requisição o controller é instanciado, então sua variável global irá perder o valor. Uma boa prática para fazer isso é através de Session state ou cookies. Uma forma de fazer isso como uma gambiarra é tornar sua variável global como static, porém não é recomendado usar um estado global mutável em uma ...


3

Em um projeto básico de MVC você pode fazer o seguinte: public class HomeController : Controller { public ActionResult Index() { var e = this.RouteData.Values; string controllerName = (string)e["controller"]; string actionName = (string)e["action"]; return View(); } } Caso queira pegar esses valores de modo ...


3

Se você usar o result.forwardTo("/minhapagina.html"); no controller funciona, mas faz mais sentido você utilizar a JSP que permite que você crie código Java dentro do HTML, ou seja, páginas dinâmicas.


3

Você cometeu um pequeno erro, quando declarou o controller você usou ng-controller="PageController as pc" e na hora de usar a propriedade você setou o valor no $scope, ou seja, você ta settando em um lugar e tentando ler do outro. Altere seu controller da seguinte forma: var vm = this; vm = "Sidenav"; Isso resolve seu problema. Dessa forma o valor está ...


3

Além das opções citadas, pode usar o resolve: .state('app.estado-navegacao-1', { url: "/estado-navegacao-1", //... resolve: { // os comandos desejados aqui dentro, por exemplo message: function(messageService){ return messageService.getMessage(); } } }) E ter disponível no controller: app.controller("...


3

Em ASP.NET MVC a chama da controller e através de rotas no caso quando você cria um projeto em ASP.NET MVC você já vem com uma rota criada Home/Index o que significa isso você ira chamar HomeController e método Index que assim ele vai te direcionar para sua view na pasta Home/Index.cshtml que no caso e página desejada para que ele consiga se direcionar ...


3

Existem várias maneiras de escrever seus services. Não há nada de essencialmente errado na sua abordagem. Existem padrões, no entanto, que são bem populares, como o o Style Guide do John Papa. Dito isso, cabe ressaltar que o jeito como você estruturou seu service é o modelo não recomendado pela maior parte da comunidade. As razões para isso estão todas ...


3

Neste caso voce pode seguir 2 linhas: var aparelhos = from ap in db.Aparelhos.Include("Fotos") select ap; Para fazer desta forma que necessita você precisa do namespace Data.Entity. using System.Data.Entity; var aparelhos = from ap in db.Aparelhos.Include(c => c.Fotos) select ap;


3

A anotação @CrossOrigin foi adicionada ao Spring na versão 4.2 e você está usando a versão 4.0.6.RELEASE. Mude sua versão para a mais recente do Spring 4.3.6.RELEASE e Isso resolverá o problema. Além disso, como você está usando o Spring Boot, as seguintes dependências não precisam ser declaradas no seu pom.xml já que elas são dependências do próprio Spring ...


3

Você pode por todas propriedades do cliente com a tag html <input type="hidden"/> int index=0; @foreach (var x in @lstCliente) { //Cliente <input type="hidden" name="ListaClientes[@index].Nome" value="@x.Nome" /> <input type="hidden" name="ListaClientes[@index].Documento" value="@x.Documento" /> @Html.CheckboxFor(m => ...


3

Como já outros disseram ainda nos comentários, o MVC não é tecnologia, é apenas uma forma de organizar o projecto, separando em várias partes lógicas que interactuam entre si formando o sistema. No fundo nada muda, afecta apenas a forma como os dados vão transitar de um lado para outro, criando um ponto único de entrada onde todas as requisições ou dados são ...


3

Existe uma diferença entre usar somente rotas, e usar rotas com controllers, a diferença é se precisas de lógica no servidor ou se estás a servir conteúdo estático que não precisa de lógica. O exemplo mais simples é usando o express para servir ficheiros estáticos, sem rotas, sem lógica. Simplesmente mapeando: app.use('/', express.static('minha-diretoria-...


3

A quantidade de operações que uma classe faz não define o que ela é ou o seu comportamento, uma classe que realiza o cadastro de 5 objetos diferentes não muda seu comportamento porque agora cadastra apenas 3 O controller, como o próprio nome diz, controla a aplicação, recebe as requisições/instruções que o usuário envia, interpreta e devolve o resultado, ...


3

Ponto de Vista da Qualidade do Código Do ponto de vista da qualidade do código, ele deveria utilizar a forma 2. A razão decorre de duas perguntas que eu, programador que herdou o seu código para manutenção, por exemplo, me farei considerando somente o nome da sua função (sem precisar olhar o código dela): O que eu espero que a sua função isValidPassord ...


3

Primeiro, se você colocar um JOptionPane no seu model, você já está violando o MVC. Componentes swing são coisas da view. Não coloque absolutamente nada que referencie qualquer interface com o usuário no model. Segundo, que você deveria ter só um model. Mas como você está instanciando o model dentro do método chamandoModel e esse mesmo método acaba largando ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam