Respostas interessantes marcadas com a tag

22

Porque eles resolvem o mesmo problema de maneiras diferentes. Cada um tem um compromisso diferente. Uns usam mais memória, outros são mais lentos dependendo das circunstâncias. Podemos ver esses compromissos na tabela do Big O Cheat Sheet: Existe algum algoritmo de ordenação que seja o melhor de todos, podendo ser utilizado na maioria dos casos e trazendo ...


18

Um algoritmo de ordenação é considerado estável quando consegue preservar a ordem de registro de chaves iguais, em outras palavras se os registros aparecem na sequencia ordenada na mesma ordem em que estão na sequencia inicial. Um exemplo de algoritmo estável, ordenando a sequencia de numeros (chaves) com letras (registros) 3[a], 2[b], 2[c], 1[d] ...


15

Ordered Ou ordenado significa que a coleção de dados da estrutura está em alguma ordem. Em geral isso significa que a ordem de entrada é usada. Mas não é definido que seja exatamente assim, apenas que tem uma ordem. O termo é usado quando independentemente do valor adicionado no elemento, ele é colocado em alguma ordem. Na maioria dos casos os mesmos dados ...


14

Isto é importante onde tenha dados repetidos no roll todo. A ordenação ocorre baseada em alguma chave que fornece o elemento base para a decisão de ordem. Se existirem dois elementos com a mesma chave um algoritmo estável colocará antes o elemento que aparece em primeiro antes do elemento repetido que apareceu em seguida, então acaba que a a posição absoluta ...


11

Utilize a função asort(): Essa função ordena um array de forma que a correlação entre índices e valores é mantida. É usada principalmente para ordenar arrays associativos onde a ordem dos elementos é um fator importante. Exemplo: $array = array( array(22, 25, 28), array(22), array(22, 23) ); asort($array); Resultado: var_dump($array); ...


11

Solução para MySQL: Considerando que a numeração possa ser volátil, e que o MySQL não tem um contador de linhas por padrão, segue uma query que supre a contagem usando @variáveis: SET @contador := 0; SELECT @contador := @contador + 1 AS linha, t.campo1, t.campo2 FROM tabela t Se por alguma razão não puder fazer o SET separado: SELECT @...


10

Podes usar linq para isso: objetos = objetos.OrderBy(o => o.Desc).ToList(); ou passando uma função no .Sort() objetos.Sort((o1,o2) => o1.Desc.CompareTo(o2.Desc));


10

Seria algo assim: SELECT * FROM usuarios INNER JOIN estados e on e.id = usuarios.estado_id ORDER BY e.sigla = 'MG' DESC, e.sigla A referência está aqui.


10

O que parece ter sido definido como semelhante é se a substring existe na string de cada elemento da lista. Então é só ordenar primeiro os que tem, portanto o OrderByDecending() aplicado no Contains(). Ele vai agrupar tudo o que contém e depois o que não contém o padrão de texto. using System; using System.Collections.Generic; using System.Linq; public ...


9

O jeito mais simples é usar key na chamada ao método sort da lista: data = [(0, 1), (2, 3), (4, -5), (6, -3)] data.sort(key=lambda x: x[1]) >>> data [(4, -5), (6, -3), (0, 1), (2, 3)] Dessa forma, o elemento 1 de cada tupla será a chave de ordenação. Outra opção (considerada mais rápida) é usar a função itemgetter da biblioteca operator.


9

Antes de mais nada, gostaria de lhe dá uma conselho para que tenha mais chances de conseguir uma resposta, monte um pequeno Code Snippet que reproduza o erro. No seu caso, você está definindo a opção aaSorting como um array vazio, com o DataTable não está definindo e muito menos inferindo o tipo de cada coluna. Então o mehor a se fazer neste exemplo é ...


9

Na verdade pode-se dizer que são os mesmos tanto para uso externo quanto interno. É provável que algum algoritmo seja um pouco melhor em um caso do que outros algoritmos. Não vou analisar um por um para chegar nessa conclusão. A escolha do algoritmo mais adequado depende de uma série de fatores. Costuma-se dizer que o Quicksort é o mais adequado para o caso ...


9

O Sort() da classe List<T> usa o algoritmo do array, já que internamente a lista é só um array. Segundo a documentação ele usa um algoritmo introspectivo e se adapta conforme o que trará melhor resultado. Então pode usar: Insertion - se tiver menos de 16 elementos Heapsort - se as partições do array superam 2 * LogN, onde N é o tamanho da faixa que ...


8

Não é necessário usar case select * from t order by store_name != 'Boston' O falso ordena antes do verdadeiro. E pode fazer uma ordenação normal com as outras linhas: order by store_name != 'Boston', store_name


8

Você pode trabalhar com ordenação usando o método List<T>.Sort(IComparer <T>) (documentação no MSDN) implementando a interface IComparer (documentação no MSDN) nas classes dos objetos que quer ordenar. Veja como: Na classe dos objetos public class ComparadorDoMeuObjeto: IComparer<MeuObjeto> { int IComparer.Compare( MeuObjeto x, ...


8

Meio estranho precisar fazer isso em SQL, mas tendo uma tabela com os dígitos, basta fazer um CROSS JOIN com ela mesma: SELECT CONCAT(d1.digito, d2.digito) FROM digitos d1 CROSS JOIN digitos d2 WHERE d1.digito <> d2.digito Demo Isso funciona para combinações de dois dígitos. Com um a quatro dígitos é mais complicado, e SQL não é a ferramenta ...


8

Teste assim, usando: $palavras = array('ambiente', 'anão', 'anã', 'pai', 'país', 'ácido'); function compareASCII($a, $b) { $at = iconv('UTF-8', 'ASCII//TRANSLIT', $a); $bt = iconv('UTF-8', 'ASCII//TRANSLIT', $b); return strcmp($at, $bt); } uasort($palavras, 'compareASCII'); var_dump($palavras); O resultado é: array(6) { [5]=> string(6) ...


8

Para ordenar numeros precisas de passar uma função de comparação ao método. Testa com function(a, b) { return a - b; } O retorno dessa função é o que indica ao método a posição do elemento em relação ao que está a ser comparado. Ou seja: var a = [44,7,5,6,4,2,1]; a = a.sort(function(a, b) { return a - b; }); console.log(a); // dá [1, 2, 4, 5, 6, ...


8

O bogosort é um algoritmo que consiste no seguinte: O array está ordenado? Se sim, então excelente, fim do algoritmo. Se não, embaralhe ele aleatoriamente e volte para o começo. Este algoritmo é extremamente simples, mas também extremamente ineficiente. E consiste basicamente em embaralhar o array tantas vezes quanto forem necessárias até que por pura ...


8

Os pontos expostos por @bigown são certeiros. Uma imagem talvez ajude a visualizar como um processo desses funcionaria. Qualquer algoritmo de ordenação pode ser utilizado tanto em memória primária quanto em memória secundária se você segmentar seus dados. No exemplo a seguir temos um computador que pode carregar e manipular 6 endereços de memória principal, ...


8

Ideia geral para a ordenação Para utilizar ao máximo o paralelismo, procure usar ao mínimo possível a comunicação entre as tarefas paralelas, assim não será necessário sincronismos durante as computações feitas e deixando momentos específicos para sincronizar. Esse modelo de computação é chamado de BSP. Para que não haja concorrência no processo, podemos ...


7

Faça com Linq, primeiro certifique-se de estar referenciando: using System.Linq; Em seguida use assim: var ordenada = lista.OrderBy(m => m.Categoria.Nome).ThenBy(m => m.Nome); Utilize a lista de retorno ordenada para percorrer. Assim: foreach (var item in ordenada) { Console.WriteLine(item.Nome + " - " + item.Categoria.Nome); } Usando a ...


6

Caso queira ordenar primeiro pelas letras do exemplo, mas manter a ordem numérica: SELECT * FROM cadastro ORDER BY SUBSTRING(nome, 3), nome Que praticamente dá no mesmo que SELECT * FROM cadastro ORDER BY SUBSTRING(nome, 3), SUBSTRING(nome, 1, 2) A sintaxe do substring é: substring( caractere inicial, quantidade ).


6

O Set é apenas uma interface. A ordem depende da implementação. O HashSet não tem garantia nenhuma de ordem. Na prática é aleatório. O LinkedHashSet mantém a ordem na qual os elementos são inseridos. O TreeSet ordena os elementos de acordo com a ordenação natural (crescente, alfabética, etc). É possível passar um Comparator no construtor para especificar ...


6

Embora TreeSet faça a ordenação dos elementos, a decisão de usar esta implementação não deve ser feita apenas para o caso de se precisar ordenar a lista em um momento. Ao instanciar um TreeSet, HashSet ou LinkedHashSet você deve considerar as vantagens de cada uma, principalmente no que se refere ao custo para adicionar e ao custo para recuperar um elemento....


6

Na linha do @Bacco , solução para o Oracle SELECT ROWNUM, t.campo1, t.campo2 FROM tabela t


6

Você está a procura da interface Comparator. Essa interface te dá a possibilidade de ordenar uma coleção de inúmeras maneiras diferentes. A vantagem dela sobre o Comparable é que você não precisa modificar a classe cujo objetos você deseja ordenar, portanto pode usá-la inclusive em classes que não são modificáveis. Suponha a classe Pessoa: class Pessoa { ...


6

Sim, podes fazer algo assim: SELECT * FROM usuarios INNER JOIN estados ON estados.id = usuarios.estado_id ORDER BY CASE WHEN estados.nome = $valor THEN 1 ELSE 2 END, estados.nome A lógica é bastante simples, caso o estado do utilizador seja o indicado na variável $valor, então atribuimos o valor 1 (indicando maior prioridade), caso contrário ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam