Novas respostas marcadas com a tag

0

Você pode fazer isso criando uma função personalizada para ler string e ler dinamicamente: char *ler_string(char *nome) { int i = 0; char letra; nome = malloc(sizeof(char)); do { letra = getchar(); if(letra != '\n') { nome[i] = letra; i++; nome = realloc(nome, sizeof(char) * i+1);...


0

Ai não tem como adivinhar né? Mas o que você pode fazer é alocar de um tamanho que você ache vai ser suficiente e depois que ele digitar a string você realoca ela pro tamanho realmente usado. int main() { char *st = (char*) malloc(5000); printf("Informe a sua string"); scanf("%s", st); //supondo que a string não vai ter ...


0

Sua leitura tá errada. %s vai parar no primeiro espaço em branco. Você tá copiando memória em variáveis não inicializadas que supostamente serão strings, vai dar problema. Se você sabe que a primeira string será de apenas 3 caracteres, então a segunda deveria começar da posição 4, pois a posição 3 é um espaço em branco. int main() { char comando[20]; ...


0

Todos os seus dados estão soltos, isto é, um vetor não tem relação com o outro e isso deixa o programa difícil de ler e alterar. Uma alternativa é usar structs para relacionar os dados entre si. Exemplo: struct tipo_carro { char tipo[100]; char placa[100]; }; typedef struct tipo_carro Carro; Agora o tipo do carro está totalmente relacionado a sua ...


-1

Pra alocar estaticamente você teria que saber previamente todos os recursos que iria necessitar e alocar pro pior caso sempre. Em um jogo, por exemplo, se você tem 500 inimigos em uma fase mas sempre enfrenta no máximo 3 por vez, os outros 497 estariam ali ocupando memória enquanto você ainda está nos 3 primeiros. Supondo que você derrote esses 490 inimigos ...


-1

Olha, são duas coisa diferentes, não conflitantes e cada uma cumpre uma função. É mais comum ver quem não quer lidar com memória reclamando disso, não que isso seja um assunto simples é o contrario, pode ser bem complicado de lidar. Como fragmentação, alocação indevida, lixo ... quando é dinâmica. Isso não quer dizer que seja ruim, só quer dizer não é ...


0

Ainda não posso comentar então vai por aqui mesmo. Será, só hipoteticamente falando já que não lidei ainda com OpenGl. Eu ficaria mais desconfiado, pelo seu comentário que o glTranslatef() seria para rotacionar as coordenadas globais o que afetaria todas as transformações antes do render. Normalmente você passaria o objeto ou eu modificaria a estrutura que ...


0

Uma alternativa é usar matrizes (sem uso de structs), onde o primeiro vetor simboliza cada competidor e os demais simbolizam as informações. Supondo um int competidor[i][j] ao percorrer em i você percorre cada competidor, e ao percorrer j você percorre cada informação do competidor i. Lembrando que, nesse exemplo, por ter usado int, tanto o competidor quanto ...


0

Apos a alterações ao abrir para tentar gravar e ao escolher o gravar isto volta ao "inicio" não consigo gravar nada. Bata que o código de para gravar e depois ver o que gravei.


2

Boa noite, seu código há alguns erros, então o texto vai ser um pouco longo... Protótipos das funções Começo pelos protótipos de suas funções: int menu (); void ler (FILE*); int gravar (FILE*); int escrever_dados (FILE*); Tire os espaços entre os parenteses e o nome delas, também diminua o espaço entre o tipo de ...


1

Use o atoi conforme a resposta do Natan. Esse trecho ((char str[10] = "Teste321!")) não funcionou aqui comigo então fiz um for. #include <stdio.h> #include <stdlib.h> int main() { char string[10], string_sem_colchete; gets(string); int numero, i; for(i=1; i<strlen(string)-1; i++){ string_sem_colchete[i-1] = ...


3

Voce pode usar a função atoi() da biblioteca stdlib.h. Essa função pega os números da string e transforma em inteiro. Exemplo: #include<stdio.h> #include <stdlib.h> int main() { char str[10] = "123"; int x = atoi(str); printf("%d \n", x); char str2[10] = "Teste"; x = atoi(str2); printf("...


1

Boa tarde brother, o trecho do inicio if (aguagasta < '20' && aguagasta > 0) tem de se retirar as aspas simples do 20, e o final do código está incorreto o que é aguagasta * price = total; na realidade é total = aguagasta * price; pois você tem de chamar a variável e apresentar a ela um valor depois de ser lida


2

A ordem de aguagasta * price = total; ta errada. O que você quer é: total = aguagasta * price; Tira as aspas do 20no if: if (aguagasta < 20 && aguagasta > 0).


-1

void inverter_lista(struct no **lista) { struct no* nova_lista = NULL; struct no* tmp; int i; while (*lista != NULL) { tmp = *lista; *lista = (*lista)->proximo; tmp->proximo = nova_lista; nova_lista = tmp; } *lista = nova_lista; }


0

Você pode fazer todos os includes no seu arquivo de cabeçalho central, assim quando o main.c chamar ele, o arquivo chama os outros arquivos de cabeçalho. Exemplo: #ifndef CENTRAL_H_INCLUIDA #define CENTRAL_H_INCLUIDA #include "teste.h" #include "arquivo.h" #endif Quando você incluir o código acima no arquivo main.c os arquivos de ...


0

Seu código há dois erros. Repare que quando você chama a sua função você passar 3 endereços como argumentos, até aí tudo bem, mas o sutil detalhe é que você está passando o endereço da decima posição do vetor: minimax (&v[10],&a,&b); Como o endereço é a decima posição então quando o loop for percorrer o espaços na memória não serão os valores ...


0

Olha, primeiro que todo processo em Linux possuí pelo menos uma thread. Processo é um programa em execução que tem a sua disposição um espaço de memoria virtual. Ele é administrado por chamadas direto ao kernel. São robustos e relativamente fáceis de trabalhar. Para o um processo você pode gerar um fork, que seria uma duplicação desse processo a partir de ...


1

O problema do seu código é na parte do if. Repare que quando a função inicia o valor de j é 0, então SEMPRE a comparação do if será: if(id == clientes[0]) Então o valor do id só será compara do na primeira posição, caso a idade estiver em cliente[1] o programa não irá comparar com esse id. O problema de sobre escrever é que ele sempre vai colocar o novo ...


0

Uma string/palavra é nada menos que um vetor de caracteres, ou seja, sua string já é um vetor. Você pode usa-la com tal assim: char minha_string = "123+"; minha_string[0] = '2'; // Alterando o valor do 1 para o 2, agora a string é 223+ Caso você queira criar um outro vetor que tenha os valores da sua string então pode usar a biblioteca string.h e ...


1

Não é um algoritmo que já tenha tendo, mas isso se encaixa nos compiladores. Já tentou usar algo semelhante ao shift reduce, vai empilhando os números até achar um token de sinal (-+*/) desempilha com a operação aritmética usando o switch e no laço, vai fazendo a medida que encontra os sinais matematicos. 4 8 9 + - empilhar 4 empilhar 4 8 empilhar 4 8 9 ...


0

Se eu observei bem, esta passando um ponteiro como valor, e precisa passar a posição de memoŕia da estrutura. Veja se não é isso, como segue um exemplo explicativo a baixo. Se quiser testar o codigo use o: https://www.onlinegdb.com/online_c++_compiler Tem a opção de debugger, mesmo não substituindo uma compilação local, é uma mão na roda, veja se isso ...


0

Eu tive o mesmo problema de não reconhecer o gcc, eu e voltou a funcionar depois que eu reinicie tudo, abre o cmd e digita "gcc -v" e olha oq aparece, se pelo menos está encontrando o gcc, caso contrario recomendo reiniciar.


0

use laços for para iterar os anos também, passe os dados por parâmetros, invés de declarar duplicatas, ou ainda por globais (menos aconselhado), refatorei o código aplicando tais ideias: #include <iostream> #include <locale.h> struct DadosAnos { DadosAnos() {} int inicio, fim; int *valores; }; void mostraMedia (DadosAnos dados, FILE*...


0

Na função MostraMedia pode ser: for (i=0; i<18; i++) { soma = 0; for (j=0; j<6; j++) soma += mortes[i*6+j]; media = soma /6; printf ("A media de mortes do ano %d é: %.2f\n", ano[i], media); fprintf(a,"%d\n", media); } Nas demais faça de modo similar. Mas reforço que o uso de um array bidimensional ...


1

como um axioma da programação, recomendo que feche o arquivo no mesmo escopo em que foi aberto, a menos que você execute um "do {} white (...)" não há certeza de que o fclose será chamado... e se você estiver compilado para windows, rename não irá funcionar, invés disto, no windows use: #include <fileapi.h> MoveFileA(char*,char*) ou MoveFileW(...


0

você também pode usar fputc(int caractere, FILE* arquivo) para apenas um caractere fputc('*',insereCopia); *obs: também existe a possibilidade das ultimas alterações não estarem sendo salvas por faltar de um fclose(file) (para fechar o arquivo) *obs2: um arquivo aberto só como escrita, apaga tudo oque já havia nele antes, e um arquvio só escrita com "...


0

olá, vi que você tem muitos "for" iguais por todo seu código, já pensou em criar uma função que os "exclua"? Você pode passar os dados por parametro para uma função com apenas 1 for. Exemplo: float calculaMedia(int a, int b, int [] mortes) { int i, soma=0; float media=0; for (i = a; i <= b; i++){ ...


1

Bom o código que o colega deu como resposta está correto, digamos que vc quer um intervalo entre 1 - 3, se você colocar aa condição (input < 1 || input > 3) ele vai receber valores menores que 1, ou seja o 1 está incluso na condição, pois apenas numeros menores que ele não entram, se vc quiser excluir o 1 da condição use (input < 2 || input > 3), ...


1

Sua pergunta não ficou tão clara, porém se o que você precisa é pegar os números entre 0.8 e 1.2 incluindo o 0.8 e o 1.2 é só você usar o operador OR ( || ), segue o código: float h; do{ printf("Por favor, digite o tamanho do nivel em cm (entre 0.8 e 1.2): \n"); scanf("%f",&h); if(h<0){ printf("Favor, ...


1

Depois de ralar muito, finalmente cosegui. Fazia anos que não usava C++, quem dirá C. Segue o código: #include <stdio.h> #include <string.h> // odernar a lista em ordem alfabetica int main() { const char* to_ord[] = { "Joao", "Maria", "Joseh", "Joana", "Joauo", "Pedro", "...


1

Primeiro vou reformatar o seu código para ficar bem visível. Vou tirar a parte onde você colocou o if porque estava errado: #include "stdio.h" int main(void) { float MatOriginal[3][5], MatFinal[3][5]; // entrada de dados printf("escreva os valores da matriz original: \n"); for (int i = 0; i < 3; i++) { for (...


-1

Eu segui o tutorial desse vídeo que usa o WinGW e funcionou aqui


0

c-strings não são "atribuíves" dessa forma. Você precisa copiar, de fato, caractere por caractere, de um array para o outro. Para isso, use a função strcpy() definida no cabeçalho string.h. Não testei seu código, mas me parece que tem mais problemas do que somente isso... Enfim, para usar a função, faça: strcpy( arrayDestino, arrayOrigem );


4

Motivos gerais: é mais interessante alterar um local de armazenamento existente do que criar um novo, o retorno tradicional realiza uma cópia você precisa retornar mais de um valor, o que é complicado, não econômico em alguns sentidos, então "retornar" através de uma referência é a solução. Pode querer retornar uma quantidade de valores diversos, ...


1

Basta ir multiplicando o denominador por 2. Veja que há um padrão: o primeiro termo é 1 dividido por 2 o segundo termo é 2 dividido por 4 o terceire termo é 3 dividido por 8 ... Ou seja, a cada novo termo, o numerador aumenta em 1, e o denominador dobra de valor. Então basta fazer isso: float p = 1, denominador = 1; int qtd; printf("Digite a ...


0

Adicione mais uma variavel exclusivamente para pegar o código digitado int id_digitado = 0; Então substitua a variavel que recebe o código informado printf("digite o codigo do produto: "); scanf("%d",&id_digitado); Por fim, só escreva no console os dados do produto caso o id_digitado seja igual ao produto.cod_pesquisa if(id_digitado ...


2

Fiz várias pequenas modificações para fazer seu código rodar. #include <stdio.h> #include <stdlib.h> #include <locale.h> #include <string.h> #define MAX 100 #define QACOES 5 struct Data { int dia; int mes; int ano; }; struct bvalores { char codigoAcao[6]; char areaAtuacao[MAX]; struct Data data; float ...


-2

Esse é o desafio do algoritmo. Vou dar mas dicas para não estragar o desafio. Da para dividir o jogo em 2 partes principais. 1ª: definição das variáveis, inicialização de arquivos importantes ... a parte estática. 2ª: Game loop - Se divide em 3 partes. 2.1 -> verificar entrada de teclado, ou mouse. no seu caso vai ser pegar o caracter digitado pelo ...


0

Agradeço a todos que visualizaram. Meu erro está na repetição da função lst_intercalar. Como preencherei duas listas estáticas, ambas nos endereços que vão de 0 a 9(10 elementos), dentro da função, só vão ser inseridos 10 valores ao invés dos 20.


5

O #if é um condicional que ocorre em uma fase anterior à da compilação, é como se fosse outra linguagem, o pré-processdor entender esses comandos e gera um texto diferente de acordo com o fonte fazendo alguns processamentos e tomando algumas decisões. Ou seja, a decisão é tomada pelo compilador, aquele #if está instruindo o compilador o que ele deve fazer. A ...


0

#include <stdio.h> main() { int i, x, posicao = 0; float vet[6]; for (i=0; i<6; i++){ printf("%da. posicao: ", i+1); scanf("%f", &vet[i]); } printf("\nDigite um numero: "); scanf("%d", &x); for(i=0; i<6; i++) { ...


0

Olá! Use a função gets(). #include<stdio.h> #include<stdlib.h> #include<conio.h> int main(void) { char nome[61]; printf("Digite seu nome: "); gets(nome); printf("O nome armazenado foi: %s", nome); return 0; }


-1

#include <stdio.h> main() { int i, x, posicao = 0; float vet[6]; for (i=0; i<6; i++){ printf("%da. posicao: ", i+1); scanf("%f", &vet[i]); } printf("\nDigite um numero: "); scanf("%d", &x); for(i=0; i<6; i++) { if(x == vet[i]) { posicao = i; }...


0

Olá, tudo bem? Então, o programa estava exibindo letras nos dígitos verificadores pois as multiplicações estavam sendo feitas com caracteres ao invés de inteiros. Uma solução "simples" para isso é diminuir '0' de cada multiplicação feita (o que transformará os caracteres em inteiros): dig = ((((cpf[0] - '0') * 10) + ((cpf[1] - '0') * 9) + ((cpf[2] -...


As 50 principais respostas recentes são incluídas