Novas respostas marcadas com a tag

5

o que acontece com os outros 7 ints, eles serão liberados da memoria pela função realloc() ou a memoria irá vazar? Será liberado. Tecnicamente a memória não irá vazar, mas nada garante que a liberação provocará o reuso deste espaço. Então mesmo que não exista um vazamento pode haver um desperdício dessa memória, por isso é raro alguém fazer um, realloc() ...


3

Não sei se vou conseguir responder ao seu agrado, mas vamos lá.. O que acontece com a memoria quando realloc realoca um bloco de memoria para um valor menor que o original? Simplesmente o realloc() vai fazer um free() no que foi reduzido, marcando assim que a memória liberada fica disponível pra outros usos. Faz sentido atribuir o retorno de realloc ...


0

Pressupondo que o vetor de entrada será sempre ordenado e com um "\0" indicando o final do vetor: #include <stdio.h> #include <stdlib.h> int* valores_entre(int* v, int min, int max) { /* Encontra o tamanho do vetor (presumindo que ele termina em 0) */ int tam = 0; for (int i=0; v[i]!=0; i++) { tam++; } /* Aloca memória para um ...


1

No PIC18F4550 temos 4 TIMERS embutido nele sendo os seguintes: Timer0 : 16-bit Timer1 : 16-bit Timer2 : 8-bit Timer3 : 16-bit Dos quatro temporizadores no PIC18F4550, mostrarei Timer1. O trabalho dos demais temporizadores é o mesmo. Para gerar um atraso de tempo usando o Timer1, precisamos calcular uma contagem do tempo desejado. Etapas para programar o ...


0

O programa estava funcionando para alguns, também funcionou em um compilador online para mim, mas, no fim, fiz uma função para calcular a potência. Só adicionei essa função e troquei o pow por calc_pow no código da pergunta. Agradeço por tentarem ajudar, @anonimo @user140828 int calc_pow(int base, int exp) { int pow_result = 1; for (int i = 1; i <...


0

Sua função menu deve retornar um inteiro representando a opção escolhida, não vi o retorno no seu código. A função scanf é problemática, pois ela coloca no buffer do teclado o ENTER toda vez que é pressionado, causando o loop quando o input não é um inteiro.. O certo é limpar o buffer sempre após que fazer uma leitura com o scanf, para não ter dor de cabeça. ...


1

Esses problemas são comuns no uso do scanf(), e ocorrem também quando usa-se outros comandos de captura de entrada em conjunto com o mesmo. Para ficar mais claro, analisemos o seu código. A primeira vez que você faz uso do scanf() ocorre na seguinte linha: scanf("%f",&altura); Precisamente, neste trecho um número float é lido a partir da entrada ...


0

Olá, Tente mudar o tipo da variável para float. Como você declarou ela do tipo inteiro, se você forçar um input tipo float o C não converte ela automaticamente. De certa forma é uma maneira da linguagem dizer que você esta tentando fazer algo que não foi programado para ser feito.


2

O teu problema principal (não procurei mais) é na função str_to_char(). Estás a criar uma variável local nessa função com o nome strAux. Essa variável deixa de existir assim que a função termina, mas devolves o endereço dela à função chamante. Quando a função chamante tenta usar esse valor dá erro pois o objecto já não existe. Tens várias soluções (por ...


0

Consegui resolver realizando as seguintes mudanças: void retiraAnterior(lista* LISTA, int indice){ produto* tmp = LISTA->inicio; int vazio, achou; vazio = listaVazia(LISTA); if (vazio == 0){ achou = busca(LISTA, indice); if (!achou){ printf("Nao existe elemento solicitado na ...


0

Se tiveres o máximo (ie, 10000 valores iguais a 1000000) a soma (10000*1000000 = 10000000000) ultrapassa o limite disponivel em 32 bits (2147483647). O tipo signed long int não é necessariamente adequado para essa soma. Se podes usar C99, experimenta uint_least64_t ou /*un*/signed long long int. #include <inttypes.h> // auto include <stdint.h> ...


0

Se você possui o array no seu escopo, você pode usar a função sizeof pra descobrir o tamanho em bytes e usar divisão para calcular a quantidade de elementos, da seguinte maneira: #define NUMERO_DE_ELEMENTOS 10 int arr[NUMERO_DE_ELEMENTOS]; tamanho_arr NumeroDeElementos= sizeof(arr)/sizeof(arr[0]); Agora, se você esta passando o array como argumento de uma ...


0

1- Como o vetor não tem tamanho determinado deve se usar a função malloc() ou calloc(). 2- Você pode fazer a leitura e ordenação do vetor. Mas também pode fazer a leitura e depois ordenar o vetor. Alguns algoritmos são: Bubble Sort e Selection Sort. Aqui tem exemplo: https://www.cs.usfca.edu/~galles/visualization/Algorithms.html. 3- A sua leitura deve ser ...


-1

Usando o gcc foi normal aqui. Acho também que no if de comparação você pode inverter para facilitar o entendimento. Onde se lê if( (media/N) < valores[i] ) poderia ser if( valores[i] > (media/N) ) .


0

Não sei se isto deveria de ser uma resposta, ou uma edição à pergunta. Dentre várias tentativas de resolver o problema, o problema foi realmente mitigado usando "potencia de 2", se é que isso faz algum sentido dizer assim. Texturas As texturas eram 100x100, entretanto o OpenGL, pelo que eu vi, apenas armazena as texturas em "potencia de 2", isso é: 32x32,...


3

A sua alocação não está correta em várias partes, e isto refere especificamente a função inicializaMatriz. Esta deve passar a ficar assim: Matriz* inicializaMatriz(int nlinhas, int ncolunas){ Matriz* mat = malloc(sizeof(Matriz)); //criar primeiro o elemento da estrutura mat->elemento = malloc(sizeof(int*) * nlinhas); //aloca a matriz dentro da ...


0

Em PHP você consegue fazer com a função str_split. <?php $num = 5634; $array = str_split($num); print_r($array);


2

Em PHP você consegue isto facilmente com a função str_split(). Segue exemplo: <?php $num = strval(5634); $array = str_split($num); //Retorno: Array ( [0] => 5 [1] => 6 [2] => 3 [3] => 4 ) ?> A função str_split() Converte uma string para um array Como explicou o Woss abaixo, quando utilizar a função str_split com números, ...


0

O problema é que o trecho de código abaixo aloca memória para apenas o ponteiro nome do primeiro elemento do vetor. ptr1->nome = (char*) malloc(sizeof(char) * tamanho_nome); O certo seria iterar por todos elementos e alocar para cada um. Como embaixo: ptr1 = (struct Aluno*) malloc(sizeof(struct Aluno) * tamanho_vetor); for(int i = 0; i < ...


0

Porque vetores são estáticos, o compilador deve saber o seu tamanho em tempo de compilação. Se o tamanho só vai ser definido em tempo de execução, o vetor deve ser alocado dinamicamente. Exemplo de uma função que aloca uma matriz (que também é um vetor, mas bidimensional) dinamicamente: typedef struct image { int width, height; PIXEL** pixels; ...


5

É permitido fazer isto de acordo com o padrão, só não é obrigatório, então alguns compiladores podem deixar ou não e podem inclusive deixar só onde faça sentido. Mesmo que o compilador deixe pode não faz sentido, ou pode causar problemas em certas situações. Lembro sempre: Tem compilador que não aceita. Mas depende de configuração. Mas olha que beleza ...


2

Me parece que você está corrompendo a memória da pilha/stack. A variável classe_aux é um ponteiro que aponta para classe_main. classe_main por sua vez é uma variável do tipo char, ela armazena apenas um caractere, então quando você faz strcpy(classe_aux, "Iris-setosa") por exemplo, você está alocando o primeiro caractere 'I' no classe_main, e os outros ...


As 50 principais respostas recentes são incluídas