Respostas interessantes marcadas com a tag

5

LLVM é um backend de compilação, ou seja, ele pega uma linguagem intermediária que é especificada junto de todo ecossistema dele e cria um código alvo para alguma plataforma, que pode ser um código nativo para algum processador ou outro, por exemplo WebAssembly ou até outra linguagem como JavaScript, eventualmente fazendo otimizações. Ele gera um binário ou ...


4

for(int i=0; i<3; i++){ for(int j=0; j<2; j++){ printf("%d", m[i][j]); } printf("\n"); } apenas insira um "printf("\n");" entre os dois laços for para que exista uma quebra de linha entre as linhas da matriz


3

Se só quer fazer um printf no final, então tem que pegar todas as informações que mudam (no caso, o nome da operação e o resultado) e setá-las de acordo com a operação escolhida. No final, você imprime o resultado: char operador; float valor1, valor2; printf("Entre com um tipo de operacao a ser realizada (+,-,*,/), o primeiro valor e o segundo valor\n&...


3

Primeiro seu loop não deveria ser infinito se está lendo valores para o array "n", que tem 30 posições, esse deveria ser o tamanho/duração/número de interações do seu loop. Algumas considerações: Se declara um array com X posições, não faz sentido ler "parte" disso e sair no meio usando o break, seria melhor usar um array dinâmico, mas ...


2

No seu código eu achei 2 erros, que foram: Não chamar a função somar dentro da função imprimir Não declarar a variável TOTAL As correções foram basicamente isso que citei acima e seu código funcionou void imprimir(int i){ int total; printf("Imprimindo elementos\n"); for (int i=0; i<TAM; i++){ printf(" %d ",...


2

Só para complementar a outra resposta, você pode utilizar a função hypot, definida (também) no cabeçalho math.h. Veja a documentação. Essa função basicamente retorna a raiz quadrada da soma dos quadrados dos dois números fornecidos. Em outras palavras, devolve a hipotenusa (hypotenuse) do triângulo retângulo. Veja, ao invés de: sqrt(pow(p2.x - p1.x, 2) + (...


2

Essa é bem simples, o problema é que você esta trabalhando com strings(array de caracteres) e está utilizando o scanf para receber o input, e o problema é a definição do scanf: scanf(): Vai ler todo o input na linha até encontrar um espaço, newline ou End of file(EOF) Então normalmente vai ser recomendado o uso do gets() pois ele é especificamente para isso, ...


1

Existem alguns problemas no programa, mas o principal deles que causa este comportamento é a delcaração e inicialização da struct Thread_preenche dentro do looping. Apesar da estrutura estar declarada dentro do looping, o compilador não aloca memória para uma nova estrutura a cada iteração, portanto ela é tratada como se fosse declarada apenas uma vez fora ...


1

Se o tamanho do vetor não puder ser determinado na compilação ou pelo menos garantido que ele não será muito grande então deve-se utilizar ponteiro e alocar memória dinamicamente. Exemplo: int tamanho; /* Variavel que guarda o tamanho do ponteiro/vetor */ int *vetor; /* Ponteiro que sera utilizado como vetor */ printf("Digite o tamanho do vetor: ")...


1

No segundo trecho, onde você imprime, você trocou os argumentos do for, compare com o par de for's do primeiro trecho, onde i = 1..3 e t = 1..1, enquanto no segundo trecho tanto i quanto t são de 1 a 3 printf("PRODUTO PREÇO\n"); for (i = 0; i < 3; i++) { for (t = 0; t < 3; t++) { (...) } } se você trocar o "t<3&...


1

O problema está na sua interpretação do strtok. O que a função faz é navegar token a token ("palavra" a "palavra") sobre o que foi passado. Cada navegação é feita a cada chamada do strtok. Significa que se vai dividir em 3 palavras e quer apanhar as 3, tem de ter 3 chamadas ao strtok. Por isso isto tipicamente é utilizando com um while. ...


1

Como parece um exercício, pode ser que seja "obrigatório" iterar um por um e usar o operador % (e aí a outra resposta já disse como fazer). Mas dá para fazer um pouquinho melhor. Basta garantir que você está começando por um número par, e aí basta iterar de 2 em 2: // ... ler val1 e val2 int n = val1; // se o valor inicial é ímpar, soma 1 para que ...


1

O problema é que você não está comparando se o val1 é par ou não dentro do loop for, você está "fechando" o loop antes disso: for (val1; val1 <= val2; val1++) { printf("\n%d ", val1); >>> } if (val1%2==0) ... Basta retirar a } que está logo após este printf e adicioná-la no final (após a chave final do if): ....


1

As pessoas não estão muito familiarizadas com isso pois é de fato um conhecimento novo para muitas pessoas. É um conceito bem estrito e novo em relação ao vocabulários de linguagens faladas, também. Por isso que, sim, nesse caso provavelmente é melhor usar uma tradução literal, ainda que soe estranha. Dereferenciar, desrefenciar ou derreferenciar. A sugestão ...


1

Bom, você só chama uma vez fgets(conteudo, 98, arquivo). E se o arquivo tiver mais que 98 caracteres? Sendo assim, você deveria fazer um loop e ir lendo até não ter mais o que ler. Algo assim: #include <stdio.h> #include <stdlib.h> #include <string.h> // conta quantas vezes a palavra aparece no arquivo int contaOcorrencias(char *...


1

O problema está ocorrendo pois a função scanf lê a entrada até encontrar um espaço. Então, ao digitar duas palavras separadas, é como se você estivesse dando 2 valores ao programa. Para que você consiga armazenar mais de uma palavra em uma mesma variável você pode utilizar a função fgets no lugar. Ex.: printf("Nome: \n"); fgets(nome,100,stdin); ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam