Esta tag deve ser usada quando a pergunta se refere a algum recurso, informação ou problema relacionado à linguagem C#. C# ("C Sharp") é uma linguagem de programação de multi-paradigma que possui variáveis fortemente tipadas, é imperativo, declarativo, funcional, genérico, orientado a objeto e orientado a componentes, que são projetados para serem executados no .NET Framework.

C# (csharp) é uma linguagem multi-paradigma, gerenciada, estaticamente e fortemente tipada, criada pela Microsoft em conjunto com o Framework. C# também pode ser utilizado em sistemas de terceiros com o auxilio de plataformas, como por exemplo o Mono(en).

Versões de 1.0/1.2 e 2.0 do C# foram apresentados e aprovados nos padrões ECMA e ISO/IEC(en). No entanto, a partir de agosto de 2013, não há ECMA ou especificações ISO/IEC para C# 3.0, 4.0 e 5.0, no entanto especificações da linguagem estão disponíveis no Microsoft para C# 3.0 e C# 5.0(en).

O sistema de tipos da linguagem é essencialmente estático, e apenas variáveis declaradas são permitidas. No entanto, a introdução de var(en) (C# 3.0) e dynamic(en) (C# 4.0) permitiu que ela utilize a inferência de tipos mantendo a tipagem estática com var e permitindo a interação com sistemas de tipos dinâmicos utilizando dynamic para postergar a verificação de tipos para a execução.

Delegates (especialmente com o apoio de lexical closures para métodos anônimos (C# 2.0) e expressões lambda (C# 3.0)) permitem que a linguagem possa ser utilizada para a programação funcional. C# 5.0 introduziu o async(en) e await(en) para simplificar o uso de chamadas de funções assíncronas.

Generics estão presentes no C#, parcialmente em runtime, ao contrário de templates do C++ (templates são resolvidos em tempo de compilação) ou generics do Java (que usam apagamento tipo ou type erasure).

A compilação geralmente é feita para o Common Intermediate Language (CIL), que é em seguida compilado para código nativo (e em cache) durante a execução do Common Language Runtime (CLR) através do compilador Just-In-Time (JIT). No entanto, opções como NGen(en) (para o Microsoft .NET(en) Framework ) e AOT(en) (para Mono) permitem que o código C# possa ser diretamente compilado para a imagem nativa. Além disso, alguns Frameworks (por exemplo, o .NET Micro Framework) atuam como interpretadores CIL, sem JIT.

A linguagem está disponível para uma ampla gama de plataformas. O Microsoft .NET(en) possibilita o desenvolvimento para o Windows Desktop, Windows Store Apps, web, XBox, Windows Phone. Junto com o Mono (desktops, servidores, dispositivos móveis), Silverlight / Moonlight (navegadores, dispositivos móveis), Compact Framework (dispositivos móveis) e Micro Framework (dispositivos embarcados).

Exemplo Hello World

class Hello {
    static void Main() => System.Console.WriteLine("Hello world!");
}

Um exemplo mais completo:

using static System.Console;
namespace HelloWorldUsingClasses {
    class ExampleClass {
        string exampleString = "Hello World!";
        public ExampleClass() {
            Console.WriteLine(exampleString);
        }
    }
    class Program {
        static void Main(string[] args) {
            ExampleClass objHelloWorld = new ExampleClass();
        }
    }
}

Recursos do C# 6

Recursos do C# 7

Recursos de Aprendizagem

Onde aprender mais sobre C#.

Livros


Recursos


Sites com Problemas para Resolução pelo Estudante


Certificações MS relacionadas


Editores Online de C#


Editores Offline de C#

histórico | histórico do fragmento

Linguagem de Código (usado para realce de sintaxe): lang-cs