Respostas interessantes marcadas com a tag

8

Sua afirmação não está correta, eles não fazem a mesma coisa, pode até ser parecidos no fundamento mas são diferentes e definitivamente não fazem a mesma coisa. De uma maneira muito simples podemos dizer que vetores são estruturas de dados uni-dimensionais (uma dimensão) que armazenam dados. Podemos pensar num vetor como essa representação: Ou seja, ...


7

É um pouco difícil responder porque pra mim módulo sempre foi o que este operador faz, então a resto da descrição fica contraditório (pode ser que isso tenha algum conceito matemático que também chama módulo), mas o que descreveu parece ser que quer pegar o valor sem sinal ,então seria a o método Abs(). Como ele pega o valor absoluto, ou seja, sem sinal, não ...


6

Não tem vantagem alguma se você não precisa da matriz. Não é questão de ter vantagem de uma sobre a outra, este dois tipos de dados não são comparáveis, são para necessidades diferentes. Então dizer que faz a s mesmas coisas está errado, e deveria providenciar exemplo fazendo as mesmas coisas. O vetor que você está dizendo é para uma sequência de dados e ...


4

A razão é muito simples: não se pode converter implicitamente dois objetos porque implementam a mesma interface, isso não garante que eles são iguais. De uma outra maneira podemos dizer que, as duas classes implementam a mesma interface, e não derivam de um mesmo tipo, por isso nada garante que são "iguais" para se fazer um cast explícito assim. Uma ...


4

Tem pelo menos dois problemas aí. Duplicidade de definições do mesmo objeto Um deles é ter dois Cliente sendo que é o mesmo objeto. Essa definição deveria ser canônica, isto vai causar vários problemas. A maioria das dificuldades de manutenção em um software são advindos de modelagem errada (esta em específico eu nunca tinha visto). Se por acaso eles ...


3

O foreach vai percorrer todos os elementos da coleção. Para fazer o que você precisa, é só usar um for normal. Note que a propriedade Length vai retornar a quantidade total de elementos na coleção, ou seja, vai considerar todas as dimensões. No seu caso, é necessário percorrer a dimensão zero e sempre mostrar o primeiro elemento dela. void Main() { ...


3

É só atribuir MaskFormat.ExcludePromptAndLiterals à propriedade CutCopyMaskFormat. MaskedTextBox.CutCopyMaskFormat Obtém ou define um valor que determina se os literais e os caracteres de prompt são copiados para a área de transferência. MaskedFormat.ExcludePromptAndLiterals Retorne apenas o texto inserido pelo usuário.


3

Como disse o Mauro no comentário, tem um erro de declaração do itens. Observe que o retorno no ToList é uma lista de OrderItem e não um elemento. Você pode corrigir de duas formas: List<OrderItem> itens = new List<OrderItem>(); var items = _orderService.GetItemsFromOrder(orderId); itens = items.Where(x => x.CurrencyCode == 23).Select(s => ...


2

Você tem que pegar manualmente a primeira coluna e por isso não pode usar o foreach, para isso existe o forbruto e o o método GetLength() que dá o tamanho de uma dimensão, como você quer andar em cada linha, e é a dimensão 0. using static System.Console; public class Program { public static void Main() { string[,] operacoes = { { "...


2

Isso acontece porque os retornos do DataReader não são dos mesmos tipos do .NET, então quando executa um GetString ou outro tipo qualquer (GetInt por exemplo), o valor é convertido, e um valor null vai dar erro. Neste caso basta verificar se o valor é DBNull antes: txt_razao.Text = dr.IsDBNull(1) ? null : dr.GetString(1); Ou seja, valida primeiro se é ...


1

Se você quiser incluir o arquivo Loading.cs no seu projeto Visual Basic, isso não é possível. Os compiladores lidam com apenas um tipo de linguagem no mesmo projeto. Você terá que reescrever o código em C# no seu projeto em VB.Net. Alternativamente, você poderá referenciar o projeto em C# no seu VB.Net e utilizar o conteúdo do outro projeto no seu. Para ...


1

É possível usar foreach se transformar o array em unidimensional, pegando só a primeira posição dos objetos: string[,] operacoes = { { "SOMA", "x", "" }, { "SUBTRAÇÃO", "x", "" }, { "MULTIPLICAÇÃO", "x", "" }, { "DIVISÃO", "x", "" } }; var results = Enumerable .Range(0, operacoes.GetUpperBound(0) + 1) .Select(indice => operacoes[...


1

Bom dia! Você pode usar um Design pattern conhecido com Rrepository, pois ele abstrai o armazenamento do modelo. Esse Design pattern tem como objetivo isolar o código de persistência de dados das regras de negócios assim quando for necessário alterar o banco ficará mais simples sendo apenas necessário modificar o repositório. Exemplo de código: ...


1

Nelson, as duas respostas acimas estão muito completas. Vou adicionar uma observação aqui a respeito de banco de dados NoSql. Banco NoSql trabalham de uma forma completamente diferente dos bancos relacionais e, dependendo do contexto, você não precisa de chave primária somente de uma identificação do registro. A título de conhecimento é válido. Abraço. 🖖�...


1

Lucas, você está iniciando o context dentro do método, nesse caso o Entity não reconhece a entidade original. Tente buscar a entidade original e setar o valores em cima dela usando o SetValue. Algo como: var entidadeExistente = ctx.Consulta.Find(entidadeAlterada.Id); ctb.Entry(entidadeExistente).CurrentValues.SetValues(entidadeAlterada); Abraços 🖖🏻


1

Amadeu, os valores das outras tabelas estão sendo alterados porque você está alterando. Quando você faz este comando: anuncioActualizado.Raca.Nome = _context.Raca.Where(x => x.Id == anuncio.Raca.Id).FirstOrDefault().Nome; o Entity faz o track da entidade Raca e entende que houve alteração para ela. Não entendi a necessidade de você ter que setar o nome ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam