Respostas interessantes marcadas com a tag

5

Na verdade, o requests já faz a decodificação pra você,usando o encoding correto. É só em vez de acessar o atributo .content, acessar o atributo .text do objeto "response": In [382]: import requests In [383]: data = requests.get("https://slashdot.org") ...


3

A forma mais fácil é buscar dentro do elemento h3 a tag a: from bs4 import BeautifulSoup code = '''<a href="https://g1.globo.com">Globo</a> <h3 class="b"> <a href="https://www.google.com"> Google </a> </h3>''' soup = BeautifulSoup(code) tag_a = soup.h3.a print(tag_a.text) print(tag_a['href']) Também ...


2

O código abaixo usa lxml para parsear a página diretamente da URL: import requests, lxml.html resp = requests.get('http://www.nfce.se.gov.br/portal/ConStatusAuto?Origem=1') doc = lxml.html.fromstring(resp.text) for tr in doc.xpath('//tr'): nome = tr[0].text_content().strip() print(nome.ljust(25), '|'.join('{: >7}'.format(td.text_content().strip()...


2

As informações da página são preenchidas por código em Javascript que é executado depois que a chave é carregada. Esse codigo faz as requisições em tempo real aos vários servidores, e etc... Com tecnologias de web-scrapping normais não é possível obter esses dados. Quando é assim, você tem duas opções: Tnetar olhar o código da página (como baixado pelo ...


2

Você solicitou o uso do lxml, lendo a mensagem de erro ele informa: Couldn't find a tree builder with the features you requested: lxml. Traduzindo: Não pode encontrar um construtor de estrutura/arvore com as funcionalidade que você requisitou: lxml Se ler a documentação vai notar quais são essas funcionalidades: https://www.crummy.com/software/...


2

Resposta atualizada:21/05/19 url = 'https://s3.amazonaws.com/video.udacity-data.com/topher/2018/November/5bf32290_turnstile/turnstile.html' #Este método retorna um objeto Response page = requests.get(url) if req.status_code == 200: print('Requisição bem sucedida!!!') content = page.content else: print("ATENÇÃO ERRO DO TIPO:",page) #aqui ...


1

A URL que está requisitando retorna um JSON. A biblioteca BeatifulSoup serve para analisar documentos XML (e, por consequência, HTML). Ou seja, não precisa utilizá-la. A própria biblioteca Requests já faz tudo o que precisa: import requests response = requests.post(url, data) if response.ok: json = response.json() world = json['World'] status ...


1

Você não está utilizando urllib, pelo menos não na prática. Você apenas o importou e não vi utilização dele em código algum do programa. Pelo contrário, vi um código escrito requests.get(url) Que significa que você está tentando usar o módulo requests. No caso, modificando levemente o código consegui executá-lo sem problemas. Eu apenas apaguei os imports ...


1

linha1 = "<p>Conceito <span>e</span> <span>Signi</span>ficado<span> </span>de <span>Tex</span>to.</p>" linha2 = "<p><span>Geralmente</span>, entendemos <span>o</span> texto como um <span>conjunto</span> de frases</p>" linha1 = linha1.replace('<span&...


1

Primeira coisa, as URLS do HTML são padrões? Se sim crie um laço for para ir abrindo todos os arquivos. Caso não seja será necessário você passar como parametro o nome da página. Uma dica caso sejam diversas páginas crie um arquivo .txt com todas as pastas e crie um laço FOR para ler esse .txt com site e ir abrindo cada um deles. Sua lógica está correta ...


1

Primeiro pra pegar o primeiro ping só do Virtual RS, basta fazer um if for tr in doc.xpath('//tr'): nome = tr[0].text_content().strip() if nome == 'SEFAZ Virtual RS': valor_ping = tr[2].text_content().strip() break # achou, sai do for Depois é só verificar: valor_ping = valor_ping[:-2] # retira o `ms` que tem no final if 's' in ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam