Novas respostas marcadas com a tag

0

No PostgreSQL você pode usar DISTINCT ON: SELECT DISTINCT ON (pic.pesquisa_idioma_id) pic.* FROM pesquisa.pesquisa_idioma pi2 JOIN pesquisa.pesquisa_idioma_convite pic ON pic.pesquisa_idioma_id = pi2.id WHERE pi2.pesquisa_id = 2 ORDER BY pic.pesquisa_idioma_id, pic.envio_id DESC Lembrando que DISTINCT ON é uma extensão do PostgreSQL. Uma forma mais genérica,...


2

Utilizei o método toString() na classe Cliente e consegui solucionar esse problema. Código da classe Cliente, onde apenas foi acrescentado o método toString(): public String getNome() { return nome; } public void setNome(String nome) { this.nome = nome; } @Override public String toString() { return this.nome; } Resultado na tela:


1

Uma maneira de resolver o problema é implementando o método toString() da classe que deseja exibir no elemento da interface combobox. Para entender o que está acontecendo considere o seguinte exemplo: Pessoa.java public class Pessoa { private String nome; //construtor public Pessoa(String nome){ this.nome = nome; } //setter ...


0

Você está imprimindo apenas a referência da memória... Isso acontece quando voce chama o objeto na página mas ele não tem um toString. Voce tem duas opções 1- Criar um toString na classe Cliente 2- Chamar apenas o getCliente.getNome() na página, aconselho a usar essa segunda opção, a não ser que você necessite de todas as informações do cliente na tela.


1

Aqui uma ideia para resolver: É preciso pegar a último registro, seja fazendo um ORDER BY ou MAX no campo "data_movimento" ou "id". O "id" foi criado porque, ao fazer isso é preciso saber qual dos registros foi escolhido, e como o "id" é único, ele é o indicado para identificar o registro. A subquery seria assim: ...


-4

Charset é o conjunto de caracteres disponíveis para o seu banco de dados armazenar, quase sempre ISO8859_1, WIN1252 e UNICODE. Cada qual com o seu conjunto limitados de caracteres. Se seu banco de dados usa apenas caracteres latinos e ocidentais então o ISO8859_1(também conhecido como Latin1) tá de bom tamanho para você, mas se precisa dum conjunto grande de ...


-2

Dessa maneira vai funcionar, primeiro você pega o valor do min separado e depois do max e unifica os dois. --UNIFICANDO OS DOIS COM SUBSELECT SELECT MAX(res.maximo) AS MAXIMO, MAX(res.minimo) AS MINIMO FROM( --MAXIMO SOZINHO SELECT MAX(MyTag) As Maximo, 0 AS MINIMO FROM Table1 UNION ALL --MINIMO SELECT 0 AS MAXIMO, MIN(Tag1) AS MINIMO FROM Table1 ...


-3

tenta fazer isso no seu arquivo de conexao.php eu uso desse jeito, pra conectar o Oracle com PHP é um pouco complicado. //Cria variavel de conexão $vardb="(DESCRIPTION =(ADDRESS = (PROTOCOL = TCP)(HOST ={coloque o ip do host aqui})(PORT = {porta})) (CONNECT_DATA = (SID = {nome configurado no tnsnames})))"; //Criar a conexao ORACLE if(!@($...


0

O que está acontecendo é que o tipo da coluna 'columnx' não está como data. Observe que no 'where', você tá transformando em data através do : '::date'. Portanto, para resolver faça o seguinte: TO_CHAR(columnx::date Ficando com: SELECT TO_CHAR(columnx::date, 'MM-DD-YYYY') and sum(columnx) FROM table WHERE $__timeFilter(columnx::date) and seguimento ='xxx'


As 50 principais respostas recentes são incluídas