Um arquivo (português brasileiro) ou ficheiro (português europeu) de computador é um recurso para armazenamento de informação, que está disponível a um programa de computador e é normalmente baseado em algum tipo de armazenamento durável. Um arquivo é durável no sentido que permanece disponível aos programas para utilização após o programa em execução ter sido finalizado.

Um arquivo (português brasileiro) ou ficheiro (português europeu) de computador é um recurso para armazenamento de informação, que está disponível a um programa de computador e é normalmente baseado em algum tipo de armazenamento durável. Um arquivo é durável no sentido que permanece disponível aos programas para utilização após o programa em execução ter sido finalizado. Arquivos de computador podem ser considerados como o equivalente moderno dos documentos em papel que tradicionalmente são armazenados em arquivos de escritórios e bibliotecas, sendo esta a origem do termo.

As unidades de armazenamento, por exemplo os discos rígidos, possuem detalhes complexos de implementação, o arquivo esconde estes detalhes para que o usuário possa manipular de maneira mais simples as informações. Um arquivo pode ser considerado como um objeto, possuindo um nome que o identifica, atributos e valores.

Os arquivos podem conter dados estruturados ou não. Os arquivos não estruturados possuem uma sequência de bytes, já os estruturados podem vir organizados em registros ou em árvore (estrutura de dados). A implementação do sistema de arquivos, incluindo o formato de arquivo, é de responsabilidade do sistema operacional, ou seja, cada arquivo depende da decisão do projetista do sistema operacional.

Alguns sistemas operacionais como o UNIX não ligam para extensão do arquivo ou sua estrutura interna3 , simplesmente tratando cada arquivo como uma sequência de bytes não estruturados, deixando a responsabilidade de interpretar seu significado ao programa que o abriu.

histórico | histórico do fragmento