Respostas interessantes marcadas com a tag

14

Não tem muito segredo nela, não é algo complexo, é o básico de tudo o que fazemos em qualquer atividade computacional, e só foi formalizado que seria assim que o computador deveria operar. Ela define que: há uma entrada de dados uma unidade que processa esses dados e provoca uma saída de dados o processador pode armazenar dados temporariamente em uma ...


14

Vou te ensinar e não resolver, como pediu. Como você acha a quantidade de dígitos necessários para guardar um número decimal? Na representação numérica decimal temos obviamente 10 dígitos diferentes. Então esta é nossa base. A quantidade de dígitos necessários é o expoente. Então se você tem um número 7 precisa do primeiro número que seja potência de 10. ...


13

Gostaria de entender porque o Linux tem várias ISO's para cada tipo de CPU (amd64, i386, etc..) e porque o Windows não precisa disso? Porque a arquitetura do processador influencia em toda a compilação do Kernel e dos aplicativos que acompanham a distribuição Linux. Qualquer sistema operacional é desta forma. Cada processador possui seu próprio conjunto ...


11

Acho que vai querer saber como o computador trabalha com o código. A maneira exata de como o sistema operacional carrega um executável despende d e qual sistema operacional estamos falando. O próprio formato do executável também depende. Memória virtual Nos SOs modernos existe um sistema de memória virtual. Quando um comando manda carregar um executável ...


11

Para calcular o número de bits, você pode usar Log2(X), arredondado para cima: Log2(4095): 11.9996477365, ou seja, 12; Log2(65534): 15.9999559718, ou seja, 16; Log2(42319): 15.3690179165, ou seja, 16.


8

São dois conceitos completamente diferentes. O endereço é 4 bytes (em arquitetura 32 bits). O tamanho do dado pode variar de acordo com seu tipo. Em geral 1 é usado para representar um caractere, mas isto também pode variar. Um caractere é algo abstrato e pode ser definido com vários tamanhos e formas de compor. Fazendo uma analogia, endereço é a ...


8

Existem duas principais diferenças para a arquitetura Von Neumann: Código e dados são considerados coisas bem diferentes e são gerenciados separadamente, em locais diferentes. O controle da comunicação da arquitetura é central permitindo que as operações de comunicação sejam realizadas simultaneamente. A separação de código e dados se mostrou pouco ...


8

O objetivo desta postagem é esclarecer a nomenclatura e prover uma metáfora para facilitar o entendimento. Para algo mais formalmente correto, veja a resposta do @jsbueno Antes de mais nada, vamos analisar as palavras? socket Em Português, soquete. A palavra originou do inglês socket mesmo, que por sua vez veio do do francês antigo soc... no final, a ...


7

Ao desenvolvimento muito pouco. São tipos de arquiteturas diferentes. Hoje esta distinção é mais nebulosa, um mesmo processador acaba tendo as duas formas. Não é nem que o executável não pode mudar de um modelo para outro, é que não pode mudar de uma arquitetura específica para outra já que o conjunto de instruções é completamente outro. um ARM e um MIPS ...


7

C++ padrão só gera códigos nativos para a arquitetura onde vai rodar, portanto não tem como rodar em arquitetura diferente. O único jeito é compilar para a arquitetura apropriada. Claro que uma aplicação 32 bits poderia rodar em um sistema operacional 64 bits se este tiver alguma camada de compatibilidade. É o caso do Windows e de algumas distribuições do ...


6

Resumindo o assunto a arquitetura é basicamente essa: Em que se caracteriza em: Sistemas de entrada e saída; Memória Principal; e CPU(Processamento/Processador); A memória principal funciona como um armário em que segura informações, tanto já na própria memória quanto novas que chegam dos sistemas de entrada e saída. A CPU fica encarregada de trabalhar(...


6

Cada arquitetura de processador tem sua própria linguagem Assembly, é assim desde o início dos computadores modernos na década de 40. A única forma de explorar melhor uma arquitetura é criando uma forma de usá-la de uma forma bem específica. Assembly não é cross platform por definição. Se isto for necessário, use C. Bom, na verdade cada arquitetura tem um ...


6

Vou ser bem breve: AMD64 são para processadores de 64 bits, e leva o nome da AMD porque ela fez primeiro; i386 são para os processadores 32 bits, e leva o i de Intel porque ela fez primeiro. ;) Um pouco de história: Intel x86 ou 80x86 são nomes genéricos dados à família de processadores baseados no Intel 8086, da Intel Corporation. A arquitetura é ...


6

Porém, como e aonde ficam armazenadas essas informações de instruções? As instruções ficam armazenadas no próprio processador e são inseridas no momento da fabricação? As instruções são armazenadas na memória, e buscadas por meio de registradores específicos que normalmente levam nomes tais como data pointer, stack pointer, instruction pointer, entre outros....


6

Socket é um recurso do sistema operacional que é conectado a uma porta. Uma porta é um número definido no protocolo de rede - em geral com 16 bits. Um socket é uma conexão em uma dada porta, e pertence sempre a um processo (programa). Já porta é um complemento do endereço de rede - no caso dos protocolos TCP e UDP, dentre outros, é como se o endereço de IP ...


5

O único local onde tem uma informação da aplicação no processador efetivo é o registrador, então é a menor e a maior unidade. Hoje os processadores são mais complexos e possuem registradores especializados, desde 1 bit até valores altos (512 por exemplo). Nas arquiteturas mais comuns hoje em dia os registrados gerais costumam ter 32 ou 64 bits. Os ...


5

Nenhuma relação na maioria das linguagens, isso é o tamanho do dado e ponto. Em C, C++, Assembly (ainda que esta última não tenha tipos formais) e outras mais baixo nível o tipo pode ter o tamanho variável de acordo com a arquitetura, mas ainda não há relação direta entre o tamanho do tipo e a arquitetura, muito menos há obrigatoriedade seguir isto de acordo ...


5

Os principais problemas são: 1) O trabalho rende muito pouco, porque cada instrução assembly faz muito pouco. 2) Estruturas de controle são escassas, você basicamente tem "Jump" e nada mais. 3) O desenvolvedor terá de decorar um compêndio de instruções que só se aplica a um processador, às vezes se aplicam apenas a uma faixa de modelos, então é um ...


5

É pura matemática. Qual a quantidade máxima de memória física que pode ser instalada? 2 (a quantidade valores que um 1 pode ter) elevado a 16 (a quantidade de bits disponíveis) faz dar 65536, ou 64KB. Qual a quantidade máxima de memória virtual que pode ser acessada? Aqui é 2 elevado a 24 que dá 16MB. As demais informações são irrelevantes para ...


5

Eu começaria lendo Como um computador entende o código binário?. PC - é o registrador usado para determinar em que endereço ele deve executar em seguida. Toda instrução executada faz ele se mover para a próxima instrução. Em processadores RISC é fácil porque todas instruções possuem o mesmo tamanho e o incremento é tranquilo, em processadores ...


4

Os binários serão diferentes, então não tem como aproveitar a mesma build exatamente. É possível forçar a recompilação para as duas arquiteturas ao mesmo tempo, mas geralmente não é recomendável fazer isso já que você vai perder mais tempo compilando a arquitetura errada durante o desenvolvimento e pode fazer um script que gere a versão final para as duas ...


4

Geralmente os processadores não executam uma instrução inteira em um único ciclo de clock. Mas ao mesmo tempo executam uma instrução por ciclo de clock. Como isso vem a ser possível? Pipeline! Como pode ver pelo gráfico, em média uma instrução acaba de ser executada a cada ciclo de clock, gerando a falácia de 1 instrução = 1 ciclo. Em cada ciclo 4 ...


4

ISA significa "Instruction Set Architecture" - "Arquitetura de Conjunto de Instruções". Há dois tipos de arquiteturas a se considerar: RISC e CISC. O CISC significa "Complex Instruction Set Computer" - "Computador com Conjunto de Instruções Complexo". Esse tipo de computador apresenta diversos tipos de microinstruções codificados dentro do processador. Por ...


4

Trecho do livro Santana,Edu - Arquitetura de Computadores. Disponibilizado pela Universidade Federal da Paraíba: http://producao.virtual.ufpb.br/books/edusantana/introducao-a-arquitetura-de-computadores-livro/livro/ 1.6. O Transistor O transistor é um componente eletrônico criado na década de 1950. Ele é o responsável pela revolução da eletrônica na década ...


3

Depende da plataforma. Um executável é um conjunto de instruções que determinam o que a máquina deve fazer, então se ele usa instruções que uma plataforma não entende não vai funcionar. É como dizer que você pode chegar no Japão e será compreendido. Não vai. Cada um com seu jeito. Até existem técnicas para fazer isto acontecer, mas é uma camada de abstração ...


3

Essa tabela é conhecida como esquema de Flynn e tenta categorizar os computadores paralelos --- existem outros esquemas como esse, mas em geral acabam sendo imprecisos (este também). Ela é baseada em dois conceitos: o fluxo de instruções e fluxo de dados. O fluxo de instruções conta quantas instruções são executadas, já o fluxo de dados consiste no conjunto ...


3

Bom, basicamente o executável é carregado à memória pelo Sistema Operacional. Na verdade, sua pergunta tem a ver com o gerenciamento de memória e cada sistema operacional tem uma forma de gerenciá-la. Em termos gerais, é separado para o programa, uma região de memória que será usada pelo mesmo e a forma de uso será determinada pelo compilador (ou pela ...


3

A graça de programar em assembly ao invés de diretamente em linguagem de máquina é justamente que você pode dar nomes às coisas ao invés de se referir a tudo diretamente pelo endereço da memória. Por exemplo, em assembly você pode fazer um goto para um label ao invés de diretamente para um endereço numérico. Se você adicionar uma linha no programa o endereço ...


3

O ciclo é a unidade básica de execução, é o passo mínimo de execução que ocorre e o tempo entre um e outro é definido pelo mecanismo de clock do computador, por isso um computador de 4Ghz executa cerca de 4 bilhões de ciclos em um segundo. I tempo entre cada um é obviamente o segundo dividido pelo número de ciclos por segundo. A instrução é uma operação que ...


2

Você está confundindo endereçamento com alinhamento (o que é razoável, eu próprio 10 minutos atrás também estava confuso). Uma coisa é você determinar qual o tamanho de cada endereço, i.e. se você tem uma variável, registrador, etc que armazena um endereço, quantos bytes distintos essa variável consegue representar. Outra, é determinar o que exatamente está ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam