Respostas interessantes marcadas com a tag

10

Regras gerais de como lidar com warnings Obviamente, a finalidade do @SuppressWarnings é fazer o compilador não emitir warnings. Entretanto utilizá-lo de forma adequada requer bom-senso. Eis algumas regras de como usá-lo de forma adequada: Ao se deparar com uma warning em particular, tente entender o que a causa primeiro. Não saia colocando @...


10

A anotação @Transactional demarca transações (você pode iniciar transações aninhadas, propagar transações para outras camadas, etc). A transação é uma unidade de trabalho isolada que leva o banco de dados de um estado consistente a outro estado consistente. Pense em termos de transações de negócio mesmo. A recomendação por não demarcar a camada de DAO e sim ...


7

@One-To-One: A associação de One-to-One é semelhante à associação many-to-one com a diferença de que a coluna será definido como único. Exemplo: @OneToOne public Endereco getEndereco() { return this.endereco; } Many-to-One: A associação de many-to-one é o tipo mais comum de associação em que um objeto pode ser associado a vários objetos. Exemplo: @...


5

Ao usar frameworks que gerenciam o ciclo de vida de suas classes, como é o caso do Spring, é sempre importante entender que uma instância gerenciada pelo framework não é uma instância qualquer. Uma instância gerenciada pelo Spring é chamda de Spring Bean e não é um objeto comum. Ele agora tem superpoderes. Instância Comum vs. Spring Bean Considere a ...


5

Você pode criar uma classe para inicializar o WebApp que implemente a interface WebApplicationInitializer. Essa interface tem um único método que recebe um ServletContext e pelo ServletContext você pode pegar o nome do servidor. public class WebAppInitializer implements WebApplicationInitializer { @Override public void onStartup(ServletContext ...


4

Pode fazer isso criando uma classe que deriva de RangeAttribute: public class DateAttribute : RangeAttribute { public DateAttribute() : base(typeof(DateTime), DateTime.Now.ToShortDateString(), DateTime.MaxValue.ToShortDateString()) { } } Fonte


4

Delfino, essa anotação faz parte do Projeto Spring-Boot, projeto interessante pra quem deseja desenvolver Micro-serviços. Uma de suas principais caracteristicas do Spring-Boot é permitir que o Application Context do Spring seja automáticamente configurado baseando-se nos jars. Propriedades da Anotação: A Auto-configuração é sempre feita após os Beans ...


4

Você tem aqui um caso de recursão infinita devido ao relacionamento bi-direcional. Digamos que João é um Admin: O objeto do tipo Usuário João, portanto, possuí uma referência para o Perfil Admin. O objeto Perfil em questão, por sua vez, possui uma lista de usuários, que inclui João. Do lado do Java isso não é problema, as referências são apenas ...


3

Apesar de existirem discussões a recomendação é utilizar a anotação diretamente no atributo, exatamente como você está fazendo. A intenção do ORM, no caso hibernate, é persistir o estado do objeto, sendo assim os atributos são a representação de estado do objeto. A intenção de mapear um método assessor é questionada pelo fato de que raramente há ...


3

Faltou adicionar o jQuery.Validation.Globalize no seu projeto e fazer referência a ele no BundleConfig. Isto possivelmente vai trazer um problema extra: Seus DateTime irão aparecer como YYYY-MM-DD. Isto porque o DisplayTemplate (usando @Html.DisplayFor()) usa o que está no atributo DisplayFormat, então temos que sobrescrever este comportamento. Passo 1: ...


3

A anotação @CrossOrigin foi adicionada ao Spring na versão 4.2 e você está usando a versão 4.0.6.RELEASE. Mude sua versão para a mais recente do Spring 4.3.6.RELEASE e Isso resolverá o problema. Além disso, como você está usando o Spring Boot, as seguintes dependências não precisam ser declaradas no seu pom.xml já que elas são dependências do próprio Spring ...


2

Pode utilizar um enum com valores definidos, no caso M = 1 e F = 2: public enum Sexo { Masculino = 1, Feminimo = 2 } [DisplayName("SEXO")] public Sexo Sexo { get; set; } Observação: Nesse link tem a explicação passo a passo. O campo que é gravado na base de dados é um inteiro valores respectivos de Masculino e Feminimo do enum Sexo. Referencias: ...


2

Tenta sem o 'tt' na máscara. string test ="08:00:00"; TimeSpan ts = TimeSpan.Parse(test); Console.Write(ts.ToString(@"hh\:mm")); Fiz um Fiddle para você, acho que irá te atender.


2

Olá, segue um exemplo de como vc pode criar relacionamento em suas classes. Classe estado: @Entity public class Estado { @Id @GeneratedValue(strategy=GenerationType.IDENTITY) private Long id; private String nome; private String sigla; Quanto a Classe Cidade, nesta classe tomei a liberdade de colocar como chave primária um campo de Id, não sei se ...


1

O que melhor que se enquadra para substituição do @Stateless utilizando o CDI é o @RequestScoped. O conceito do stateless é considerar cada requisição como uma transação independente que não está relacionada a qualquer requisição anterior. Já o @RequestScoped ele funciona como um simples HTTP request, é descartado ao fim de cada requisição, o ManagedBean ...


1

Salvo com o uso de alguma extensão, não existe nada 100% equivalente no CDI. Apesar disso, o RequestScoped pode servir bem para muitos casos, lembrando que EJBs também controlam transações (criaram novas anotações para transações no CDI 1.1 ou 1.2) e têm um ciclo de vida que reaproveita instâncias (de um pool) em vez de criar novas. Se essas pequenas ...


1

Fiz algumas modificações na minha classe Conta e agora esta funcionando corretamente. @Entity public class Conta { @Id @GeneratedValue(strategy = GenerationType.IDENTITY) private int id; @OneToMany(cascade = CascadeType.ALL, mappedBy = "conta") private List <Jogador> jogador; private String email; private String senha; ...


1

Há uma aspa sobrando nesse trecho: <property name="hibernate.dialect" value="org.hibernate.dialect.MySQLDialect"" />


1

IMHO, o que você está fazendo é reinventar a roda. Em uma linguagem orientada à objetos, supondo que você esteja usando algum modelo de persistência, me parece mais correto criar uma classe Funcionario e suas especializações, exemplo: public class Funcionario implements Serializable { private Integer id; private String nome; // Validações ...


1

Você pode parametrizar a annotation do Spring, fica um pouco diferente o parâmetro: //fixedDelay task: @Scheduled(fixedDelayString = "${fixedDelay.in.milliseconds}") //fixedRate task: @Scheduled(fixedRateString = "${fixedRate.in.milliseconds}") //A cron expression based task: @Scheduled(cron = "${cron.expression}") Ai basta adicionar a propriedade ao seu ...


1

Não é possível mudar a anotação em si, mas se um campo da anotação é uma classe, é possível alterar os campos estáticos dela. Anotação: package teste.annotation; import java.lang.annotation.ElementType; import java.lang.annotation.Retention; import java.lang.annotation.RetentionPolicy; import java.lang.annotation.Target; @Target(ElementType.TYPE) @...


1

[Range(typeof(decimal), "-10", "10")]


1

Está sendo atualizado somente quando abre porque você está obtendo a localização pelo método startUpdatingLocation() e consequentemente seu método de displayLocationInfo() no viewDidLoad(). Para chamar toda vez que abre esta tela, você pode obter a localização no viewDidAppear(): override func viewDidAppear() { super.viewDidAppear() locManager....


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam