Respostas interessantes marcadas com a tag

6

Árvore binária costuma ter problemas com localidade de referência, então se evita o uso. O .NET Framework tenta fornecer as estruturas mais úteis apenas e deixar para cada um prover as demais, principalmente se considerar que existem diversas formas de implementar uma árvore binária, o .NET não poderia entregar todas necessárias. Na verdade até existe ...


5

Realmente, recursividade é a forma mais intuitiva de fazer a busca em profundidade porque é fácil perceber que cada subárvore pode ser considerada como uma nova árvore (e tratada da mesma forma). Assim, pra aprender, eu sugiro seguir a sugestão da resposta do colega @YuriCalistrato. Porém, considerando que você cita na sua questão atributos como custo (...


4

Aqui vai a sua classe de árvore binária. Acrescentei na classe No e na classe ArvoreBinaria os métodos soma(). Também coloquei o toString() para poder mostrar a estrutira da árvore. class ArvoreBinaria { private No raiz; public void inserir(int valor) { if (raiz == null) { raiz = new No(valor); } else { No ...


4

O que pretendes, como o nome da tua função indica, pode ser obtido usando o algoritmo de travessia Breadth-first search (BFS) ou Pesquisa em Largura Para a seguinte árvore binária 15 / \ 6 20 / \ \ 3 7 22 / \ \ \ 2 5 8 25 ...


4

A navegação encontrada na página da Wikipédia utiliza recursividade. public void emOrdem(ArvoreNo no) { if(no != null) { emOrdem(no.getNoE()); System.out.print(no.getInfo()+" "); emOrdem(no.getNoD()); } } Exemplo: (fonte: uol.com.br) No caso, eles acessam o lado esquerdo continuamente até sua limitação. Ao atingir o limite do lado ...


4

Basta você chamar o método recursivo duas vezes. Pois a altura da árvore será um mais a altura da sua maior sub-árvore, então é necessário avaliar ambos os lados antes de se determinar a altura. Um exemplo seria: private int altura(Node n){ if(n==null) return 0; int alturaE = altura(n.left); int alturaD = altura(n.right); if ( ...


4

Seu problema é que você parece estar assumindo que uma variável dentro de uma função conserva seu valor quando essa mesma função é chamada recursivamente (i.e. todas as chamadas a cria compartilham as mesmas variáveis j e s). Mas não é assim que a linguagem C (e praticamente toda linguagem que eu conheço) funciona - a cada chamada da função cria, uma nova ...


4

O seu código está bom, tenho apenas umas poucas sugestões. A primeira é quanto a isso: typedef tipo_nodo *apontador; Isso daí acho que não contribui muito para a legibilidade do código. Eu acho que é importante que ponteiros sejam claramente tratados como tal, ainda mais quando se usa o operador ->, e portanto sugiro usar tipo_nodo * na função ...


4

No caso de Raiz ser NULL, você está retornando lixo, uma vez que nesse caso, folhaF não está sendo inicializado. Nesse caso é melhor retornar zero. Também vejo que você está usando ||, mas para verificar se o nó é folha, deveria ser &&. Como o companheiro zentrunix percebeu, você também está usando struct NO ** quando deveria ser apenas struct NO *....


3

Provavelmente é um exercício, certo? É complicado dizer se algo é válido sem o contexto e as regras que podem ser aplicadas nesse caso. A primeira pergunta que você deve fazer é se essa árvore suporta navegação de um elemento "filho" (descendente) para o seu "pai" (ascendente). Algumas estruturas de dados armazenam apenas os descendentes e não haveria um ...


3

De modo geral, a inserção na BST é O(N) no pior caso (que é uma árvore pendendo completamente para um dos lados), o que realmente daria um algoritmo O(N²). No entanto, isso pode ser facilmente contornado mantendo-se onde está o maior nó da árvore e o menor nó da árvore. Caso o valor a ser inserido seja maior que o maior nó da árvore, então é só colocá-lo à ...


3

1ª Dúvida - Exato, serão os dois filhos. 2ª Dúvida - **pRaiz` será o Nó que você irá criar para ser a RAIZ. Como ele é um ponteiro que APONTARÁ para outro ponteiro, que é a raiz da árvore, tem que ser usados dois asteríscos, " ** ". 3ª Dúvida Inserção void inserir(No **pRaiz, int numero){// irá recebar a raiz(**pRaiz) e o número a ser inserido. Pois ele ...


3

Código O código do algoritmo mais direto e simples que eu conheço para percorrer a árvore em níveis é usando uma fila: public void walkLevels(No no) { if (no == null) throw new IllegalArgumentException("Tree node cannot be null!"); Deque<No> fila = new ArrayDeque<>(); fila.add(no); while (!fila.isEmpty()) { No atual = ...


3

Nessa notação, uma sequência do tipo (A,(B),(C)) significa que A é um nó que tem como filhos as subárvores B e C. Vamos desenhar essa árvore: Numa árvore binária, nenhum nó pode ter mais do que dois filhos. O (6,(0),(1),(2)) e o (73,(13),(27),(61)) que estão lá no meio claramente são violações disso, por representarem nós com três filhos. O nó 11 não tem ...


3

Quase isso. O conceito de busca binária é a ideia de dividir o espaço de busca sucessivamente em metades até que você só tenha o elemento que estava procurando ou conclua que ele não está no conjunto de elementos procurados. Para dar certo, pressupõem-se que esse espaço de busca tenha os elementos devidamente ordenados para que ao quebrá-lo no meio, você ...


3

Olhando só para a função imprime e assumindo que as outras funções estão bem implementadas dá para reparar que não dá return na função do imprime. void preOrdem(Arvore *arv){ if(arv==NULL) return; printf("%d ", arv->conteudo); preOrdem(arv->esquerda); preOrdem(arv->direita); } Pela sua função ficava naquele nó, quando for ...


3

Como a sua estrutura possui membros do tipo dela mesma, você vai precisar de uma forward declaration antes de sua definição completa, veja só: typedef struct estruturaNo tipoNo; // forward declaration struct estruturaNo { int chave; tipoNo *esq; tipoNo *dir; };


2

O problema especificamente do NullPointerException naquela linha está ocorrendo porque o seu método remove() está passando um valor nulo no parametro dest função novo_no() : ... if(root.valor == valor){ Arvore dest = new Arvore(); dest = null; //pra quê anular se você //acabou de inicializar? root = ...


2

Quando você faz root = NULL, você está modificando o valor da variável local root. Se você deseja que uma função receba um ponteiro como parâmetro e o modifique, você precisa de um ponteiro para ponteiro. A assinatura da sua função ficaria assim: Node * remover(Node **root, int valor); e a linha que atualmente não funciona ficaria assim: *root = NULL; A ...


2

O problema é que você faz o search(&(*root)->esq, mats); e o search(&(*root)->dir, mats); e depois joga fora o valor de retorno da recursão, então a não ser que você calhe de procurar o valor que está no nó raiz, ele não vai conseguir retornar. Você precisa de uma variável local de tipo Node *; no else você assinala o resultado de search() ...


2

Há alguns poucos probleminhas em seu código: #include <conio.h> Não use isso. Essa biblioteca é super antiquada, obsoleta e não é uma biblioteca padrão. Além disso, ela não está sendo usada para nada, só está no seu código de bobeira. A sua função consultaRecursiva confunde a árvore vazia com a árvore que não contém o elemento procurado. A forma ...


2

Que tal: Node * search( Node ** root, int mats ) { Node * n = *root; Node * e = NULL; /* verifica o fim da arvore */ if( !n ) return NULL; /* verifica o noh atual */ if( n->person.mat == mats ) return n; /* faz pesquisa na esquerda */ e = search( &(n->esq), mats ); /* se encontrou ocorrencia ...


2

Seu primeiro problema é que a raiz da árvore (dicio) está declarada dentro da própria função load, alocada estaticamente na pilha de execução (variáveis locais são alocadas na pilha de execução). Isso significa, que quando a função terminar, a parte correspondente da pilha de execução vai ser limpa e com ela a raiz da árvore. A raiz ainda poderia ser ...


2

Em nenhum ponto nesse código você adiciona os novos ramos criados aos ramos superiores da árvore. Isso é - você chama a função adiciona recursivamente corretamente, a função adiciona cria uma nova árvore de um único nível e insere o valor, mas não insere essa nova árvore nos níveis do pai. Como em C é complicado uma funçao retornar mais de um valor (no ...


2

Primeiro, vamos arrumar a identação e visualizar a árvore formada (acrescentando-se métodos __str__): class No: def __init__(self, dado): self.esq = None self.dir = None self.dado = dado def __str__(self): s = '(' + str(self.dado) + ',' if self.esq != None: s += str(self.esq) + ',' else: ...


2

Não é que funcione com algumas alterações. Você pode aplicar o algoritmo de busca binária em qualquer estrutura de dados que esteja ordenada. Mas cada estrutura de dados vai ter uma implementação própria para navegar a estrutura, assim o algoritmo de busca binária em um vetor tem uma implementação, em árvore tem outra.


2

O seu algoritmo está muito mais complicado do que deveria ser. Você não precisa de path e nem de dir. Em especial, dê uma olhada nisso: if(i == depth-2) printf(" "); else if(path[i]) printf(" "); else printf(" "); Ocorre que qualquer que seja o caso que aconteça, o resultado é o mesmo: printf(" ");. Isso significa que o ...


2

A dúvida deveria ser mais ao contrário. Se você precisa que os dados sejam classificados você precisa da árvore binária. Se precisa de ordem, precisa de um array, ou algum truque com a árvore binária (ou não). Se pode desprezar ordem ou classificação então a tabela de espalhamento pode ser útil. A tabela de espalhamento possui complexidade O(1), ou seja, é ...


1

Bom, você tem que definir qual metodologia adotar. Você pode escolher o nó a esquerda, 30, como o novo nó que ficará no lugar do 40 e então neste caso você terá que buscar o nó mais a direita do nó 30, para alocar o nó que estava a direita do 40, o 44. Ou você também pode escolher o 44 como o nó que ficará no lugar do 40, e neste caso você terá que procurar ...


1

O código não é lá dos melhores, começando pela má identação (mas também não é dos piores). Olhando-se para o que ele faz, claramente é o procedimento de inserção em uma árvore auto-balanceada, provavelmente (mas não necessariamente) uma árvore AVL. Bem, vamos começar tentando simplificar esse código: if (isTaller && nArvore->balanceamento == 0) {...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam