#Usando função anônima
 

<!-- begin snippet: js hide: false console: true babel: false -->

<!-- language: lang-html -->

    <input type="button" value="anonymous function" onclick="(function(){
    console.log('ok');
    console.log('ok2');
    })()">

<!-- end snippet -->

Nesse snippet apenas quis mostrar que é possível aplicar quebras de linha, tornando o código mais legível.


#Implementando para o seu caso específico:

    <input type="button" value="anonymous function" onclick="(function(){
        var xhttp = new XMLHttpRequest();
        xhttp.onreadystatechange = function() {
        if (this.readyState == 4 && this.status == 200) {
          document.getElementById("demo").innerHTML =
          this.responseText;
        }
        };
        xhttp.open("GET", "ajax_info.txt", true);
        xhttp.send();
        })()">


#Para o caso de enviar parâmetros para a função

No seu caso não há passagem de parâmetros. Caso queira passar parâmetros para a função, veja esse exemplo

<!-- begin snippet: js hide: false console: true babel: false -->

<!-- language: lang-html -->

    <input type="button" value="anonymous function" onclick="(function(v){
    console.log(v);
    console.log('ok2');
    })('ok')">

<!-- end snippet -->

#Observações
Obviamente, qualquer desenvolvedor web que entende o básico é ciente sobre boas  práticas e semântica, no entanto, podem ocorrer situações onde não há como seguir uma semântica correta ou mesmo tais questões ficam fora de contexto. Não cabe aqui julgar se o que pretende fazer é correto ou não pois não é explícito o modelo de negócio, os motivos, razões ou circunstâncias.