12

Recentemente tive um problema na identificação da página atual.

Estava utilizando __FILE__ para pegar o arquivo atual, e utilizava substr() para pegar a string após a ultima ocorrência de barras, acontece que em alguns sistemas operacionais essas barras funcionam de forma diferente e acabam não retornando o nome da forma esperada.

Existe alguma função/variável que já retorne o nome do arquivo ?

O que eu uso atualmente:

 echo substr(__FILE__, strrpos(__FILE__, '\\') + 1, -4);

Antes utilizava:

 echo substr($_SERVER['REQUEST_URI'], strrpos($_SERVER['REQUEST_URI'], '/') + 1, -4);

Aprendi agora:

 echo basename($_SERVER['PHP_SELF'],'.php');
  • 1
    Se deu certo marque minha resposta como correta. Obrigado. – William Okano 23/11/15 às 18:13

5 Respostas 5

12

Creio que o mais simples é isso:

<?php
   basename( __FILE__ );
?>

Alternativa, que dá até mais informações:

<?php
   $path_parts = pathinfo( __FILE__ );
   echo $path_parts['basename'];
?>

Veja ambas funcionando no IDEONE.

3

Apenas uma obervação: Existem duas formas de pegar o nome do arquivo.

Ex.: Arquivo A.php

<?php
   $dir1 = basename($_SERVER['PHP_SELF']);
   $dir2 = basename( __FILE__ );
        echo "<br><br>Dir 1: ".$dir1;
        echo "<br><br>Dir 2: ".$dir2;
?>

Arquivo B.php

<? php inlude('A.php'); ?>

Ao "compilar" o arquivo B.php, o resultado final será:
Dir 1: B.php
Dir 2: A.php

Conclusão: Um imprime o local do arquivo que está sendo importado e o outro imprime o arquivo que está sendo executado.

;)

1

A combinação explode() & end() pode obter o mesmo resultado(pegar o nome do arquivo) atual;

O explode() transforma a string retornada por __FILE__ em um array, o delimitar é a barra de diretórios que pode ser \ ou / e end() retorna o último elemento do array que é o nome do arquivo.

<?php
  $arquivo = explode(DIRECTORY_SEPARATOR, __FILE__);
  echo end($arquivo);
  • Utilizar arrays ao invés da manipulação de texto, nesta situação, seria mais rápido? – William Okano 23/11/15 às 18:28
  • @WilliamOkano, não sei dizer, pode testar no 3v4l.org não tenho acesso agora para verificar o performace. – rray 23/11/15 às 18:36
  • @WilliamOkano a sua é alguns milisegundos mais rápida que a solução do rray, porém a solução "basename($_SERVER['PHP_SELF'],'.php')" é 20% mais rápida que a sua; – Gabriel Rodrigues 23/11/15 às 18:43
  • @GabrielRodrigues, posta o link :) – rray 23/11/15 às 18:46
  • @GabrielRodrigues, só basename(__FILE__) não resolve? – rray 23/11/15 às 18:49
1

Você pode utilizar a constante DIRECTORY_SEPARATOR para detectar corretamente qual a barra é utilizada pelo seu sistema operacional para separação de diretórios.

A título de curiosidade, existem outras constantes, como PATH_SEPARATOR (que armazena o carácter responsável por por separar os diretórios do path - no windows é ';' e no linux ':') e PHP_EOL, que armazena o quebra de linha do seu sistema operacional.

O código abaixo é multi-plataforma:

<?php
$file =  substr(strrchr(__FILE__, DIRECTORY_SEPARATOR), 1);
echo $file;

Referência: http://php.net/manual/pt_BR/dir.constants.php

  • substr(strrchr(FILE, DIRECTORY_SEPARATOR),1,-4); resolveria o problema, poderia dizer se DIRECTORY_SEPARATOR é "compativel" com diferentes S.O pela utilização das barras? – Gabriel Rodrigues 23/11/15 às 18:13
  • Esta resposta pode te ajudar pt.stackoverflow.com/questions/2304/… – Gabriel Rodrigues 23/11/15 às 18:17
  • Sim, DIRECTORY_SEPARATOR é uma constante que armazena a "barra" correta do sistema operacional. Apenas para conhecimento, também existe a PATH_SEPARATOR (separador para system paths diferentes so's) e a PHP_EOL (armazena a quebra de linha do teu SO). http://php.net/manual/pt_BR/dir.constants.php – William Okano 23/11/15 às 18:17
  • Seria interessante você editar sua pergunta colocando estas informações. – Gabriel Rodrigues 23/11/15 às 18:21
  • Alteração feita. Já pode marcar como correta :p – William Okano 23/11/15 às 18:27
0

Transformo a string constante FILE em um arranjo utilizando o separador de diretórios ( de acordo com sistema operacional - DIRECTORY_SEPARATOR ) como o separador de campo para criar o arranjo. O ultimo elemento deste array é o nome do arquivo e a sua extensão.

Exemplos:

<?php

    $foo = explode(DIRECTORY_SEPARATOR, __FILE__);

    // o ultimo elemento deste array é o nome do arquivo
    $arquivo = end($foo);
?>

O mesmo raciocínio pode ser usado para obter a extensão do arquivo

<?php

    $foo = explode('.', __FILE__);

    // o último elemento do arranjo
    $extensao = end($foo);
?>

Extra: obtendo o caminho único (path) para o arquivo

<?php

    // caminho para o arquivo
    $caminho = realpath(dirname(__FILE__));
?>

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.