5

Tenho uma query que esta demorando para ser executada, analisando o explain vejo que o MySQL não esta utilizando o indice em uma das tabelas.

Tabelas:

CREATE TABLE `rel_financeiro` (
  `protocolo` char(13) NOT NULL,
  `aceito` datetime DEFAULT NULL,
  `processado` datetime DEFAULT NULL,
  `valor_previsto` decimal(10,2) NOT NULL DEFAULT '0.00',
  `valor_pago` decimal(10,2) NOT NULL DEFAULT '0.00',
  PRIMARY KEY (`registro`)
) ENGINE=InnoDB DEFAULT CHARSET=utf8;

CREATE TABLE `emails` (
  `id` char(36) NOT NULL,
  `data` datetime NOT NULL,
  `de` varchar(200) NOT NULL,
  `para` varchar(200) NOT NULL,
  `protocolo` varchar(13) DEFAULT NULL,
  `assunto` varchar(255) NOT NULL,
  `pasta` varchar(60) NOT NULL,
  `lido` tinyint(1) NOT NULL DEFAULT '0',
  `headers` text NOT NULL,
  `mensagem` text NOT NULL,
  PRIMARY KEY (`id`),
  KEY `protocolo` (`protocolo`),
  KEY `pasta` (`pasta`)
) ENGINE=InnoDB DEFAULT CHARSET=utf8;

Query:

SELECT r.protocolo, r.aceito, r.valor_previsto
  FROM rel_financeiro r
 INNER JOIN emails e ON r.protocolo = e.protocolo
 WHERE e.id IN ('e665a3e5-098f-a754-d4fe-5602a15aa191', '39b191b3-8f04-11e5-b9b8-040166406e01', '3e6c68ee-8f04-11e5-b9b8-040166406e01');

Resultado do explain:

+----+-------------+-------+-------+-------------------+---------+---------+-------+---------+-------------+
| id | select_type | table | type  | possible_keys     | key     | key_len | ref   | rows    | Extra       |
+----+-------------+-------+-------+-------------------+---------+---------+-------+---------+-------------+
|  1 | SIMPLE      | e     | const | PRIMARY,protocolo | PRIMARY | 108     | const |       1 |             |
|  1 | SIMPLE      | r     | ALL   | NULL              | NULL    | NULL    | NULL  | 5197139 | Using where |
+----+-------------+-------+-------+-------------------+---------+---------+-------+---------+-------------+

Já tentei de várias formas diferentes e até agora nada.

3
  • Tarcio, que bom que você resolveu seu problema. Se você quiser postar uma resposta com os comandos INSERT \ SELECT que resolveram seu problema tenho certeza que a informação será bem vinda para a comunidade. Dito isso, seria legal obter alguns dumps que reproduzisem o problema, dessa maneira saímos desse impasse de uma não-pergunta com duas ou três não-respostas. Commented 20/11/2015 às 0:08
  • Quando eu criei as tabelas ocultando informações confidenciais (como você sugeriu), tudo funcionou, daí eu cheguei a solução, é maluco, mas é isso. Se eu fornecer um dump será justamente da tabela sem o problema.
    – Vieira
    Commented 20/11/2015 às 0:39
  • Tarcio, reverti suas edições. A primeira invalidava as respostas existentes. A segunda é melhor postar ali embaixo, na área de respostas. Não tem problema responder a própria pergunta, mas precisa usar a parte de baixo, e não embutir a resposta na pergunta.
    – bfavaretto
    Commented 20/11/2015 às 1:28

2 Respostas 2

3

Seu create table está definindo uma chave primária com uma coluna que não existe, registro. Talvez a intenção fosse

  PRIMARY KEY (`protocolo`)

Se a chave primária desejada for mesmo a que já está definida, crie um índice:

  KEY (`protocolo`)

ou índice único

  UNIQUE (`protocolo`)

Conforme apropriado.

1
  • A KEY correta é protocolo, fiz tantos testes mudando a estrutura da tabela que nem percebi o erro, obrigado por reparar.
    – Vieira
    Commented 19/11/2015 às 22:22
3

Assumindo que protocolo seja a PK de rel_financeiro como apontado na resposta do fbiazi, o problema parece ser a posição do join:

SELECT r.protocolo, r.aceito, r.valor_previsto
  FROM emails e 
 INNER JOIN rel_financeiro r ON r.protocolo = e.protocolo 
 WHERE e.id IN ('e665a3e5-098f-a754-d4fe-5602a15aa191', '39b191b3-8f04-11e5-b9b8-040166406e01', '3e6c68ee-8f04-11e5-b9b8-040166406e01'); 

EXPLAIN query original

Você quer que o from seja a tabela emails para que a cláusula where use o índice de id e reduza emails para um pequeno conjunto de dados. Depois disso o join pode utilizar o índice em protocolo.

É claro que o otimizador de queries poderia fazer a parte dele e chegar a uma conclusão semelhante sozinho, porém não há garantias nesse caso. Veja o resultado que recebi com sua query original:

EXPLAIN query alterada

O MySQL está sendo bem literal, trazendo todos os rel_financeiro para memória primeiro e só então tentando fazer o join do resultado com os emails.


Exemplo funcional no SQL Fiddle

6
  • Rodando em uma tabela vazia o resultado é realmente esse, mas quando temos registros (5 milhoes em uma tabela e 300 mil na outra) volta a não utilizar a KEY, mesmo com o seu exemplo (que realmente esta melhor que o meu)
    – Vieira
    Commented 19/11/2015 às 22:39
  • 5 milhões em rel_financeiro e 300k em emails? Eu acho que o otimizador está se perdendo... Já tentou rodar ANALYZE TABLE em ambas as tabelas e repetir a consulta? Commented 19/11/2015 às 22:44
  • sim ja rodei o ANALYSE TABLE, e não mudou nada, já recriei as tabelas em outra base, levando um dump com os dados e nada.
    – Vieira
    Commented 19/11/2015 às 22:48
  • 2
    Eu ainda usaria um outer join nesse caso, não que eu ache que isso vai mudar o problema. Mais especificamente um LEFT JOIN com a tabela emails na esquerda (imagino que o planner já faça isso automaticamente, entretanto). Nota: se houver expectativa de muitas leituras sequenciais, o MySQL abandona o index em favor do full scan. Um bom benchmark seria rodar sem o IN, usando =, e talvez fazendo queries separadas para cada id.
    – Largato
    Commented 19/11/2015 às 22:49
  • 1
    Concordo com o Bacco sobre o LEFT JOIN. Fica bem difícil testar sem uma carga de dados. Você consegue gerar uma massa de dados fake que simule o problema? (No pior dos casos um dump compactado depois de mascarar todos os dados confidenciais). Commented 19/11/2015 às 22:59

Você deve fazer log-in para responder a esta pergunta.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag .