5

Em algumas pesquisas que realizei, notei que há alguns meios diferentes de faze-la, como os exemplos abaixo:

int main()
int main(void)
void main()

// entre outros...

Sei que as declarações são inteiramente ligadas aos comandos return, sendo necessário por exemplo retornar algum numero inteiro no tipo de função int e que a void não me retorna nada.

Gostaria de uma explicação mais detalhada quanto a sintaxe e a obrigatoriedade desses exemplos.

  • 1
    você já respondeu praticamente na sua própria pergunta, qual explicação a mais você quer ? só sobrou o tipo int main(void) pra explicar – Thiago Friedman 28/10/15 às 17:06
  • 1
    Então detalhes o que mais quer detalhado. Veja o que falta na minha resposta. – Maniero 28/10/15 às 17:08
  • 1
    eu já vi void main(void) também =P – Caio Felipe Pereira 28/10/15 às 17:24
  • Talvez eu não tenha conseguido me expressar corretamente, mas muito obrigado pelas respostas. – user34594 29/10/15 às 11:13
  • O @bigown conseguiu explicar a minha dúvida sobre qual padrão de sintaxe usar. – user34594 29/10/15 às 11:14
6

Ambas funcionam na maioria dos compiladores. Pode depender da opção ligada e ao padrão que deseja atender.

A recomendação costuma ser usar pelo menos o padrão C99 onde estas duas formas são aceitas:

int main(void)
int main(int argc, char *argv[])

Mas alguns preferem o padrão C89 que é mais compatível com compiladores não modernos (raros, mas encontrados em plataformas embarcadas). Aí o void como parâmetro pode ser evitado (sem trocadilho :P). Se for seguir o padrão do C++, ele também é evitado.

O uso do void indica que a função não tem parâmetro. Se não tiver nada, ela tem um número de parâmetro indefinidos e a implementação pode ter os parâmetros que quiser. Isto pode gerar confusão em alguns casos.

O retorno sempre deve ser int, ainda que alguns compiladores aceitem outro tipo, especialmente o void. No C89 é necessário dar o return com um número inteiro. No C99 isto pode ser implícito, retornando 0.

Lembrando que alguns compiladores podem não estar totalmente dentro do padrão e exigir uma forma diferente.

A melhor é a segunda. A primeira é aceitável quase sempre e a última não deve ser usada.

Especificação:

5.1.2.2.1 Program startup

The function called at program startup is named main. The implementation declares no prototype for this function. It shall be defined with a return type of int and with no parameters:

int main(void) { /* ... */ } or with two parameters (referred to here as argc and argv, though any names may be used, as they are local to the function in which they are declared):

int main(int argc, char *argv[]) { /* ... */ } or equivalent; or in some other implementation-defined manner.

  • Era exatamente essa explicação que eu estava buscando! Sobre os padrões. – user34594 29/10/15 às 11:12

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy