2

Preciso gravar dados sigilosos no banco de dados, mas que possam ser lidos posteriormente (descriptografar).

  • 5
    Onde você pretende guardar a chave/senha? Essa criptografia/descriptografia ocorreria no lado do servidor, e não do cliente, certo? E seria a mesma para todo usuário, ou cada usuário teria sua própria senha? Por favor dê mais detalhes do seu cenário, do contrário fica difícil sugerir alguma coisa. Também é bom especificar do que exatamente você quer proteger esses dados (i.e. em que tipo de situação um atacante teria acesso ao BD mas não ao resto do servidor). Sugiro editar sua pergunta com mais informações, do contrário alguém vai responder "use AES" ou algo assim, o que não é muito útil... – mgibsonbr 26/10/15 às 17:32
  • O que pretendo armazenar são "dados gerais" e não senhas. Pois aprendi que para senhas não é necessário a decriptografia. Local: vou armazenar no banco (lado server somente) e todos registros podem ter a mesma chave de segurança. – Claytinho 26/10/15 às 17:36
  • Ok, mas como você vai fazer para que um eventual atacante que consiga acesso ao seu banco também não consiga acesso a essa chave? – mgibsonbr 26/10/15 às 17:43
  • Putz, dai não sei. Então não rola ter criptografia com decriptografia? – Claytinho 26/10/15 às 17:52
  • 1
    Sem resolver esse problema da chave, não, pelo menos não sem custos. Conheço duas alternativas, somente: 1) guarda a chave num arquivo de configuração, e usa pra cifrar alguns dados no banco; se o atacante só tiver acesso ao banco (via SQL Injection ou um backup achado no lixo) ele não consegue ler os dados. É uma situação limitada, mas funciona. 2) toda vez que você der o boot no servidor, você entra com a senha manualmente, e ela persiste somente em memória. Trabalhoso, e não sei como funcionaria em PHP, mas assim pelo menos nenhuma cópia do servidor revelaria os dados. – mgibsonbr 26/10/15 às 17:58
0

Você pode implementar duas funções no php uma para criptografar e outra para descriptografar e você salvaria no banco apensar essas strings(cuidado que elas podem ficar muito grandes), segue um exemplo das funções:

    <?php
    public static function getMacAlgoBlockSize($algorithm = 'sha1')
    {
        switch($algorithm)
        {
            case 'sha1':
            {
                return 160;
            }
            default:
            {
                return false;
                break;
            }
        }
    }

/**
* O metodo responsavel por descriptograr uma mensagem
* @param string $message Mensagem criptografada
* @param string $key Chave para realizar a descriptografia precisa ser a mesma usada na criptografia Exemplo: "skjj400ndkdçg00"
* @param string $mac_algorithm Tipo da descriptografia que sera usada Exemplo: md5 e sha1
*/
    public static function decrypt($message, $key, $mac_algorithm = 'sha1',
                                       $enc_algorithm = MCRYPT_RIJNDAEL_256, $enc_mode = MCRYPT_MODE_CBC)
    {
        $message= base64_decode($message);
        $iv_size = mcrypt_get_iv_size($enc_algorithm, $enc_mode);
        $iv_dec = substr($message, 0, $iv_size);
        $message= substr($message, $iv_size);
        $message= mcrypt_decrypt($enc_algorithm, $key, $message, $enc_mode, $iv_dec);
        $mac_block_size = ceil(static::getMacAlgoBlockSize($mac_algorithm)/8);
        $mac_dec = substr($message, 0, $mac_block_size);
        $message= substr($message, $mac_block_size);

        $mac = hash_hmac($mac_algorithm, $message, $key, true);

        if($mac_dec == $mac)
        {
            return $password;
        }
        else
        {
            return false;
        }
    }

/**
* O metodo responsavel por criptofrafar uma mensagem
* @param string $message Mensagem a ser criptograda
* @param string $key Chave para realizar a criptografia Exemplo: "skjj400ndkdçg00"
* @param string $mac_algorithm Tipo da criptograda que sera usada Exemplo: md5 e sha1
*/
    public static function encrypt($message, $key, $mac_algorithm = 'sha1',
                                       $enc_algorithm = MCRYPT_RIJNDAEL_256, $enc_mode = MCRYPT_MODE_CBC)
    {
        $mac = hash_hmac($mac_algorithm, $message, $key, true);
        $mac = substr($mac, 0, ceil(static::getMacAlgoBlockSize($mac_algorithm)/8));
        $message= $mac . $message;
        $iv_size = mcrypt_get_iv_size($enc_algorithm, $enc_mode);
        $iv = mcrypt_create_iv($iv_size, MCRYPT_RAND);
        $ciphertext = mcrypt_encrypt($enc_algorithm, $key,
                                     $message, $enc_mode, $iv);
        return base64_encode($iv . $ciphertext);
    }

Acrescentei alguns comentarios para facilitar, mas os três métodos foram feito por: Métodos descritos

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.