3

Estou desenvolvendo um projeto e preciso criar uma classe interna. Sou obrigado a criar um .cpp e um .h?

  • Depende de onde você quer aplicar essa classe. Pode dar mais detalhes? – Lucas Lima 16/03/14 às 14:55
  • Tenho um programa para realizar alguns cálculos que dependem de outros cálculos com base em uma esfera. Pensei em criar uma classe que armazene o raio desta e que calculasse, por meio de métodos, algumas informações que sejam interessantes, como perímetro, área e volume. – user6635 16/03/14 às 15:03
  • Não, vc não é obrigado, mas isso facilita algumas coisas. – Selma 16/03/14 às 23:33
1

O local onde você definir a classe vai influenciar basicamente o acesso às definições por outros trechos do código, pois para o compilador isso não fará muita diferença.

No entanto, deve considerar que quando você define as funções no próprio corpo da classe geralmente, dependendo das configurações, o compilador tratará essas funções como inline (na verdade, você apenas sugere ao compilador que a faça inline, ele decidirá se é viável).


Se você implementá-la só no .cpp você poderá utilizá-la como se estivesse feito num arquivo de cabeçalho .h, mas não poderá reaproveitá-la em outro trecho do código se precisar.

Se você definir tudo no main.cpp, por exemplo, seria tipo isso:

#include <iostream>

const float PI = 3.14159265358979323846;

class Circulo
{
    public:
        Circulo(float raio)
        {
            m_raio = raio;
        }

        float getRaio() const
        {
            return m_raio;
        }

        void setRaio(float raio)
        {
            m_raio = raio;
        }

        float getArea() const
        {
            return PI * m_raio * m_raio;
        }

        float getPerimetro() const
        {
            return PI * m_raio * 2.0f;
        }

    private:
        float m_raio;
};

int main(int argc, char** argv)
{
    Circulo circ(5.0f);

    std::cout << "Area = " << circ.getArea() << std::endl;
    std::cout << "Perimetro = " << circ.getPerimetro() << std::endl;

    return 0;
}

Agora se você definir a classe Circulo em um .h, você pode reaproveitar o código em outros arquivos. E no caso do main.cpp ficaria assim:

#include "circulo.h"

int main(int argc, char** argv)
{
    Circulo circ(5.0f);

    std::cout << "Area = " << circ.getArea() << std::endl;
    std::cout << "Perimetro = " << circ.getPerimetro() << std::endl;

    return 0;
}

A questão é se você vai precisar reutilizar a classe que te gerou essa dúvida em outro local. Se sim, é recomendável fazer uma definição num cabeçalho para ela.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies