Quais são os métodos de requisição HTTP, entre os quais estão GET, POST e DELETE? Para que se deve usar cada um deles, e qual é a diferença entre eles?

  • 6
    Não sei quem colocou que é amplo demais, mas eu discordo da afirmação, hoje são 9 métodos oficiais e a possibilidade de fazer métodos estendidos, porém pode mudar no futuro com a evolução do protocolo, era legal deixar claro que é sobre a versão 1.1 – Gabriel Gartz 15/03/14 às 17:47
  • GET: Requisita um representação do recurso especificado (O mesmo recurso pode ter várias representações, ao exemplo de serviços que retornam XML e JSON).
  • HEAD: Retorna os cabeçalhos de uma resposta (sem o corpo contendo o recurso)
  • POST: Envia uma entidade e requisita que o servidor aceita-a como subordinada do recurso identificado pela URI.
  • PUT: Requisita que um entidade seja armazenada embaixo da URI fornecida. Se a URI se refere a um recurso que já existe, ele é modificado; se a URI não aponta para um recurso existente, então o servidor pode criar o recurso com essa URI.
  • DELETE: Apaga o recurso especificado.
  • TRACE: Ecoa de volta a requisição recebida para que o cliente veja se houveram mudanças e adições feitas por servidores intermediários.
  • OPTIONS: Retorna os métodos HTTP que o servidor suporta para a URL especificada.
  • CONNECT: Converte a requisição de conexão para um túnel TCP/IP transparente, usualmente para facilitar comunicação criptografada com SSL (HTTPS) através de um proxy HTTP não criptografado.
  • PATCH: Usado para aplicar modificações parciais a um recurso.

Fonte: Wikipedia - Hypertext Transfer Protocol

  • Nossa, o HEAD já era novidade pra mim. A maioria dos programadores nem se preocupam com esses outros métodos, não é mesmo? Será que seria válido pedir exemplos de usos desses outros métodos, pelo menos uma descrição? – user3628 15/03/14 às 16:09
  • 1
    Os dois últimos são métodos mais obscuros. O trace também não é tão utilizado assim (mais para diagnosticar problemas no meio do caminho). GET e POST são triviais, e os demais são empregados em APIs REST. – Anthony Accioly 15/03/14 às 16:13
  • 2
    Sobre pedir exemplos, eu acho que é válido dentro de um contexto mais específico (Como "quando devo usar POST vs PUT?"), a comunidade tende a não gostar muito de perguntas amplas (vide o voto para que essa pergunta fosse fechada). – Anthony Accioly 15/03/14 às 16:16
  • 2
    Existem ainda as extensões de método, que podem usar - e apesar de não serem "oficiais" depende só do servidor ter a interpretação do método, por exemplo MEU-METODO faz o que eu quiser no lado do servidor. – Gabriel Gartz 15/03/14 às 17:45
  • Um exemplo de extensão são os métodos do WebDAV. – Anthony Accioly 15/03/14 às 20:02

Basicamente, se foi isso que eu entendi, existem 8 tipos de métodos dos quais:

GET, POST, DELETE, PUT, CONNECT, HEAD, TRACE, OPTIONS.

GET: Método que solicita algum recurso ou objeto ao servidor

HEAD: Solicita informações de um determinado objeto sem que esse seja enviado ao cliente apenas para testar a validade do último acesso.

POST: Método usado para envio de arquivo/dados ou formulário HTML ao servidor.

OPTIONS: Por meio desse método o cliente obtém as propriedades do servidor.

DELETE: Informa por meio do URL o objeto a ser deletado.

TRACE: Para enviar mensagem do tipo loopback para teste.

PUT: Aceita criar ou modificar algum objeto do servidor.

CONNECT: Comunicar com servidores Proxy.

Fontes: http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Um-pouco-do-protocolo-HTTP?pagina=4

http://www.w3.org/Protocols/rfc2616/rfc2616-sec9.html

GET, POST, PUT, DELETE são muito utilizado em projectos de web API e representam as operações CRUD utilizadas habitualmente em bases de dados.

Sua resposta

Ao clicar em "Publique sua resposta", você reconhece que leu nossos termos de serviço, política de privacidade e política de cookes atualizados, e que a sua continuidade no uso do website é sujeita a essas políticas.