2

Ao usar o TFS, temos todo o controle de versão dos arquivos de uma aplicação.

Então, a cada modificação de arquivos, por parte de inúmeros membros de uma equipe, cada arquivo terá sua versão...

Um exemplo que pode acontecer...

Foi realizado o desenvolvimento de algumas funcionalidades, e foi mandado em produção... Enquanto isso, foram sido desenvolvidos vários outras funcionalidades, que são independentes e também que se comunicação com funcionalidades já existentes... Caso seja enviado para produção essas novas funcionalidades, e aconteça algum erro "grande", como faço para voltar para a versão estável ?

Então, gostaria de saber, como fazer o controle da versão que foi compilada para produção, para caso haja algum problema drástico, conseguir voltar a versão estável inteira?

  • Não se faz controle de versão de código binário, só do fonte. Para isto é só copiar a versão anterior do executável. Em geral você tem em algum lugar. Se não tiver, volte o fonte para a versão anterior e compile-a. Claro que se tiver que voltar estrutura de banco de dados complica um pouco e em alguns casos se torna inviável voltar pra trás (sempre dá para viabilizar, mas precisa planejamento). – Maniero 23/10/15 às 14:58
  • O TFS é apenas uma ferramenta para controlar as mudanças. O TFS pode usar os mesmos conceitos aplicados a GIT ou SVN. Ele tbm possui Branching, Merging e Labeling. Este último equivale ao Tagging no Git. Não uso TFS por isso não darei isso como uma resposta, apenas uma direção. – Marcos Regis 23/10/15 às 15:00
  • Continuando... Conforme o @bigown disse, não se versiona o executável final. Partindo do principio que só existe a implantação após a aplicação ter sido homologada, se acontecer algum erro grave, é necessário uma nova versão e não voltar a anterior, mas se mesmo assim precisar voltar, os passos para isso deverão estar documentado no processo de implantação como o rollback da implantação. – Marcos Regis 23/10/15 às 15:10
3

Sua pergunta é antiga aqui, na época a solução era diferente, mas atualmente muita coisa evoluiu, e acredito que pode ajudar outras pessoas que possam estar na mesma situação.

O TFS (Team Foundation Server), é uma ferramenta que vai além do simples controle de versões de aplicações, o TFS é um Stack bem completo de DevOps da Microsoft.

Podemos dizer hoje, que o TFS possui "duas versões":

  • On-Premisses: TFS, que você instala na sua rede, você gerencia bkp, atualização, etc
  • Cloud: VSTS (Visual Studio Team Services), que você não precisa se preocupar com instalação, configuração, bkp, update, etc.

O TFS/VSTS possui uma série de funcionalidades, que se bem utilizadas, permitem realizar esse mapeamento de versões, como o @Rod estava buscando, são essas funcionalidades:

  1. Controle de Versões, utilizando repositórios GIT e/ou TFVC
  2. Planejamento Ágil, para gestão de tarefas, Scrum, Kanban
  3. Build Automatizada, para validar se o projeto está ok, e gerar os pacotes para implantação
  4. Deployment automatizado, para implantar a aplicação em todos os ambientes, com ciclo de aprovação, agendamento de horario, etc.

Bom, voltando agora ao ponto da pergunta.

Como o VSTS/TFS possui uma funcionalidade voltada ao deployment automatizado, você consegue validar qual era a versão do build que foi implementado no ambiente da ultima vez, e assim, realizar o deployment com essa versão especifica novamente no ambiente.print do Release Management

Sobre a primeira imagem: Este é o Dashboard de Deployments, cada caixinha verde, é referente a um ambiente onde foi realizado o Deployment, a parte onde consta a build, é a versão da build que foi utilizado no deploy, então, caso você precise voltar a versão, pode ver qual build foi no deploy, e assim, iniciar um novo utilizando essa build garantindo que a versão funcional está em produção.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.